MDEMULHER TV

Manobras orientais para um sexo nas nuvens

Fazer amor à moda tântrica ou do Kama Sutra requer fôlego e entrega plena. Mas a recompensa é um estado de graça e de energia nunca antes alcançado. Seja muito bem-vinda ao... paraíso!

Por Monique dos Anjos

Energia Sexual Potencializada

Foto: Foto Karine Basilio

Energia Sexual Potencializada!

Certamente você sabe de cor quais foram as melhores noites de sexo que já teve na vida. Pois a partir de agora perderá a conta! Das mais famosas filosofias orientais, escolhemos a dedo quatro que vão transformar suas transas em experiências com altíssimo nível de vibrações eróticas. De cada uma delas — taoísmo, tantra, Kama Sutra e ioga —, selecionamos exercícios, atitudes e, de bônus, uma posição para começar a treinar esta noite. Afinal, é praticando que se chega à excelência. Mais do que sair da mesmice do papai-e-mamãe, tais práticas vão despertar uma verdadeira usina de energia sexual que existe dentro de vocês.

Para começo de conversa, veja só algumas das práticas que a sabedoria do Oriente propõe para encontrar e potencializar a energia sexual de vocês dois:

FAZER AMOR SEM PRESSA
Ao prolongar a relação, os homens se nutrem da energia yin (feminina) e nós, mulheres, da força yang (masculina). Pregou o mestre Osho, em Do Sexo à Supraconsciência (Cultrix), que, se um casal adiar o clímax por uma hora ou mais, uma corrente elétrica alimentará os dois amantes de vitalidade. E os orgasmos múltiplos não serão missão impossível. Você lerá mais à frente como não encerrar a festa mais cedo.

ESTIMULAR OS CINCO SENTIDOS
No livro O Taoísmo do Amor e do Sexo (Nórdica), Jolan Chang diz que é preciso ter tato, paladar, audição, olfato e visão aguçados. Pois o prazer está ligado a se entregar de corpo e alma à transa. "A mente recebe os estímulos produzidos pelos cinco sentidos como um possível impulso sexual", completa Alicia Gallotti em seu livro Novo Kama Sutra Ilustrado (Planeta). Na Índia, por exemplo, lençóis e cortinas de seda pura seduzem pelo toque e ainda impedem que as energias saiam do local e as de fora perturbem.

CULTUAR O CORPO (SEU E DELE)
Segundo as filosofias orientais, durante as relações sexuais, ele deve ser respeitado acima de tudo. Livros sobre práticas da antiga China até se referem às regiões genitais com nomes especiais. "Bastão de jade" é, como o nome sugere, o pênis. A lubrificação que a gente produz é chamada de "flor do luar". "Pico do lótus vermelho" se refere aos lábios, e por aí vai. Pronta para curtir os prazeres da carne e ir além, transcendendo os limites? Oriente-se pelas variações sexuais a seguir.

Rede MdeMulher
Publicidade