21 jun

Saúde

Espinafre reduz risco de doenças do coração

Por Karla Precioso postado em 21/06/2011 às 12h00

Comentários (2)

Não é à toa que o personagem de desenho animado, Popeye, fica  forte ao comer espinafre. A nutricionista Ana Paola Monegaglia explica que os benefícios desse vegetal são muitos: é rico em vitamina A e C, ferro, cálcio, potássio (100 gramas de espinafre tem quase um terço da quantidade diária que o organismo necessita), fibras, ácido fólico e proteínas vegetais. Sem falar que tem pucas calorias. O consumo é especialmente indicado para gestantes, principalmente no início do período gestacional, ou por mulheres que planejamengravidar, já que previne disfunções neurológicas congênitas. Fora isso,  também é essencial para a formação da hemoglobina, prevenindo e tratando doenças sanguíneas, como a anemia. Outros benefícios: ajuda a melhorar a oxigenação celular, melhorando o funcionamento cerebral e diminuindo os sintomas clínicos da depressão. Também fortalece o sistema imunológico, evita a degeneração macular, protege a pele, com seu poder fotoprotetor, e auxilia no bom funcionamento do intestino. 

Veja outras maravilhas: estudos recentes têm demonstrado que vegetais com folhas verdes escuras, como o espinafre, podem reduzir significativamente o risco de doenças do coração e certos tipos de câncer. Rico em cálcio e magnésio, a verdura também é benéfica para quem sofre de osteoporose. O consumo regular do vegetal  aindaajuda a prevenir a anemia e  tensão pré-menstrual. “Por sua composição nutricional, o espinafre é um poderoso antioxidante no combate aos radicais livres, ajudando assim na prevenção do câncer, principalmente de pulmão e próstata. Pelo fato de fortalecer o sistema imunológico, pode diminuir a incidência de doenças relacionadas às infecções.

Quanto consumir?

Uma xícara de espinafre cru ou 1/2a xícara de espinafre cozido fornece o suplemento de um dia inteiro de vitamina A. Uma xícara de espinafre fresco também fornece 190 mcg (microgramas) de folato, nutriente especialmente importante para mulheres grávidas.

 Apesar do espinafre oferecer muitos benefícios para a saúde, se ingerido em excesso pode ser tóxico para o organismo. A nutricionista Paula Corrêa explica que isso só ocorre se o vegetal for consumido cru e em grandes quantidades.  Outro problema do consumo excessivo do espinafre é que, por conter uma grande quantidade de ácido oxálico, inibe a absorção de cálcio e ferro. 

Quem deve evitar:

Pessoas com propensão ao desenvolvimento de pedras nos rins devem evitar o consumo de grandes quantidades de espinafre cru.

 Como consumir:

Para garantir que você consuma todos os nutrientes do espinafre, como todas as verduras, a melhor forma de preparar o espinafre é no vapor. Esse método, além de preservar a textura e o sabor, minimiza a perda de vitaminas solúveis na água.

Karla Precioso

Karla Precioso é jornalista e amiga das leitoras de AnaMaria, com quem conversa todos os dias. Adora o contato com a natureza, onde geralmente se inspira para escrever mensagens em busca de uma vida mais feliz.

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.

Para ter seu próprio avatar no site é preciso se registrar no gravatar.com

Comentários (2) em "Espinafre reduz risco de doenças do coração"

  1. Ela disse:

    Oi, bacana o blog! Vou fazer um suflê de espinafre hoje. Adoro esta hortaliça. Mas li que ela deve ser consumida moderadamente, por conter um químico chamado ácido oxálico, que é um anti-nutriente (dificultando a absorção do próprio ferro do espinafre e do cálcio contido em outros produtos consumidos na mesma refeição). O que acha? abraços, Ela