06 set

Bem-estar

Sibutramina não aumenta risco de doença cardiovascular

Por Karla Precioso postado em 06/09/2010 às 20h05

Comentários (4)

Foto divulgação

Foto divulgação

A ingestão de sibutramina, mesmo a longo prazo, não aumenta o risco de infarto ou AVC em pacientes sem histórico de doenças cardiovasculares. A conclusão foi divulgada na última quinta-feira na revista “New England Journal of Medicine”. “Isso prova que a bula do medicamento sempre esteve certa e que as conclusões anteriores eram precipitadas”, disse o endocrinologista Walmir Coutinho durante o 29º Congresso de Endocrinologia e Metabologia esta semana, em Gramado. O estudo foi realizado com 10.000 pessoas durante seis anos e teve a participação de oito países, incluindo o Brasil. Constatou-se que pacientes com doenças cardiovasculares tiveram um aumento de 16% no risco de ter infarto ou AVC não fatal. “Essa sempre foi uma contraindicação da droga”, complementa Coutinho. Não houve relatos de pacientes com problemas psicológicos, como dependência ou depressão.

No início do ano, a Agência Europeia de Medicamentos (Emea) proibiu a venda de sibutramina depois da divulgação de alguns dados parciais do mesmo estudo. Em março, a Anvisa tornou obrigatória a apresentação de receita azul para a venda do medicamento. Em julho, determinou que a dose máxima a ser receitada não deve passar de 15 miligramas diárias. Houve uma interpretação errada dos resultados. Não é necessário enquadrar o produto como uma droga capaz de causar dependência. Isso só dificulta o tratamento e afasta pacientes”, afirma Ricardo Meirelles, presidente da Sbem (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia).

Fonte: Folha

Karla Precioso

Karla Precioso é jornalista e amiga das leitoras de AnaMaria e Viva! Mais, com quem conversa todos os dias. Adora o contato com a natureza, onde geralmente se inspira para escrever mensagens em busca de uma vida mais feliz.

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.

Para ter seu próprio avatar no site é preciso se registrar no gravatar.com

Comentários (4) em "Sibutramina não aumenta risco de doença cardiovascular"

  1. Marisa disse:

    Eu já emagreci uns bons kilos usando a Sibutramina, bendita seja.

    Mas além disso eu precisei tomar isso junto por algum motivo (médico receitou): http://www.drogarianovaesperanca.com.br/medicamentos/controlados/cloridrato-de-fluoxetina-20-mg-sol-oral-fr-20-ml-4031/

  2. vilma disse:

    eu ja tomei eemagreci bastante
    santo remédio…gostei muito pq me deixava
    super eletrica e bem disposta