11 jul

Fitness e ginástica

Os exercícios mais indicados para quem tem fibromialgia e está acima do peso

Por Patrícia Giuffrida postado em 11/07/2012 às 10h30

Comentários (16)

Caminhada é um ótimo exercício para quem tem fibromialgia. Crédito: Getty Images.

Você sabe o que é fibromialgia? Trata-se de uma síndrome que provoca dores no corpo todo: cabeça, pescoço, costas, mãos e pés, por exemplo. Outros sinais são sono não repousante, cansaço, dificuldade de memorização e concentração, alteração de humor e até depressão. Esse distúrbio atinge muito mais a ala feminina: de cada dez pessoas com esse problema, nove são mulheres.

Como tratar essa doença? O tratamento inclui remédios (que ajudam a reduzir a sensibilidade à dor), psicoterapia, acupuntura e exercícios físicos. Veja aqui algumas orientações de Danilo Cezar de Souza, coordenador da Movement Academia em São Paulo e personal trainer especialista em Exercício Físico Como Terapêutica na Clínica Médica pela Unifesp.

Pessoas sedentárias devem iniciar a prática de exercícios físicos leves que não causem dores. É recomendável, por exemplo, começar com uma caminhada de 20 minutos, duas ou três vezes por semana, em dias alternados, na primeira quinzena do treino. “Caminhar libera a endorfina, hormônio que produz a sensação de relaxamento e bem estar”, explica o educador físico.

Exercícios realizados em água aquecida – como a hidroterapia e a hidroginástica – também trazem benefícios físicos, além do relaxamento muscular. E não se esqueça de incluir o alongamento na rotina diária. Ele ajuda na mobilidade e flexibilidade do corpo. Também contribui para a prevenção de dores.

Pode fazer musculação? Sim, desde que supervisionado por um educador físico. O treino deve ser individualizado e respeitar os limites físicos de cada um. “Esses exercícios aumentam força e massa muscular, melhoram o desempenho motor e, combinados com os aeróbios, geram uma mudança na composição corporal: aumentam massa magra e diminuem o percentual de gordura, contribuindo para o emagrecimento”, afirma o especialista.

Mas atenção: no inicio de qualquer uma dessas atividades, podem surgir dores, já que o corpo não está acostumado a praticar exercícios. Ela será o limite para o desenvolvimento do treino. É importante observar! Aos poucos, o organismo se adaptará à nova rotina e, com isso, será possível aumentar a frequência e a carga dos exercícios. Os resultados positivos poderão ser vistos a partir da oitava ou décima semana.

Vale lembrar que quem sofre de fibromialgia deve sempre fazer o tratamento com acompanhamento multidisciplinar de especialistas como médico reumatologista, nutricionista, psicólogo e educador físico. O resultado positivo será muito mais eficiente.

Leia também:
FIBROMIALGIA

Tire as principais dúvidas sobre esse problema de saúde

Patrícia Giuffrida

Patrícia Giuffrida

A jornalista está sempre atrás de novidades sobre emagrecimento saudável. Aqui você encontrará dicas e truques para perder peso e muito mais.

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.

Para ter seu próprio avatar no site é preciso se registrar no gravatar.com

Comentários (16) em "Os exercícios mais indicados para quem tem fibromialgia e está acima do peso"

  1. Gabriela Freire Pinheiro disse:

    Boa tarde, eu tenho fibromialgia e gostaria de saber se posso fazer musculação. Obrigada

  2. Patrícia Giuffrida disse:

    Oi, Gabriela. Antes de iniciar seu treino, procure se consultar com um médico fisiatra e um educador físico, ok! Toda pessoa que tem fibriomialgia precisa de acompanhamento de profissionais. Um beijo, Pat

  3. Ana Mendes disse:

    Olá, tenho fibromialgia há muito tempo. Já fiz acompanhamento com psicóloga, acupuntura e por fim estava somente com a medicação. Comecei há 10 semanas artes marciais uma vez por semana. Há duas semanas comprei uma esteira e tenho alternado caminhada com corrida dia sim dia não em casa, e agora estou também complementando com exercicios como flexão de parede e abdominais. A gente consegue diferenciar bem as dores da musculatura e as dores da fibro. MAS VALE A PENA, realmente melhora a autoestima, a energia, o sono. Pra todos que tiverem a intenção de ter uma melhora na qualidade de vida, precisa mesmo dar o primeiro passo (e o sacrificio dos primeiros treinos) par ver uma melhora consistente na qualidade de vida. Abraços.

  4. Isabella Duarte disse:

    Oi, tenho 31 anos e Fibromialgia, faço tratamento com reumatologista e fisiatra, estou sedentária mas, disposta a mudar. Os remédios para dor me engordam mas, sem eles, sinto dores.Esta semana começo hidroterapia mas, minha paixão é a dança então, eu posso dançar músicas latinas? É verdade que esportes impactantes não são adequados? Obrigada. Isabella

  5. Patrícia Giuffrida disse:

    Oi, Isabella. Sugiro que você converse com seus médicos e um pesonal trainer para descobrir quais atividades físicas são mais indicadas para você neste momento. Talvez exista uma possibilidade de você incluir a dança na sua rotina de exercícios futuramente. Continue se cuidando! Um beijo, Pat

  6. Patrícia Giuffrida disse:

    Ana, parabéns pela iniciativa! Você é um grande exemplo! Espero que sirva como inspiração para quem tem esse problema e quer superá-lo. Um grande beijo, Pat

  7. FLAVIA THAIS disse:

    oi eu tenho fibro há 1 ano e minha vida virou um caos, após isso tive que sair do emprego pois trabalhava em um setor muito frio e tinha que entrar diariamente em camaras frias, tive uma crise muito grande de dores em td corpo, caibras, hoje uma idiota que mal consegue limpar a casa, pois sou muito lenta, meu sono é desregulado, troco o dia pela noite e quando durmo não descanso, ai quero dormir mais e mais, isso quando tenho sono ja passei 3 dias sem dormir. minha vontade é de morrer logo, pq com isso náo consigo fazer uma tarefa facil como ariar losa e outras atividades comuns de mulher :( (sem dizer que para a familia do meu marido eu virei vagabunda que ñ quer trabalhar).

  8. FLAVIA THAIS disse:

    a esqueci de dizer tenho 24 anos ,e uma saúde de idoso, com gastrite, refluxo,e tendinite nas mãos nos cotovelos e no ombro, e o medico me disse que td isso é reflexo da fibromialgia e as pessoas têm preconceitos com isso pq não se tem muita informação na midia, e além do que como nos deixa sedentários, as pessoas acham que não é nada.

  9. Andréa disse:

    Olá tenho 31 anos e descobri o diagnóstico a alguns anos atrás. Devido a dificuldade de médico no SUS e o trabalho acabei abandonando o tratamento, agora há 20 dias atrás fui a um reumatologista que me receitou uma medicação que causa muito sono e um desconforto enorme no corpo e me aconselhou a procurar uma atividade física mas não sei por qual optar. Eu estou acima do peso e isso mexe muito com minha autoestima.

  10. Patrícia Giuffrida disse:

    Oi, Flavia. Você precisa buscar ajuda de profissionais especializados. Que tem fibromialgia deve seguir um tratamento multidisciplinar, com um nutricionista (que poderá prescrever uma dieta anti-inflamatória), um educador físico (para seguir um treino específico), e um médico (clínico geral, fisiatra ou reumatologista). Assim você poderá melhorar sua qualidade de vida. Não desanime, ok! Um beijo, Pat

  11. Patrícia Giuffrida disse:

    Oi, Flavia. Na verdade, os mantras estão em sentido “figurado’, representando pensamentos positivos que você deve ter para se sentir mais estimulada a malhar. Um abraço, Pat

  12. Patrícia Giuffrida disse:

    Oi, Andréa. O ideal é você consultar um educador físico. Ele poderá fazer uma avaliação física e ajuda-la a descobrir os exercícios mais adequados para você. Não desista, ok! Atividades físicas são fundamentais para a melhoria dos sintomas da fibromialgia. Um beijo, Pat

  13. moura disse:

    tenho 46 anos há algum tempo que sofro muitas dores e está a cada dia aumentando, meu marido fala que estou muito preguiçosa, fico muito triste.

  14. Patrícia Giuffrida disse:

    Oi, Moura. Você precisa buscar ajuda de profissionais especializados. Que tem fibromialgia deve seguir um tratamento multidisciplinar, com um nutricionista (que poderá prescrever uma dieta anti-inflamatória), um educador físico (para seguir um treino específico), e um médico (clínico geral, fisiatra ou reumatologista). Assim você poderá melhorar sua qualidade de vida. Peça apoio ao seu marido. Não desanime, ok! Um beijo, Pat

  15. silvia helena disse:

    estou fazendo hidro 2 semanas as dores estao demais braços o que devo fazer tomo remedios manipulados pelo meu reumato mas somente a noite devido sono profundo..

  16. Patrícia Giuffrida disse:

    Oi, Silvia. Talvez você esteja exagerando nos exercícios. Converse com seu médico e também com o professor de hidroginástica. Eles poderão ajudá-la a resolver esse problema. Mas não desista da ginástica, ok! Os exercícios são muito importantes no tratamento da fibromialgia. Um beijo, Pat