Flacidez tem solução!

Para conquistar um visual realmente incrível, às vezes não basta fazer dieta e malhar direitinho - é preciso combater os efeitos da gravidade na pele. Esse é o seu problema? Então aposte nos tratamentos estéticos.

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 18/07/2014 em

Boa Forma

um conteúdo de

Flacidez tem solução!

Foto: Thinkstock

Quando o objetivo é deixar a pele mais firme de um jeito rápido e eficiente, os tratamentos estéticos podem dar aquela força. Embora tenham nomes diversos, eles agem de forma parecida: estimulam a produção de colágeno, uma das fibras que dá sustentação ao tecido cutâneo. 
 
Vale lembrar que flacidez de pele e de músculo são diferentes: a primeira é caracterizada por uma frouxidão no tecido e surge por vários motivos, como excesso de sol, gravidez, efeito sanfona e o próprio envelhecimento natural, que geralmente começa após os 30 anos. Já a do músculo surge principalmente pela falta de atividade física, além da passagem do tempo. 
 
"Os dois tipos podem ocorrer juntos ou separados", explica Jardis Volpe, dermatologista de São Paulo. Antes de iniciar um tratamento, é importante fazer uma avaliação médica para checar qual técnica é mais indicada para o seu caso. Confira, a seguir,cinco boas opções.
 

1. Top de linha

Equipamento de radiofrequência de última geração que tem tecnologia tripolar. 
 
Como atua: no corpo, são utilizadas duas ponteiras (uma grande e uma média) que aquecem tanto a superfície quanto as camadas mais profundas da pele. O calor estimula a produção de colágeno, aumentando a firmeza, além de melhorar o aspecto da celulite. 
 
Onde usar: bumbum, joelhos, braços, abdômen e coxas. “O Apollo funciona em todos os graus de flacidez”, diz Paula Mônaco, fisioterapeuta do Espaço N.O., em São Paulo. 
 
Número de sessões: em média, são indicadas oito sessões, uma vez por semana. O resultado aparece após a quarta. Cada uma delas dura 30 minutos. Quando terminar, é preciso fazer uma sessão por mês para manter o resultado. 
 
Contraindicação: uso de marca-passo ou prótese metálica e gravidez. 
 

2. Tecnologia renovada

Accent XL com ponteira Unilarge 
 
Aparelho que une duas tecnologias: radiofrequência e ultrassom. Além de cobrir uma área maior, a nova ponteira concentra mais energia, o que acaba potencializando o resultado. 
 
Como atua: “Ele aquece a pele, ativando a produção de colágeno e compactando a camada de gordura”, conta Jardis Volpe. Também acelera o metabolismo e faz uma drenagem linfática, o que ajuda a combater a retenção de líquidos. 
 
Onde usar: em todas as áreas do corpo, inclusive mãos, panturrilhas e colo. Número de sessões: são necessárias de seis a dez, feitas quinzenalmente. Cada uma dura 20 minutos. É importante fazer uma sessão a cada três meses. 
 
Contraindicação: doenças do fígado, problemas de coagulação sanguínea, gravidez, uso de prótese metálica ou marca-passo. 
 

3. Já virou clássico

Thermacool - Aparelho de radiofrequência. 
 
Como atua: a sessão começa com um resfriamento superficial. Em seguida, a radiofrequência aquece as camadas mais profundas da pele, ativando a produção de colágeno. “O tratamento tem uma ação continuada: mesmo após seis meses do término, o colágeno continua sendo ativado”, diz Flávia Martelli, dermatologista de São Paulo. "O aparelho tem uma ponteira vibratória que diminui o desconforto e uniformiza a distribuição do calor", conta Roberta Bibas, dermatologista do Rio de Janeiro. 
 
Onde usar: a ponteira de 16 centímetros quadrados permite o tratamento em áreas maiores como abdômen, coxas e braços. 
 
Número de sessões: uma - o resultado surge após dois meses. Se preciso, pode ser reaplicado seis meses depois. Contraindicação: gravidez, uso de prótese metálica ou marca-passo. 
 

4. Novidade das boas

Near Infra Red (NIR) - Equipamento de infravermelho fracionado. 
 
Como atua: o tratamento se concentra na superfície da pele, por isso é mais indicado para as magras, que têm flacidez cutânea sem gordura localizada. “A luz retrai a pele e estimula a fabricação de elastina e de colágeno”, explica Jardis Volpe. A técnica não causa desconfortos. 
 
Onde usar: as áreas que apresentam melhores resultados são braços, bumbum, abdômen e coxas. Número de sessões: de quatro a seis, realizadas quinzenal ou mensalmente. Depois disso, é preciso submeter-se a uma sessão a cada três meses como manutenção. O resultado é visível após a quarta sessão, cada uma tem duração de 30 minutos. 
 
Contraindicação: gravidez, uso de prótese metálica ou marca-passo. 
 

5. Múltiplas funções 

Power shape
 
Combina três tecnologias no mesmo aparelho: laser, sucção a vácuo e radiofrequência. 
 
Como atua: a radiofrequência e a sucção a vácuo preparam a pele para o laser, que rompe as células de gordura. As tecnologias associadas estimulam a produção de colágeno, melhorando a firmeza e a qualidade da pele, além de tratar a celulite. Onde usar: braços, parte interna das coxas, panturrilhas e abdômen. 
 
Número de sessões: oito, em média. Cada uma dura de 20 a 40 minutos. Os resultados começam a aparecer após a quarta aplicação. 
 
Contraindicação: gravidez, uso de próteses de silicone, marcapasso cardíaco, trombose e tumores. 

Mais