17 jul

Saúde

Na hora de malhar, cuidado com os joelhos

Por Karla Precioso postado em 17/07/2011 às 10h00

Comentários (0)

foto reprodução

foto reprodução

Para quem já tem lesão prévia ou alguma lesão em potencial, é preciso abrir os olhos com os exercícios praticados em academia com finalidade de condicionamento físico, ganho de massa muscular, perda de peso e exercícios aeróbicos. Os exercícios que merecem nossa principal atenção são os aparelhos extensores de joelho, pois pessoas que sofrem de desvio da patela ou rótula deverão ter mais cuidado ou até evitá-los, para não ocorrer o desgaste da cartilagem levando  a dores e até a artrose precoce.

Outro aparelho que requer cuidado é o leg-press inclinado assim como os exercícios de agachamento, que também podem levar a um desgaste rápido das cartilagens de todo o joelho. 

 O joelho é solicitado em quase toda atividade física. Não são apenas os atletas que correm o risco de sofrer lesões. Quem faz qualquer atividade física deve estar atento a práticas de prevenção, como fortalecer a musculatura da região e fazer alongamento. Os sedentários também não escapam, já que a falta de exercícios também resulta em problemas. Os mais comuns são inflamações causadas por má postura ou sobrecarga — que pode ser causada por excesso de peso ou pelo exagero no tempo de atividade e repetição do movimento.

A prevenção desses problemas consiste na realização de avaliação física e em seguir a indicação da carga e intensidade ideais para o seu condicionamento. Também é importante fortalecer a musculatura das coxas, responsáveis pela estabilidade da articulação. “Outro passo essencial na prevenção de complicações é o alongamento correto dos membros inferiores”, diz Alexandre Póvoa Barbosa, ortopedista especialista em joelhos da Clínica Orthobone. 

Para quem já teve alguma inflamação no joelho, é preciso ter acompanhamento médico antes de voltar à rotina de exercícios. “Os métodos de reabilitação estão bastante avançados. Somente quem tem problemas mais sérios, que envolvem cirurgia, sofre o risco de ter a capacidade da região comprometida”, explica Alexandre. Essas lesões mais graves são menos frequentes. Normalmente ocorrem em duas áreas do joelho: no menisco, cartilagem atingida por impacto com o chão, como no vôlei ou na corrida, ou nos ligamentos — parcial ou completamente rompidos por movimentos de torções, comuns no futebol. As lesões, assim como as fraturas do osso, podem comprometer a capacidade da articulação de maneira irreversível. “É importante o esforço no trabalho de fortalecimento da musculatura por meio de exercícios e alongamento, que aumentam as chances de o paciente ter a melhor recuperação possível”, esclarece o ortopedista. 
SEDENTARISMO

Mal comum entre mulheres que não praticam nenhuma atividade física, a síndrome da dor anterior do joelho pode causar desconforto, principalmente durante esforços como subir escadas ou longas caminhadas. O problema se caracteriza pelo encurtamento dos músculos anteriores da coxa devido à falta de exercícios, o que causa o deslocamento da patela. O problema pode ser controlado por meio de exercícios e alongamentos específicos para o desenvolvimento dos músculos da coxa.

A dor é causada pelo deslocamento da patela, que sofre atrito para fazer certos movimentos. “Como o joelho perde estabilidade para realizar certos movimentos, o que leva à dor, é preciso fazer um programa de reforço da musculatura da perna por meio de exercícios leves, com aumento progressivo da carga, por exemplo”, sugere Alexandre.
Dicas de prevenção

• Fazer uma avaliação física antes de começar qualquer atividade.

• Seguir as instruções de carga e intensidade recomendadas por um profissional de educação física.

• Sempre aquecer antes de iniciar o exercício.

• Nunca se esquecer de alongar corretamente a musculatura após as atividades físicas.

• Usar tênis adequado para a modalidade. 

fonte: Alexandre Póvoa Barbosa – Ortopedista e Médico do Esporte, Clínica Orthobone, tel: (11) 21652351

Karla Precioso

Karla Precioso é jornalista e amiga das leitoras de AnaMaria e Viva! Mais, com quem conversa todos os dias. Adora o contato com a natureza, onde geralmente se inspira para escrever mensagens em busca de uma vida mais feliz.

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.

Para ter seu próprio avatar no site é preciso se registrar no gravatar.com