Descubra qual é seu tipo de tesão

Existem 10 variações de desejo sexual. Saiba qual é a sua para curtir ainda mais sua sexualidade e ser feliz na cama

Há mulheres que encaram o sexo como um fator essencial ao relacionamento, enquanto outras não colocam a transa na lista de prioridades
Foto: Getty Images

Basta juntar um grupo de mulheres para perceber: enquanto algumas são mais ligadas ao próprio prazer, outras só querem agradar o parceiro. E há as mais emocionais, as dependentes…

Pensando nisso, a terapeuta sexual Sandra Pertot analisou os casos de seus pacientes e mapeou diferentes comportamentos sexuais, unindo-os no livro Os 10 Tipos de Libido (Ed. Matrix, R$ 34,90). Baseado nele, mostramos como você pode conhecer melhor sua sexualidade – e a do parceiro – para ser realizada na cama.

10 tipos de sexualidade

1. Sensual
O sexo tem relação direta com o vínculo emocional – e você quer dar prazer ao bonitão sem deixar suas necessidades de lado.

O que estimula
A visão e o toque do gato, ”em especial quando acontecem de maneira divertida, com chance de consumar o ato sexual”, diz Sandra Pertot.

O que esfria
Se você sentir que ele está desinteressado ou ficar presa a discussões recentes, não tomará mesmo a iniciativa na cama!

2. Erótica
Testar posições e fantasias é essencial. Você vê o sexo como a melhor forma de expressar o desejo e o compromisso amoroso. Por isso, precisa se sentir desejada.

O que estimula
Você se excita com facilidade com qualquer investida e quer carícias ousadas.

O que esfria
São um balde de água fria a falta de iniciativa, a ausência de toques eróticos e de demonstrações sonoras do prazer.

3. Dependente
Há forte necessidade de sexo e masturbação para descarregar energia ou comprovar o interesse do parceiro. Sendo assim, espera que o gato fique animado quando você começa a investir na relação.

O que estimula
Você está sempre pronta para um estímulo erótico que venha do parceiro. ”Uma carícia ou a visão do corpo nu pode rapidamente levá-la a um estado de grande excitação”, garante a autora.

O que esfria
Tende a se sentir menos excitada quando está em situações que causam bem-estar. E qualquer preocupação com problemas nada sexuais – e de maior importância – podem reduzir bem sua libido.

4. Reativa
Quando o sexo vai bem, você entende que a relação está ótima. Costuma ignorar seus desejos para satisfazer o companheiro e espera que ele entenda essa decisão.

O que estimula
”Basicamente, você reage a sinais de interesse sexual emitidos pelo parceiro”, diz Sandra. Esses gestos podem ser sutis ou não – mas sempre são eles (e não você) que iniciam a transa.

O que esfria
Seu clima vai desaparecer se perceber que interpretou os sinais dele de forma equivocada! Sua libido também pode diminuir caso a intenção do sexo parta de você, mas logo sentir que o amado não está disposto.

5. ”Por direito”
Dentro de uma relação estável, você acredita que o sexo deve ser como deseja. Para isso, quer que o amado não bloqueie suas vontades.

O que estimula
Seus próprios desejos sexuais conseguem acender sua libido! ”Caso espere ter relações regularmente, vai perceber-se em estado de prontidão o tempo todo”, diz a autora.

O que esfria
A rejeição a uma iniciativa sexual. Mas, mesmo nesse caso, não significa que você deixará de lado a masturbação.

6. Viciosa
Você busca outros parceiros para se sentir valorizada ou sexualmente satisfeita e espera que o amado oficial não desconfie de nada.

O que estimula
É necessário haver demonstrações claras do interesse sexual – ou algumas características (físicas ou não) no rapaz que a atraiam sexualmente.

O que esfria
A rejeição pode ter um efeito – apenas temporário.

7. Estressada
Apesar do medo de decepcionar e de ser rejeitada, você quer que a relação sexual sirva como retrato do compromisso amoroso. Ainda deseja que ele não a pressione.

O que estimula
Material erótico é ótimo! As carícias do parceiro também a excitam, mas você pode esconder isso por medo.

O que esfria
Sua ansiedade e preocupação em não dar prazer.

8. Desinteressada
Para você, a transa não é importante para o relacionamento, mas ganha significado se representar algo para o outro. Carinhos sem conotação sexual são as melhores manifestações de intimidade. Você espera que o gato reconheça seus esforços quando quiser fazer sexo.

O que estimula
O desejo que tem de agradar a pessoa amada consegue motivá-la.

O que esfria
A preocupação, a ansiedade e a depressão tiram a transa da sua lista de vontades.

9. Desconectada
A vida a dois – e tudo o que ela envolve – acaba ”roubando” suas energias para transar. Por isso, nas raras vezes em que está a fim, quer o parceiro sempre disponível.

O que estimula
Uma relação sólida, com intimidade.

O que esfria
As insistência e a pressão que sofre do parceiro.

10. Compulsiva
A rotina sexual serve para satisfazer suas vontades. Sendo assim, você quer alguém compreensivo e que participe de seus rituais.

O que estimula
Principalmente material erótico e objetos-fetiche, sendo díficil se excitar sem eles.

O que esfria
O medo de essa necessidade ser descoberta.


Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s