(none)

É acne, blush natural? Não, rosácea!

Entenda melhor o que é a rosácea, uma doença crônica que causa vermelhidão na área do nariz e bochechas, e veja como reduzir os sintomas

Publicado em 10/05/2012

Conteúdo MdeMulher

Rosáceas lembram um rubor natural, mas trata-se de uma patologia
Foto: Getty Images

Se espinhas no rosto vierem acompanhadas por muita vermelhidão e vasinhos dilatados na área do nariz e das bochechas, fique atenta: em vez de acne, você pode ter rosácea. "É uma doença crônica da pele que pode aparecer em mulheres a partir dos 20 anos e piorar com a idade", explica Bruna Bravo, dermatologista do Rio de Janeiro.

Peles branquinhas e sensíveis a cosméticos e tratamentos estéticos são as mais propícias a desenvolver o problema, que já atinge 45 milhões de pessoas no mundo todo e nos estágios iniciais se caracteriza pelo surgimento de flushing: vermelhidão momentâneo. A patologia se agrava na presença do calor ou do frio e com a ingestão de bebidas alcoólicas e alimentos apimentados ou gordurosos.

Para alguns, o sintoma pode até parecer charmoso, mas trata-se de uma doença crônica que exige cuidados. Ainda não há um tratamento definitivo, entretanto, é possível controlá-la! "Recorremos a antibióticos orais e cremes que diminuem o processo inflamatório. Filtro solar todos os dias também é imprescindível", fala Bruna.

Novidade que trata

Foto: Divulgação

Com o intuito de melhorar as manchas localizadas, a La Roche-Posay trouxe para o Brasil o Rosaliac AR Intense, um dermocosmético que combina dois ativos para acalmar a pele de forma intensa:

· Ambofenol: ingrediente natural, rico em polifenois, extraído da Tambourissa trichophylla, uma planta originária de Madagascar, e que possui dupla ação antirrubor e antioxidante.

· Água termal: conhecida por sua ação calmante.

Juntos, eles inibem a liberação de mediadores inflamatórios, protegem as células dos radicais livres, melhoram a microcirculação e fortalecem as paredes dos vasos sanguíneos. Com textura em gel, o produto se adapta a todos os tipos de pele, inclusive às oleosas. Em apenas quatro semanas, com duas aplicações diárias, ele promete reduzir 21% do problema. Mas procure um dermatologista antes de usá-lo! A novidade chega às lojas com um preço sugerido de R$ 79,90*.

Com informações da revista BOA FORMA

*Preço pesquisado em maio/2012

Comentários

Os comentários são pessoais e não refletem a opinião do MdeMulher.

Gaby - Eu tenho 14 anos, mas tenho a pele muito avermelhada e com espinhas, principalmente perto do nariz,testa e queixo, será que eu tenho rosácea? sei que esses são sintomas da rosácea, mas é possível que uma adolescente tenha rosácea? - 11/05/2012 21:36:37

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.