Massagem redutora, modeladora e drenagem linfática: saiba diferenciar cada uma

Aprenda as diferenças e os diversos benefícios de cada uma

Escrito por

Débora Lublinski

Atualizado em 24/06/2011 em

Boa Forma

um conteúdo de

Massagem
kzenon/Thinkstock/Getty Images

Redutora, modeladora e drenagem linfática: muita gente confunde esses três tipos de massagem justamente porque seus objetivos são parecidos - driblar a celulite e a gordura localizada. O tratamento completo tem de oito a doze sessões - já é possível notar uma melhora após a primeira. Tire suas dúvidas sobre as técnicas.

Drenagem linfática

A técnica manual é a campeã de audiência nas clínicas de estética. Merecidamente: esse tipo de massagem, que deve ser feita com movimentos delicados e rítmicos, varre as toxinas do organismo, elimina o inchaço e colabora com a oxigenação da pele, suavizando o aspecto da celulite. A sessão dura aproximadamente uma hora.

Tem que doer para fazer efeito?

"De jeito nenhum!", garante a esteticista Cláudia Fontenele, de São Paulo. "O objetivo dela é só agilizar o fluxo da linfa, ou seja, melhorar um processo que o nosso organismo faz naturalmente", diz. "E, como a linfa trabalha de forma vagarosa, a massagem deve ser suave, relaxante até", garante.

Tudo bem se deixar hematoma?

Também não. "Isso indica que houve rompimento de algum vaso capilar, ou seja, uma pressão muito forte", fala a esteticista.

Pode ser associada a outra massagem?

Pode, mas deve ser feita sempre depois da redutora ou da modeladora.

A drenagem consegue reduzir a gordura localizada?

Sim, porque ativa o metabolismo, facilitando a eliminação da adiposidade.

Precisa usar creme?

Não necessariamente, mas o produto facilita o deslize das mãos.

 

Massagem modeladora

Muito confundida com a drenagem linfática, essa massagem sob medida para desenhar curvas é realizada com maior vigor e - importante - no corpo todo. A esteticista pressiona os pontos de celulite e de acúmulos de gordura e, assim, suaviza esses problemas. Cada sessão dura de 40 minutos a uma hora.

Tem que doer?

Dói um pouco, sim, mas dá para aguentar.

Tudo bem se deixar hematoma?

Ela pode até deixar, dependendo da sensibilidade de cada pessoa.

Tem que usar creme?

O uso de cosméticos específicos, com ativos que atuam na queima da gordura, pode ajudar a potencializar o resultado.

 

Massagem redutora

É feita com movimentos de deslizamento e amassamento profundos, seguindo um ritmo acelerado. De acordo com Cláudia Fontenele, a diferença da massagem modeladora para a redutora é que a última é aplicada somente em áreas específicas, como abdômen e culote.

O profissional também usa acessórios para potencializar a ação das manobras. Os efeitos aparecem se você fizer, no mínimo, uma sessão por semana. Dura cerca de 40 minutos.

Tem que doer?

Pode doer, sim. Tudo depende da sua sensibilidade e da experiência da esteticista.

Tudo bem se deixar hematoma?

Marcas roxas significam que algum vasinho estourou - então, não pode.

Tem que usar creme?

Os cremes redutores podem ajudar no resultado, mas os dermatologistas dizem que não há estudos científicos de peso que justifiquem o seu uso.

 

Mais

Mais: