Pra mim, mulher bonita é mulher gordinha

O padrão de beleza de hoje em dia não está com nada! Eu não gosto só de olhar, tem que ter carne pra pegar

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 21/05/2009 em

Sou+Eu

um conteúdo de

Pra mim, mulher bonita é mulher gordinha

Quando conheço uma mulher magra e simpática, digo logo: ‘Você com três lasanhas a mais ficaria o meu número’
Foto: Divulgação

Pernas longas, porte esbelto, barriga tanquinho, saboneteiras, rosto fininho... Não! Tudo o que deixaria qualquer homem babando em um desfile de moda é o que menos me atrai em uma mulher. Eu gosto mesmo é de gordinha, de mulher que tem carne, das gostosonas!

E, pra falar a verdade, não acredito que os homens realmente gostem de mulheres magrelas. Acho que o que falta neles é coragem e personalidade pra dizer que mulher magra só é boa pra ver. Pra pegar, bom mesmo é mulher cheinha.

Sempre pensei assim

Todos me achavam um cara estranho quando, lá pelos 15 anos, eu dizia que gostava das mulheres com coxão, bundão e peitão. Meus amigos, por exemplo, nunca assumiriam uma coisa dessas. Foi então que decidi ser radical e contar pra todo mundo que, pra me agradar, a mulher não poderia ter essas “noias” de regime.

Eu nunca namorei uma mulher magra. Todas as minhas ex são gordinhas. E lindas! O que tem de feio em ser gordinha? Nada! O rosto das mulheres cheinhas é muito mais bonito do que um rosto ossudo, sem bochechas.

Tem que ser gordinha e saudável

Quando conheço uma mulher magra e simpática, começo a conversa provocando. Chego e digo: “Você, se comer umas três lasanhas, vai ficar o meu número”! Elas não acreditam que estou falando sério.

As mulheres se preocupam demais com o que as outras mulheres pensam. Aquela história de que elas não se arrumam para os homens, mas para as outras mulheres, é verdade. Por isso que elas querem sempre estar maquiadas e magras e pensam tanto em dietas e cirurgias.

Por outro lado, eu me preocupo com mulheres que não fazem exercício ou comem muita gordura, porque isso faz mal à saúde. A obesidade não é legal. Bacana é mulher que tenha um corpo natural, que saiba saborear um bom prato sem exagero e que seja feliz assim. 

Quem come muito é mais feliz 

Eu prefiro mulher alegre a mulher magra. Já reparou que quem vive fazendo dietas está sempre de mau humor? Eu já perdi algumas amigas porque elas entraram em regimes ou começaram a tomar remédios pra emagrecer e simplesmente enlouqueceram. Ninguém aguentava ficar perto delas, ficaram muito chatas.

A comida traz felicidade, deixa as pessoas de bom humor, e isso é o mais importante em uma mulher. Não gosto de gente emburrada, até porque estou sempre rindo. Busco ser feliz em todas as coisas que faço. Costumo brincar no trabalho que, se um negócio não está me dando dinheiro nem me trazendo felicidade, não vale mais a pena investir nele.