Como chegar ao orgasmo ao mesmo tempo que ele

O orgasmo simultâneo apenas parece ser uma lenda. Você pode fazer um acontecer com este conhecimento carnal avançado

Atualizado em 23/08/2012

Reportagem: Sarah Kennedy - Edição: MdeMulher

mulher homem cama sexo

Chegar ao orgasmo é bom demais. Junto com o parceiro, então, é mil vezes melhor
Foto: Getty images

Qualquer tipo de orgasmo é incrível. Mas há quem considere o ápice dos ápices o gozo simultâneo, e a verdade é que há bons motivos para ao menos tentar. De acordo com um estudo recente publicado no The Journal of Sexual Medicine, atravessar a reta final de mãos dadas com o parceiro está associado a relacionamentos mais fortes. "Além disso, física e emocionalmente, pode ocorrer uma perda momentânea dos limites individuais, uma sensação de entrega total, de verdadeiramente pertencer ao outro", explica Stuart Brody, autor do estudo. Tudo de que você realmente precisa para experimentar um grand finale sincronizado é um conhecimento mais profundo sobre como tudo pode ser ativado na mesma hora. Mas não há necessidade de querer chegar à lua todas as vezes, ok?

Comece pela cabeça
Se você criar expectativas para ter um orgasmo, irá aumentar as chances de tê-lo, segundo uma pesquisa do Sexual Psychophysiology Lab, da Universidade do Texas, nos EUA. E isso também se aplica ao clímax sincronizado. "A mulher que se mantém na expectativa de ter muito prazer e espera pelo parceiro com certa ansiedade certamente vai se excitar muito e em pouco tempo", afirma Sylvia Marzano, terapeuta sexual e diretora do Instituto Brasileiro Interdisciplinar de Sexologia e Medicina Psicossomática, em São Paulo. Por isso, algumas horas antes, vale prestar atenção nos seus próprios estímulos eróticos — nas pequenas coisas que excitam vocês, seja uma música, uma fragrância, uma memória — e, assim, prepararem-se para ter ainda mais prazer na cama. O único alerta é não exagerar na expectativa. "Se você criar expectativa demais, pode ficar tão ansiosa e tensa. Não fantasie demais", alerta a psicóloga e sexóloga Carla Cecarello, de São Paulo.

Comecem a se estimular antes de irem para o quarto, sugere Rachel Abrams, coautora do livro The Multi Orgasmic Couple (inédito no Brasil). Enviem mensagens picantes no horário de trabalho para ter ideias para mais tarde. E tire alguns minutos para pensar nele durante o dia. "O orgasmo da mulher começa na cabeça. Seus pensamentos e sentimentos de desejo enviam sinais para os hormônios, que, por sua vez, aumentam a circulação de sangue na vulva, deixando-a mais suscetível e preparada para o sexo", diz a escritora. Quando você estiver pronta, cuidado com as distrações que podem matar o encanto mútuo, como um celular tocando ou observações negativas sobre o próprio corpo. Mantenham o foco no prêmio sexual que vocês irão compartilhar.

Chegue ao plateau
A maioria dos homens está pronta para chegar lá em questão de minutos. Você vai precisar de mais tempo — e de mais preliminares — para alcançar a fase pré-orgásmica chamada plateau, o momento de grande prazer que antecede o clímax.

Para garantir sua escalada, você precisa ser tocada e excitada, enquanto ele precisa ficar relaxado. "Ele pode se concentrar em deixá-la num estado de alta excitação — mas sem se deixar estimular muito — e, depois, voltar a atenção para si quando você estiver pronta para ele", diz Rachel. "Isso aumentará as chances de que os corpos estejam altamente excitados e ao mesmo tempo." Seu clitóris estará crescendo na preparação para o orgasmo que está chegando, então, quanto mais excitada você estiver, mais sensível estará ao toque dele nessa região.

Quando estiver excitada o suficiente, vá para posições que incentivem a estimulação do clitóris. "Por exemplo, se ele estiver atrás de você, a sensação será intensa para os dois. Ele pode penetrá-la profundamente, e essa posição também facilitará o estímulo manual do clitóris." Outro movimento estratégico para você tentar: a técnica do "alinhamento sexual", que é uma variação da já testada e comprovada posição papai e mamãe, na qual ele joga o próprio peso para trás enquanto você agarra-o com as pernas, mantendo-o relativamente reto. Você fará pressão para cima e ele para baixo, e isso permitirá que você requebre o corpo em direção ao dele e aumente a fricção no clitóris.

Pare e vá
Para vocês ficarem no mesmo ritmo, talvez seja necessário que ele vá um pouco mais devagar quando a coisa começar a esquentar. O grande lance do orgasmo sincronizado é fazer com que ele se segure até que você esteja exatamente no ponto, por isso ele terá de pisar um pouco no freio.

A técnica do "raso e profundo" pode prolongar e atrasar o grande estouro. Penetrações rasas estimulam a área sensível em volta do clitóris — e controlam a excitação do homem —, enquanto penetrações profundas estimulam a cabeça do pênis e aumentam a zona de prazer feminino. "Para se manter no mesmo ritmo que você, ele pode respirar profundamente ou diminuir as penetrações para ganhar tempo", diz Amy. Pensar em algo que não seja a própria excitação também pode ajudá-lo a se manter no ritmo. Ele pode se concentrar, por exemplo, na sensação dos músculos da própria perna.

Quando estiverem prontos, digam um para o outro. As palavras, algumas vezes, falam mais alto do que as ações. "Além disso, a mulher tem duas zonas erógenas importantíssimas: os ouvidos. Se ela for envolvida, pode ter um grande prazer e chegar tranquilamente ao orgasmo", afirma Sylvia. Assim que vocês atingirem a harmonia, vão querer repetir a performance.