Acerte na alimentação e acabe com a acne

Adultos também podem sofrer com as espinhas; veja como prevenir ou combater esse problema que compromete a beleza da pele

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 27/04/2012 em

Máxima

um conteúdo de

Acerte na alimentação e acabe com a acne
Reportagem: MÁXIMA - Edição: MdeMulher

Cardápio saudável ajuda a manter a pele perfeita
Foto: Getty Images


As causas da chamada acne adulta (a partir dos 25 anos) ainda estão sendo investigadas pela ciência, mas o estresse - que inclui ansiedade e alterações de humor - é o principal responsável.

"Ele libera o hormônio cortisol, que provoca desequilíbrios no organismo e está ligado ao surgimento das espinhas", afirma a dermatologista Samira Yarak, professora da Universidade Federal do Vale do São Francisco (PE).

Pesquisas americanas confirmam: 70% dos casos estão associados ao estresse, a distúrbios hormonais e ao uso de anabolizantes e anticoncepcionais. Os 30% restantes são relacionados à acne na adolescência, um tipo difícil de tratar.

Se você vive o drama, a maior dica é: não cutuque as espinhas nunca! Os micro-organismos presentes nas unhas causam um processo inflamatório, piorando o estado da pele. Limpe o rosto três vezes ao dia com produtos antiacne, use maquiagem hipoalergênica e observe se algum alimento agrava o quadro. Confira outras formas de prevenir e combater o incômodo:

Óleo sob controle
As isoflavonas, presentes no tofu, na farinha e no grão de soja, estimulam a ação do estrógeno, hormônio que diminui a atividade das glândulas sebáceas. Já o ácido pantotênico, encontrado na semente de girassol e no salmão, ativa o metabolismo dos ácidos graxos, impedindo a hipersecreção de óleo na pele. Vitaminas do complexo B (peixes, leite, aves) também equilibram a produção de sebo.

Espinhas detonadas
Zinco (ovos e carnes vermelhas magras, tipo patinho e coxão mole) e selênio (pão integral e aveia) reduzem os radicais livres, responsáveis pela inflamação da acne. Os alimentos ricos em ômega 3 (salmão, sardinha, atum e linhaça) também têm ação anti-inflamatória.

Pele saudável
A vitamina A (cenoura, abóbora, couve) aumenta a imunidade da pele e equilibra os hormônios. As vitaminas C (laranja, goiaba, mamão) e E (semente de girassol, ovo, gérmen de trigo) evitam a formação de espinhas.

Vilões do estresse
A cafeína (café, chá mate e refrigerantes) está ligada ao stress. Os alimentos superproteicos (leite e carnes vermelhas gordas, como picanha, cupim e alcatra) elevam a produção de sebo. Os alergênicos (frutos do mar, chocolate, castanhas) são inimigos da pele.