22 abr

Fitness e ginástica

Quatro dicas para começar a correr e emagrecer

Por Patrícia Giuffrida postado em 22/04/2012 às 10h00

Comentários (0)

Convide seu namorado para correr no parque. Crédito: Getty Images.

Que tal pular do sofá, calçar seu par de tênis e começar a correr? Esse esporte gasta muitas calorias,  ajuda a emagrecer, melhora a autoestima e dá mais disposição. E mais: “A corrida tem a grande vantagem de depender somente de você. Não é necessário ter equipamentos, como uma raquete ou bola, basta um bom tênis e a escolha de um local, como rua, esteira ou parque”, afirma Ricardo Hirsch, diretor técnico da Personal Life Assessoria Esportiva, em São Paulo, em entrevista à revista RUNNER´S WORLD.

Você é principiante? Calma, a ideia não sair correndo por aí de qualquer jeito. Tem que se preparar. Para isso, veja aqui quatro passos para se tornar uma corredora de verdade. São dicas do mínimo que você precisa para uma prática segura e do que você pode fazer para obter o máximo de desempenho!

1. Vá ao médico. Marque um horário no cardiologista, que pedirá alguns exames para verificar como está sua saúde e determinar quais cuidados você deve ter antes de iniciar os treinos. Depois disso, ele deve pedir um teste ergométrico: a pessoa caminha e corre em uma esteira e um profissional identifica a presença de eventuais obstruções nas artérias do coração.

2. Compre um bom par de tênis de corrida. Sim, tem que ser próprio para o esporte, além de confortável. Dica: faça um breve test-drive antes da compra. Caminhe e até corra um pouco com o calçado pela loja para sentir como será nos treinos. Aliás, muitas lojas especializadas em corrida oferecem testes de pisada. Se você estiver acima do peso, prefira modelos com mais amortecimento.

3. Monte um treino. Para conseguir evoluir na corrida, atingir suas metas (inclusive o emagrecimento) e evitar lesões, é preciso treinar com orientação. Ao começar a correr, o recomendado é que você procure a ajuda de um educador físico, que vai elaborar um treino personalizado, levando em conta seu condicionamento e ambições. Peça uma planilha e siga com determinação.

4. Monitore seu treino com um frequencímetro. Esse aparelho é composto de uma cinta com sensores colocada na altura do peito e um relógio que recebe as informações no visor. Você não depende dele para sair por aí dando suas primeiras passadas e sentir os benefícios da corrida. Mas acontece que boa parte das planilhas de treinamento leva em consideração as frequências cardíacas mínima e máxima em que o corredor deve permanecer para atingir melhores resultados.

(Com reportagem de Daniel Navas para a revista RUNNER´S WORLD)

Leia também:

DICAS DE CORRIDA

Metas diferentes exigem treinos específicos

Patrícia Giuffrida

Patrícia Giuffrida

A jornalista está sempre atrás de novidades sobre emagrecimento saudável. Aqui você encontrará dicas e truques para perder peso e muito mais.

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.

Para ter seu próprio avatar no site é preciso se registrar no gravatar.com