(none)

Como conseguir perdoar

Para libertar-se das amarras dos sentimentos ruins, que a condenam ao passado, indicamos três passos para o perdão!

Atualizado em 26/03/2014

Evite o julgamento e pratique o perdão
Foto: Getty Images

A ciência já comprovou que a raiva, a mágoa e o ressentimento têm impacto nocivo no sistema cardiovascular, por exemplo. Do ponto de vista psicológico, fica fácil entender que guardar rancor nos torna pessoas amargas, pessimistas e infelizes. Siga nossas dicas e liberte-se dos sentimentos ruins.

Entenda o motivo

A melhor coisa a fazer quando se sentir ofendida por alguém é tentar descobrir o motivo. Será que o que a atingiu estava no outro ou em você? Se estivesse no lugar de quem a feriu, seria realmente incapaz de fazer o mesmo? Todas essas questões permitem enxergar o ofensor como uma pessoa de carne e osso como você, o que evita o sentimento ruim sobre o outro. A mágoa do passado não está viva agora. É apenas memória.

Dê tempo ao tempo

Às vezes, a resolução da mágoa dentro de nós não acontece em uma semana, mas vale a pena cultivar mais paz interior. Como uma ferida física, o processo leva tempo e acontece em etapas. Dando um passo de cada vez, reconhecendo quanto esse padrão nos faz sofrer, podemos vencer o sofrimento e recomeçar em bases mais positivas.

O poder de transformação

O perdão pode transformar feridas em sabedoria e abrir os corações que estão fechados e substituir a tolerância pelo amor. Como? Uma das maneiras é evitando o julgamento e, principalmente, o autojulgamento. Todos comentemos erros, e aprendemos com eles.

Comente