Pular para o conteúdo principal

PUBLICADO EM

29/10/2014

ATUALIZADO EM

11/06/2015

Com que frequência você faz sexo?

A correria do cotidiano tem feito vários casais adiarem o prazer para o final de semana. Mas muita gente ainda se frustra achando que é preciso transar todo dia para ter uma vida sexual feliz
Navegar na rede antes de ir para a cama é obrigatório para muitos casais. Um programa baixado da web que mostra filmes pornôs apimenta as noites do web designer Saulo, 33 anos, com a namorada: "É excitante ficar com ela escolhendo os filmes, vendo as cena
Getty Images

Estresse, corre-corre, agenda cheia. No final do dia, o objeto de desejo é a cama. Para dormir e nada mais. Sexo? Só no final de semana. Essa rotina está se tornando cada vez mais frequente entre os casais, que, com tantos compromissos de segunda a sexta-feira, perdem o fôlego para a relação sexual. "Falta tempo, tranquilidade e disposição, fundamentais ao prazer", diz a psicóloga e terapeuta Aparecida Favorêto.

Feitiço do tempo

De acordo com sexólogos, é natural que o número de relações diminua ao longo da vida. "Um casal que aos 20 anos transava cinco vezes por semana passa para quatro aos 30, duas aos 40 e uma aos 50", afirma o psiquiatra e terapeuta sexual Carlos Eduardo Carrion. Há, no entanto, fatores que contribuem para que essa queda seja mais intensa. "Alguns homens e algumas mulheres sofrem com o empobrecimento da vida sexual porque não se dedicam a ela", alerta Carrion. "Eles param de fantasiar, de usar a criatividade e de se dedicar ao erotismo, como faziam no início da vida a dois." A psicóloga Aparecida Favorêto concorda: "É preciso resgatar pequenos prazeres do tempo de namoro, como sair para dançar, passear de mãos dadas, ficar abraçadinho. Assim, o desejo encontra espaço para surgir", esclarece.

Algumas alterações orgânicas conspiram contra o desejo. Nas mulheres, a tensão pré-menstrual, as mudanças hormonais e as dores ou o desconforto durante ou após as relações encabeçam a lista. Nos homens, problemas de saúde, como hipertensão e colesterol alto, são os que mais atrapalham, além da queda do nível de testosterona (o hormônio masculino responsável pela libido), mais acentuada a partir dos 45 anos. A ingestão de medicamentos, como os utilizados para controlar diabete, pressão alta ou epilepsia, e o consumo de álcool, drogas ou cigarro são outros fatores que podem interferir na libido. Quanto à parte emocional, medo, baixa autoestima, depressão, irritabilidade e alterações de sono comprometem o desempenho sexual masculino e feminino, assim como preconceitos e tabus, que geram insegurança sobre o comportamento e a opção sexual de cada um.

Falta de sintonia

O problema de falta de desejo se torna maior quando atinge apenas um dos integrantes do casal. Com o tempo, quem evita o sexo fica com a autoestima comprometida, além de se sentir inseguro a respeito de sua capacidade de sedução. Enquanto isso, o outro se ressente por não estar sendo desejado. Cria-se um ciclo vicioso: o preterido se torna ansioso e começa a cobrar um maior número de relações; o que está sendo pressionado acaba tenso e cada vez tem menos vontade de fazer sexo. Essa falta de sintonia provoca raiva e hostilidade. "Muitos casais se afastam para não discutir o assunto", explica Aparecida.

Relaxar é o melhor remédio

Para se satisfazer na cama, o melhor a fazer é respeitar os próprios limites. Claro que resgatar o desejo perdido é muito importante, mas não adianta se torturar porque não consegue ter o mesmo pique dos 20 anos. Ou seja, o ideal é relaxar e respeitar o seu ritmo. Para isso, Nelson Vitiello dá uma sugestão: pergunte-se "por que fazer sexo?" A resposta deveria ser simplesmente "porque é bom", não porque o número de relações caiu ou porque o parceiro tem questionado o seu desejo. Aos poucos você vai perceber que é possível encontrar tempo para o prazer - mesmo que a agenda esteja cheia de outros compromissos.

Segredos eróticos

Pequenas atitudes que podem ajudar a despertar o desejo

· Façam atividades juntos, como preparar o jantar. Isso resgata a intimidade.

·  Tomem um longo banho e depois espalhem cremes pelo corpo um do outro. Vocês vão relaxar e se preparar para o sexo.

·  Deitem-se antes de sentir sono. Assim terão mais disposição.

·  Visitem uma sex shop. Há desde camisinhas com sabor a acessórios mais ousados, que criam um jogo sensual e divertido.

· Escolham programas da época do namoro. O clima erótico pode surgir na danceteria, no cinema...

Vote nas finalistas do 21º Prêmio CLAUDIA

Políticas Públicas

  • Heloísa Helena de Oliveira
    Heloísa Helena de Oliveira

    Monitora e argumenta com políticos para alterar projetos de lei que não favorecem os jovens do Brasil 

  • Maria Clara de Sena
    Maria Clara de Sena

    Única transexual no mundo no cargo de Mecanismo de Prevenção e Combate à Tortura, luta pelos direitos LGBTs 

  • Paula Johns
    Paula Johns

    Fundadora da Aliança de Controle do Tabagismo + Saúde, batalha para controlar o tabagismo  

Trabalho Social

  • Marineide Silva
    Marineide Silva

    Criou uma ONG para ensinar corrida para mais de 500 crianças e adultos no bairro mais violento de São Paulo

  • Brigitte Louchez
    Brigitte Louchez

    Está à frente de uma ONG que luta para combater a exploração sexual de crianças e jovens em Fortaleza, no Ceará

  • Mônica Azzariti
    Mônica Azzariti

    A fonoaudióloga prepara policiais para que resolvam ocorrências nas favelas sem violência, evitando conflitos

Negócios

  • Cristina Junqueira
    Cristina Junqueira

    Criou o Nubank, cartão de crédito que pode ser administrado pelo celular, dispensa o banco e não tem anuidade

  • Mariana Alves Madureira
    Mariana Alves Madureira

    Trabalha para impulsionar o desenvolvimento econômico de lugares pobres estimulando o potencial turístico

  • Carla Renata Sarni
    Carla Renata Sarni

    Criou uma rede de consultórios que oferece tratamento odontológico a um custo acessível na periferia

Cultura

  • Anna Muylaert
    Anna Muylaert

    Diretora do filme Que Horas Ela Volta?, aqueceu a discussão sobre a exploração do trabalho doméstico no Brasil

  • Mari Corrêa
    Mari Corrêa

    Realiza oficinas de cinema em aldeias do Xingu e ensina os índios a registrar sua cultura, história e hábitos

  • Panmela Castro
    Panmela Castro

    Imprime sua arte em murais e performances e oferece oficinas para prevenir a violência contra as mulheres 

  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Céu da semana: a previsão dos astros para seu signo de 25 a 31 de...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Celebridade do Paquistão é morta pelo próprio irmão, pela “ho...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM