Violência Psicológica: Palavras que machucam

Não é preciso levar um tapa para estar em uma relação violenta. Um cara pode espancar a autoestima de uma mulher só com o que ele diz.

Publicado em 21/01/2013

Juliana Araújo

Conteúdo GLOSS

Não é preciso levar um tapa para estar em uma relação violenta. Um cara pode espancar a autoestima de uma mulher só com o que ele diz.
Foto: Thinkstock


   
"Tudo era lindo e incrível. A gente vivia na balada", lembra a fiscal de operações Paula F, 29 anos, sobre os três anos e meio em que namorou antes de se casar. Mas depois de dois anos de casamento, a harmonia deu lugar a um ciúme injustificável por parte do marido. "Ele ia aos happy hours da empresa dele e voltava de madrugada. Quando era a minha vez, ele me ligava à meia-noite em ponto e gritava: `Onde você está? Não é hora de mulher casada ficar na rua!." Se eles saíssem juntos, a situação não era melhor. "Em churrasco de amigos, ele falava: ‘Para de dançar agora. Você está fazendo papelão, está ridícula’."

As cobranças e insinuações negativas sobre seu comportamento provocaram tanta ansiedade que Paula engordou 23 quilos nos quatros anos de casamento - foi de 63 kg para 86 kg. "Eu só comia. De desespero. Não sabia o que fazer e descontava na comida", conta. Para o marido, o novo peso dela virou mais um motivo para ofendê-la. "Se visse uma chamada no meu celular de um número estranho, dizia: ‘Você é uma gorda, uma vagabunda’", lembra Paula, que só pôs um ponto final na situação em janeiro, quando eles se separaram.

Casos de violência psicológica - que era o que Paula sofria do marido - geralmente começam de um jeito bem disfarçado. A princípio, o ciúme doentio pode ser confundido com cuidado, e a humilhação pode soar como brincadeirinha. Aos poucos, a vítima vai ficando isolada (dos amigos, da família) e com a autoestima baixíssima, o que torna mais difícil uma reação. "Eu realmente passei a me achar um lixo, uma 'balofa', como ele gostava de me chamar", diz Paula. "Não contava pra ninguém porque tinha vergonha. Fazia de tudo para o casamento dar certo. Poxa, eu finalmente tinha marido, casa, carro, tudo que era meu sonho."


FALSA PROTEÇÃO

Parece até coisa de outra época, mas o receio de assumir que o casamento ou o namoro não está funcionando ainda é um motivo que leva mulheres a se submeter à violência. "Para algumas delas, não ter um parceiro representa um fracasso. Em nome disso, qualquer coisa vale", diz a psicanalista Carolina Scheuer, que está acostumada a receber em seu consultório pacientes que sofrem do problema. "Mesmo extremamente infelizes na relação, elas têm a sensação de amparo."

"Protegida", embora apavorada, é como a assistente financeira Maria*, 28, se sente em relação ao ciúme do namorado - que já grampeou o telefone da casa onde ela mora com os pais e instalou um rastreador de informações em seu computador. Apesar de tudo isso, eles estão prestes a se casar, após três anos de namoro. "Não sei por que insisto. Acho que é para não ficar sozinha", diz. "Não teria mais ânimo para conquistar ninguém. Sabe aquele ‘tá ruim, mas tá bom’?"

Uma mulher que embarca numa relação assim geralmente já está com a autoestima baixa antes de o namoro começar. E o que acontece em seguida só piora a situação. É por isso que virar o jogo exige muito esforço. "Depende da vontade dos dois em melhorar e do grau de violência e humilhação envolvido", diz Carolina. "Quanto mais intenso for, menor a chance de mudança."

As tentativas da publicitária Joana*, 27, por exemplo, não deram resultado. A gota d’água foi quando o namorado reclamou - durante uma transa - que ela estava com muita celulite no bumbum. "Pensei: `Não posso ter tão pouco amor próprio a ponto de achar isso normal’", diz. Os comentários maldosos sobre o seu corpo eram frequentes. Quando ela usava biquíni, ele imitava barulho de pneu para insinuar que ela estava acima do peso.

Para o namorado, era uma "brincadeira" - mas estava longe disso. "Diversão é algo para ser vivenciado junto com o outro, e não por meio da desqualificação", explica Adelma Pimentel, professora de psicologia da Universidade Federal do Pará - e autora do livro Violência Psicológica nas Relações Conjugais. Junto com o desrespeito, o domínio também é uma marca da violência psicológica. "Quando tudo o que a pessoa faz é ruim na opinião do outro, há desrespeito", diz Carolina. "Já o domínio se expressa principalmente nas orientações de conduta. Como quando o homem diz: ‘Essa roupa é para vagabundas’."

 

CONTROLE TOTAL

Outra forma comum de domínio é fazer com que a namorada se afaste dos amigos - e perca seus referenciais afetivos. Foi o que aconteceu no primeiro namoro da estudante de design Joyce B, 23. "Ele queria que eu vivesse só com ele. Até minhas amigas lésbicas eram uma ameaça!", diz.
No começo, Joyce achava o ciúme do namorado "bonitinho". "Pensava: `Ele me ama’." Mas a situação chegou a um ponto em que, durante as viagens à praia com os amigos (dele, claro), o cara a obrigava a vestir as bermudas e camisetas dele, em vez de seus shorts e vestidos. "Até que passou a ameaçar ‘fazer uma besteira’ se eu terminasse. Quando percebi, não tinha mais para quem pedir ajuda."

Como ela rompeu o ciclo? Admitindo aquele velho ditado: "Antes só que mal acompanhada". "Dá para sobreviver em uma situação assim. Mas uma coisa é sobreviver, e outra é ter uma vida de verdade", define, com perfeição, Carolina Scheuer.
    
    

SINAIS DE ALERTA

   
Um cara está cometendo violência psicológica contra a namorada quando...
    
//...quer determinar o jeito como ela se veste, pensa, come e usa as redes sociais.
// ...critica qualquer coisa que ela faça - tudo que tem o dedo dela é ruim e errado.
// ...desqualifica as referências afetivas dela. Ninguém mais pode ter importância na vida da namorada - nem amigos, nem família.
// ...a xinga de "vagabunda", "imprestável", "retardada"...
// ...promove situações de humilhação - que geralmente têm a ver com o corpo dela - disfarçadas de brincadeira.

Comentários

Os comentários são pessoais e não refletem a opinião do MdeMulher.

Do you have any video of that? I'd like to find out some additional information. louis vuitton outlet http://www.mjsalon.com/event.cfm - 30/08/2014 09:43:31

Here offer the best quality cheap Jimmy Choo boots women shoes, make sure Jimmy Choo outlet is professional shop, all kinds of top Jimmy Choo boots women shoes for cheap at fascinating price. cheap jimmy choo shoes uk http://www.butlinls.co.uk/wp-rss.php - 29/08/2014 00:26:10

Les dames ont toujours faible volonté face à de belles chaussures , notamment chaussures sexy escarpin louboutin pas cher. Ce style de Christian Louboutin pompes du soir est un bon partenaire de la robe de soirée , la couleur brillante apparaît souple , très classique . Il doit être votre collection de chaussures préférée en partie ou pour toutes autres occasions . chaussure christian louboutin http://www.costeur-semlh.fr/images/escarpin-louboutin-pas-cher.html - 28/08/2014 21:11:07

Giuseppe Zanotti Shoes are among the most distinctive designer shoes. Cheap Giuseppe Zanotti shoes are getting much popular nowadays due to its simplicity and comfort. Women often like comfort and style whether they are in any function or in shopping mall. cheap giuseppe zanotti http://www.bellas100pizza.com/wp-feed.php - 28/08/2014 21:04:03

Louboutin Femme Chaussures Compensés est toujours l'élément le plus populaire, qui peut rendre les femmes apprécient le sentiment de pied confortable. Dont noir talon ont la qualité et un design parfait, la réponse est également louboutin pas cher. chaussure Louboutin femme http://www.actu-web.eu/wp-feed.php - 28/08/2014 11:33:13

It is a threat with teeth, that may silence the other nations.These colors as an illustration azure is going to become in your legs whenever you get oneself a dvd trainers.Fashion shoe artist christian louboutin sydney has generated a superb means to fix alter that will.Style and fashion can change slowly or it can change in the blink of an eye.Since scrubbing the actual eraser would certainly destroy the feel somewhat and cleaning would certainly obtain the fabric once more one way which may make area look much the same way operate had been.They are actually unwilling to get any one to learn their particular substandard workings life time.Much more subtle than most other drops by the French luxury louboutin shoes designer, it would not be Louboutin if there were not some stronger details in the mix. Christian louboutin shoes http://www.abisrentals.com/images/about.html - 28/08/2014 10:07:16

Veja todos os comentários

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.