10 dicas para "voltar ao mercado" depois de terminar um relacionamento

Não deixe que o fim do relacionamento te desanime. Olhe para dentro, para fora e volte a se dar bem no amor

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 20/07/2012 em

Claudia

um conteúdo de

... aquele segundo drinque. O álcool prejudica a capacidade das células brancas de lutar contra o vírus da gripe por até 24 horas depois de você exagerar nos goles, segundo um estudo do periódico inglês BMC Immunology. Maneire na ingestão de álcool durant
Getty Images

Foto: Getty Images

Recém-separada do namorado ou abalada pelo fim do casamento, você se vê destreinada na arte da paquera: como, quando e onde engatar um novo romance? Nós damos uma força.
 
Olhe para dentro
Não há quem saia feliz de um relacionamento encerrado - mesmo a pessoa que toma a iniciativa de romper vivencia alguma espécie de luto. Portanto, sejam quais forem os motivos do fim da sua história, é importante que esteja tranquila antes de partir para outra. "Conscientize-se dos erros e procure um parceiro segura do que você quer", diz a terapeuta comportamental Ramy Arany, de São Paulo.


Olhe para fora
Para correr atrás das crianças, você trocou o salto pelo tênis. O tempo para ir à academia foi ficando tão escasso que você desistiu de malhar. As calcinhas? Bem, as melhores têm só um furo. Agora, de volta ao mundo da conquista, é hora de dar um tapa no visual. "Muitas mulheres passam a usar roupa de casada e viram senhoras. Os homens não gostam disso", diz a psicóloga e heart hunter Eliete Matielo, da agência Eclipse Lover.


Sexo na balada
Se você quer simplesmente um parceiro para transar, aceite o convite da estagiária do escritório para ir à balada da hora. "É o lugar onde os homens estão procurando sexo sem compromisso", afirma o psicólogo Ailton Amélio da Silva, professor da Universidade de São Paulo. Se essa é a intenção, não pense que estará em desvantagem diante das meninas com metade da sua idade. "Garotos adoram transar com mulheres na faixa dos 40, muito mais experientes", informa a heart hunter Eliete Matielo.


Amor no dia a dia
Segundo o psicólogo Ailton Amélio da Silva, quase metade dos relacionamentos que viram casamento começa em ambientes que os parceiros já costumavam frequentar - trabalho, casa dos amigos, clube ou academia. Se sua ideia é apaixonar-se novamente, considere olhar com carinho para aquele cara gente boa que malha ao seu lado às 6 da manhã. Ou para o amigo com quem você divide a baia na firma. "Mostre para os pretendentes que você está disponível", sugere Ailton Amélio. Você não precisa se jogar aos pés do moço, mas uma frase provocante dita com alguma sutileza pode ser uma boa isca para começar um romance.


Tenha foco
Qual é o seu objetivo? Um garotão ou um executivo? Um hippie ou um intelectual? "Não adianta gastar horas na maquiagem e ir para o lugar errado", ensina Jaqueline Barbosa, editora do site de relacionamentos Casal Sem Vergonha. "Quer um sujeito pacato? Pense em encontrá-lo na livraria. Um cara animado? Mire no bar da moda."


Não se sinta uma tia ridícula
Você não tem mais 20 anos e seu corpo guarda as marcas da vida - gravidez, gravidade, noites insones e sol a pino enquanto fazia castelos de areia para a meninada. No entanto, você tem maturidade, senso de humor, tranquilidade e, provavelmente, um belo par de pernas ou um cabelo de fazer inveja a Isis Valverde. Se você se sentir segura quanto a isso, terá muito mais chance de atrair um novo amor.


Tenha uma boa babá
Para que flertar e comprar calcinhas novas se você vai recusar um convite para sair porque não tem com quem deixar as crianças? Portanto, crie uma infraestrutura para que possa se divertir à noite segura de que os filhos ficarão bem. Na falta de uma babá, peça auxílio à mãe ou a amigos próximos.

Diga o que sente
Uma das vantagens de não ter 18 anos é a falta de paciência para entrar em joguinhos. Se você está apaixonada, amando ou morta de desejo, conte isso para ele. Homens que se sentem encurralados diante de declarações de amor são infantis ou convencidos a ponto de presumir que, por isso, você irá infernizar-lhes a vida. Se for o caso, cogite partir para outra. "As mulheres se tornam mais exigentes depois de uma separação", diz Ramy Arany. Há coisas mais importantes na vida com que se preocupar além de um homem com medo dos seus melhores sentimentos - os filhos, a carreira, o último filme do Woody Allen, o bonitão da padaria.
 

Velhos amigos
Não os abandone porque se separou. Saia para rir com casais e não se sinta deslocada porque está sem um par.


Segure a onda
Se você está a fim de um sujeito, tome cuidado para não pressioná-lo a assumir um compromisso sério logo de cara.

 

Mais