Sou viciado em transar com garotas de programa

Eu me sinto em casa na Vila Mimosa, um dos prostíbulos mais tradicionais da cidade

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 02/12/2009 em

Sou+Eu

um conteúdo de

Sou viciado em transar com garotas de programa
Roberta Escansette

As 'meninas' fazem tudo que um homem deseja. 
Elas sempre realizam todas as minhas fantasias!
Foto: arquivo pessoal

Eu tinha 20 anos quando saí da Paraíba e vim para o Rio de Janeiro. Encontrei na Cidade Maravilhosa trabalho e um prostíbulo nota dez, que frequento até hoje! Eu nunca tinha ido a um bordel na minha terra. Eu era mais novo e tinha uma namoradinha... Mas eu recuperei o tempo perdido! Descobri os prazeres da vida no Rio!

Elas realizam todas as minhas fantasias

Transar com prostitutas é tão bom que me viciei nelas. As ''meninas'' fazem tudo que um homem deseja, não tem essa história de papai e mamãe, não. Elas realizam todas as minhas fantasias! É só pedir a posição que elas colocam a camisinha no Juca (apelido que eu dei para ''ele'') e o sexo rola gostoso!

A primeira vez que aproveitei os prazeres da Vila Mimosa foi com os meus amigos. Fiquei meio acanhado, mas transei com uma das moças. Claro que no início é estranho fazer sexo com uma mulher sem amor e com hora certa para terminar. Mas, depois, você se acostuma.

Comecei a ir ao prostíbulo duas vezes por mês e passei a me soltar com as ''meninas''. Pago uma cerveja, peço para elas comprarem uma ficha de música para tocar um som, dançamos. Então, subimos para o quarto. Normalmente, eu pago R$ 50 por 50 minutos de transa. Já sou tão conhecido por lá que elas chegam para mim e falam: ''E aí, bebê, vai um sexo hoje?''. Eu respondo: ''Claro!''. Não me importo se é loira, morena, negra... Sendo mulher, e limpinha, tô dentro!

Transamos com a sósia da Madonna

Há pouco tempo, eu e mais quatro amigos transamos com uma prostituta de uma só vez! Cheguei a ficar com pena dela... Era muito homem em cima daquela loirinha!

Nós estávamos sem dinheiro. Porém, quando vimos aquela menina mignon na Vila Mimosa, sósia da Madonna, ficamos doidos! Fizemos uma proposta pra ela: ''Você topa transar com os cinco por R$ 100 em uma hora?''. E ela aceitou! Foi muito bom - quer dizer, pra gente... A menina não teve descanso! Também, com tantos brutamontes querendo a atenção dela... Não sei se a ''Madonna'' gostou, mas pelo menos fingiu que estava curtindo. No fim da brincadeira, agradecemos e fomos para casa, felizes da vida!

Eu me sinto em casa na Vila Mimosa

Já tive muitas experiências com prostitutas, mas nunca paguei um programa na avenida Atlântica, ponto tradicional em Copacabana. Eu não quero ficar me arriscando. A cidade está violenta! Além disso, eu fico tão à vontade na Vila Mimosa que prefiro não sair de lá, me sinto em casa. O bom de transar com as garotas da Mimosa é que não corro risco de parar no quarto com uma travesti, como aconteceu com o Ronaldo Fenômeno. Já conheço todas elas!

Umas são mais amiguinhas e às vezes nem cobram o programa se eu estiver sem dinheiro. Mesmo tendo essa liberdade com elas, nunca revelei que me chamo José. Lá, meu nome de guerra é Rodrigo. Criei até um e-mail com esse codinome pra saber das promoções da casa.

O negócio é que eu não posso correr o risco de estar andando na rua e uma delas me chamar pelo meu nome verdadeiro. Já pensou se eu estou com alguém da minha família do lado? Elas até que são bonitinhas, mas não dá para apresentá-las à minha mãe, né?! A maneira de falar e de agir acaba revelando qual é a realidade delas... É por isso que eu nunca me apaixonei por nenhuma delas!

Gosto de mulher com cara de santa

Já tive sonho erótico com aquela atriz, Lavínia Vlasak. Ela, sim, é uma mulher de cama, mesa e banho. É uma moça direita, né? A Madonna original também é o bicho! Elas são o tipo de mulher para andar de mão dada comigo. As duas têm cara de santa! Moça para casar precisa ser assim: perante a sociedade, uma delicadeza; entre quatro paredes, uma tentação. Só desse jeito o homem vai respeitá- la de verdade.

O comportamento do José é normal?

''Apesar de estranho, o comportamento do José não é uma perversão sexual'', afirma a sexóloga Inês Cavalieri, do Instituto Brasileiro de Estudos sobre a Sexualidade. Para ela, o José tem apenas uma fantasia como qualquer outra. ''Só seria doentio se atrapalhasse as demais atividades dele. Como deixar de trabalhar caso não transe com uma garota de programa, por exemplo'', afirma a especialista.

Esse tipo de atitude é comum em pessoas que tiveram uma educação muito conservadora. ''É por isso que aparece essa fixação por prostitutas.'' Se o José realmente quiser casar e ter uma mulher, é recomendável que ele faça terapia sexual: ''Não para curar uma doença, mas para descobrir a origem do comportamento. Isso vai ajudá-lo mais tarde a ter uma vida sexual saudável com uma mulher diferente daquelas com as quais está acostumado.''

Vila Mimosa tem história

A Vila Mimosa fica na Praça da Bandeira, no Rio de Janeiro. É uma das mais famosas áreas de prostituição da cidade. A atividade na região começou com o desembarque de mulheres do Leste Europeu. Fugindo da Primeira Guerra Mundial, pobres e sem os maridos, elas precisavam se sustentar. A VM, como é chamada entre os cariocas, tem uma associação que dá estrutura às moças que trabalham hoje no local. Periodicamente, são realizadas palestras, comemorações e outras atividades no espaço. A Vila Mimosa tem até site na internet.

Mais