25 set

Bem-estar

Bolsa de água quente ou de água fria: quando usar cada uma delas?

Por Karla Precioso postado em 25/09/2011 às 16h00

Comentários (0)

Dor nunca é bem-vinda, mas, embora se tente evitá-la, nem sempre é possível escapar de um tropeço ou até mesmo uma enxaqueca. Às vezes, incomoda pouco e, nesse caso, basta fazer uma aplicação com bolsa de água quente ou fria na parte efetada para se livrar do tormento.

Quente e fria: em quais situaçoes deve-se utilizar cada uma?

Quente: o calor ativa a circulação sanguínea — o que facilita a migração dos leucócitos (células de defesa) para o local machucado. Deve-se usá-la por 30 minutos de 3 a 4 vezes ao dia nas seguintes situações:

- esforço muscular

- cólicas

- dores nas articulações (artrite ou artrose)

- dores nas costas

- torcicolo

Fria: deve-se aplicá-la imediatamente após a contusão. O frio diminui a hemorragia interna — o que evita o inchaço e a formação de hematomas, além de minimizar a dor. Use-a por 15 minutos e reaplique a cada duas horas nos seguintes casos:

- dor de cabeça ou enxaqueca

- pancadas no corpo

- torções (tornozelo, joelho)

- extração de dente

- pequenas hemorragias

Dica esperta: caso a bolsa esteja muito fria ou quente, use um pano para proteger a pele de queimaduras.

fonte: Hospital Sírio Libanês

Karla Precioso

Karla Precioso é jornalista e amiga das leitoras de AnaMaria, com quem conversa todos os dias. Adora o contato com a natureza, onde geralmente se inspira para escrever mensagens em busca de uma vida mais feliz.

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.

Para ter seu próprio avatar no site é preciso se registrar no gravatar.com