O tratamento de pele ideal para cada idade

Veja como ter uma pele bonita aos 30, 40, 50, 60 e 70 anos escolhendo o tratamento de pele mais adequado a cada faixa etária

Livre-se dos problemas de pele com os tratamentos certos
Foto: Getty Images

Hormônios: mensageiros químicos que regulam desenvolvimento, funções reprodutivas, tecidos. Saber conviver com as mudanças que essas geringonças provocam no complexo mecanismo biológico é a chave da qualidade de vida e também da beleza. Afinal, são eles os responsáveis, por exemplo, por causar manchas, rugas e flacidez no corpo. Mas para dribrá-los, basta lançar mão de alguns tratamentos adequados. E é importante saber que cada faixa etária possui os seus. Confira agora os mais indicados a você e conquiste uma pele linda!

Aos 30 anos…

Cada vez mais popular, a toxina botulínica suaviza expressões e até previne futuras rugas. Mas há muitas outras opções de tratamento para as balzaquianas. A luz intensa pulsada, menos agressiva do que laser, é um aparelho que diminui manchas de sol e vasos ao redor do nariz e das bochechas. Dermatologistas também indicam vitamina C e ácido retinoico para suavizar rugas e manchas.

Aos 40 anos…

Nessa faixa etária, os dermatologistas começam a indicar preenchimento com ácido hialurônico para áreas com rugas. Ele pode ser aplicado nas olheiras, no “bigode chinês” e nos lábios. O Botox começa a ser usado para elevar as sobrancelhas e amenizar a flacidez do rosto. Há também os tratamentos com aparelhos: o laser fracionado estimula a produção de colágeno; a radiofrequência facial ameniza a flacidez e as rugas ao redor dos olhos. E uma das cirurgias plásticas mais comuns: a blefaroplastia, que elimina bolsas nas pálpebras.

Aos 50 anos…

As plásticas estão aí, cada vez mais avançadas, para reverter o relaxamento dos ligamentos entre a pele e os ossos. Em seus primórdios, elas basicamente puxavam a pele. Hoje, usam a técnica Sistema Músculo Aponeurótico Superficial (S.M.A.S.) para “levantar” o músculo. O resultado é mais natural. Longe dos bisturis, há ótimos tratamentos: peelings, ácido retinoico, lasers, preenchimento. E bons cremes, como o Neovadiol GF, da Vichy, específico para combater a perda de densidade da pele que acontece na menopausa.

Aos 60 anos…

Há um monte de novos creminhos para essa faixa de idade. São opções como o kit Renew Platinum 60+, da Avon, que estimula a produção de Paxilina, proteína que ajuda a diminuir marcas profundas. Ou a nova formulação do Subestiane [+], da La Roche-Posay, específica para mulheres que perderam o contorno facial. Entre as plásticas, a pexia mamária (cirurgia que elimina o excesso de pele) com inclusão de prótese é uma das mais procuradas, porque é nessa idade que há uma substituição natural do tecido mamário por gordura.

Aos 70 anos…

Para as mãos marcadas, há bons tratamentos a laser que eliminam manchas de sol. Em mulheres que nunca fizeram procedimentos estéticos, Botox e preenchimento costumam fazer menos efeito. De qualquer forma, cirurgias plásticas no rosto e a dermolipectomia, que elimina pele e gordura do abdômen, são as mais procuradas.

*Fontes: Eveline Sebba, dermatologista da Onodera Estética; Luciana Conrado, dermatologista; Pedro Vital, cirurgião plástico do Hospital Albert Einstein; Ligia Kogos, dermatologista
 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s