nao

Masturbação: o prazer em suas mãos

Que pecado, que nada! Masturbação é uma prática prazerosa, que só faz bem. Tire suas dúvidas e aproveite!

Publicado em 25/11/2008

Daniele Maia

Conteúdo VIVA!MAIS
Masturbação

Experimente! Fantasie nos seus momentos
de intimidade
Foto: Dreamstime

Masturbação é assunto para lá de raro nas rodas femininas de bate-papo. Pudera: por culpa dos tabus sociais e da criação familiar, muitas mulheres encaram a prática como algo feio, errado. Se este é o seu caso, está mais que na hora de repensar seus conceitos. 

É fato comprovado: a mulher que cresce sem conhecer o próprio corpo tem mais dificuldade para atingir o orgasmo. Afinal, como poderá orientar o parceiro se ela própria não faz a menor idéia de como alcançar o prazer máximo? A ginecologista Sônia Rolim Lima, da Faculdadede Ciências Médicas da Santa Casa, de São Paulo, recomenda: 'Olhe-se, toque-se. Pegue um espelhinho e veja como é o seu corpo, como ele funciona, como você reage aos estímulos.' Isso ajuda a se conhecer e a encarar com mais naturalidade a sua sexualidade. Que tal colocar a mão na massa a partir de agora?

Tudo o que você sempre quis saber sobre masturbação

Mitos x verdades: 
A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera a masturbação uma das formas mais saudáveis de expressarmos nossa sexualidade.
A masturbação definitivamente...

· Não faz crescer cabelo nas mãos
· Não causa espinha
· Não reduz o seu apetite sexual na hora da transa a dois
· Não machuca
· Não causa doença
· Não causa demência
· Não acaba com a virgindade
· Não dificulta uma futura gravidez


Como tratar o assunto com os filhos:

Muitos pais se assustam, pois acham que, quando a criança se toca, já existe algo sexual no ato. O sexólogo Celso Marzano, de São Paulo, esclarece que não: Ela faz isso por instinto. É algo que traz uma sensação gostosa, mas só a partir dos 13, 14 anos é que ganha conotação sexual. Caso flagre a(o) pequena(o) se masturbando, peça desculpas e deixe-a(o) só. Se ela(e) tentar conversar sobre o ocorrido, esclareça suas dúvidas. Do contrário, deixe para lá. Respeite a privacidade dela. 

Mas, se perceber a criança ou o adolescente se tocando na frente de outras pessoas, conversem a sós. Explique que, apesar de natural, é algo para ser feito na intimidade. Persistindo a situação, busque ajuda de um terapeuta, pois a atitude pode esconder problemas emocionais.


Cuidados a tomar:
Não existe freqüência ideal para masturbarse. 'Vale até todo dia, desde que essa não seja a única forma de exercitar a sexualidade', afirma a médica Sônia. Ao se tocar (sozinha ou com o parceiro), solte a imaginação, crie fantasias. Ao se masturbar, alguns preferem usar apenas as mãos. Outros gostam de objetos – cuidado com os grandes ou pontudos, que podem machucar. 

Prefira brinquedinhos próprios para isso. Para quem gosta de sexo anal, outro cuidado a ser tomado: se houver penetração vaginal e anal, use o vibrador primeiro na vagina e depois no ânus, sempre. 'Assim, você evita que as secreções anais contaminem a vagina e causem infecções. Depois de usar, lave o acessório com água e sabão. E nunca, jamais empreste ou utilize seu vibrador em outra pessoa. Cada um deve ter o seu.'


Comentários

Os comentários são pessoais e não refletem a opinião do MdeMulher.

<b>André</b> - Isso é tão comum que as vezes peço para minha esposa se masturbar-se, da um tesão !!!!!!!!! aiaiaiaia - 09/03/2014 18:59:06

<b>cowboy</b> - sempre gostei de tocar punhetas e descobrir os pontos mais excitantes,at¿ que cheguei a um ponto extremamente excitante: acariciar levemente o meu saco durante a punheta. - 14/09/2012 18:02:20

<b>Joanna</b> - adoro me masturbar e com o dedinho enfiado no cuzinho.. - 30/11/2010 14:39:17

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.