21 fev

Beleza, Bem-estar

Problemas de flacidez no braço estão com os dias contados

Por Karla Precioso postado em 21/02/2012 às 12h00

Comentários (0)

Foto reprodução

Foto reprodução

Vilão unânime entre as mulheres, a flacidez nos braços não tem idade nem pré-requisito para acontecer. Aos 20 anos ou aos 40, tanto faz, o “tchauzinho Maria Mole” pode vir a aparecer. Trata-se da região do músculo chamado de tríceps braquial, conhecida popularmente como o músculo do tchauzinho, e que por si só é uma região com tendências a reter gordura, uma vez que acumula 60% de toda massa muscular do braço. O agravante é que, também neste caso, a gravidade não costuma trabalhar em prol da situação e, então, o músculo do tríceps começa a “despencar”.  Boa parte do público feminino não é fã dos exercícios para braços, pois há a crença de que este tipo de exercício possa as deixar masculinizada com o fortalecimento do tríceps. “Hoje, podemos afirmar com 100% de precisão que essa masculinização não ocorrerá, já que as cargas e estímulos utilizados nos exercícios prescritos impossibilitam este efeito de ganho excessivo de massa muscular”, afirma Saturno de Souza, diretor técnico da Bio Ritmo Academia. Para a mulher se tornar musculosa a tal ponto é necessário um trabalho específico e extremamente intenso para este músculo do braço. “É preciso também contar com uma genética favorável, já que a baixa presença de testosterona no organismo feminino não colabora para este crescimento”, conclui Saturno.  

Entre outros motivos da flacidez, a alimentação irregular e a genética também estão associadas. Além disso, a falta de um trabalho específico para este músculo da parte posterior do braço, durante as atividades diárias, auxilia o acúmulo de gordura nesta região.  Para combater esse “tchauzinho Maria Mole”, alguns exercícios são indicados e devem ser incorporados ao treino feminino. Atividades localizadas na região do tríceps com contração isotônica (flexionando e relaxando a musculatura), além da isométrica (contração mantendo parado o braço por alguns segundos) são algumas dicas do diretor técnico da Bio Ritmo Academia, Saturno de Souza.  O “tchauzinho Maria Mole” incomoda e intimida as mulheres de todas as idades, especialmente nos dias quentes de verão, quando os braços ficam sempre expostos. A Bio Ritmo Academia possui, em seu acervo de modalidades, algumas aulas que exigem esforço equilibrado de toda musculatura do corpo, incluindo o tríceps e periféricos. É o caso do Bio Suspension Training, que utiliza o próprio peso do corpo como força de resistência muscular, trazendo benefícios para o fortalecimento do core (centro de força). Com a prática de exercícios físicos como este, que movimentem o tríceps braquial, aliada a uma alimentação balanceada, é possível combater este mal que aterroriza tanto as mulheres.

Mais dicas, clique aqui.

Karla Precioso

Karla Precioso é jornalista e amiga das leitoras de AnaMaria e Viva! Mais, com quem conversa todos os dias. Adora o contato com a natureza, onde geralmente se inspira para escrever mensagens em busca de uma vida mais feliz.

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.

Para ter seu próprio avatar no site é preciso se registrar no gravatar.com