Claro que não há regras, assim como na maquiagem. Mas algumas cores combinam melhor, sim, com determinados tons de pele. Para as mais claras, tonalidades como o vermelho-cereja e o rosa-pálido, além do preto e do cinza, são as mais indicadas. Morenas e mu
Getty Images

Suas unhas merecem sua atenção
Foto: Think Stock

 

Como deixo as unhas fortes?
As unhas são formadas por queratina e outras proteínas e ainda têm uma lubrificação natural. Podem se enfraquecer pela falta de nutrientes ou pelo contato com substâncias químicas agressivas (como detergentes). Por isso a importância de uma alimentação rica em proteínas. Bases fortalecedoras que contenham aminoácidos, queratina e vitaminas também podem ajudar.


Por que elas encravam?
O corte errado normalmente é a causa do problema. Se você deixar os cantinhos afiados, a unha cresce dentro da pele. Aí, pode formar uma ferida, que, por sua vez, pode infeccionar, deixando o local bem dolorido. Cutucar com alicate (em casa ou no salão) pode piorar as coisas. Pode parecer exagero, mas o mais seguro, nesse caso, é ter intervenção médica - geralmente, de um dermato.

 

Tirar a cutícula faz mal?
Os dermatologistas dizem que o melhor é não retirar a proteção natural das unhas. Tirar toda essa pele abre as portas para fungos e bactérias, que podem causar infecções e, aí sim, enfraquecer as unhas. Se, mesmo assim, você não aguenta ver aquelas pelezinhas nas pontas dos dedos, a solução é empurrar as cutículas com uma espátula e retirar só o excesso, sem cavucar muito.

 

Trocar muito de esmalte estraga a unha?
Sim, o solvente do esmalte pode ressecar a superfície das unhas e enfraquecê-las. O ideal é fazer a unha uma ou duas vezes por semana no máximo e usar removedores sem acetona. Use hidratantes para unhas e escolha produtos de ação fortalecedora.

 

Esmalte vermelho deixa a unha amarela?
Sim, especialmente se você não aplicar base. É que os pigmentos dos esmaltes coloridos penetram na unha, que é porosa. O truque para voltar ao tom natural é molhar um algodão em água oxigenada e deixar sobre a unha por 20 minutos. Outra solução é polir a superfície com uma lixa suave. Passe antes um creme nutritivo para suavizar o atrito.

 

E quando a unha quebra e fica curtinha?
O ideal é não mexer para não machucar a pele (e para que você não sofra ainda mais!). Por isso, resista e evite roer a unha quebrada. Cubra o machucado com um curativo da cor da pele até ela crescer e você conseguir cortar. É só ter paciência!