27 nov

Saúde

Prato colorido: além de bonito, muito mais saudável e nutritivo

Por Karla Precioso postado em 27/11/2011 às 12h00

Comentários (0)

Quanto mais colorido o prato, mais bonito e saudável ele fica. Foto Mari Queiroz

Quanto mais colorido o prato, mais bonito e saudável ele fica. Foto Mari Queiroz

O prato não precisa ter todas as cores, mas algum contraste é importante para quebrar uma possível monotonia cromática. Por exemplo, se você servir um risoto milanês, que é um prato amarelo (à base de queijo e creme de leite), é legal ornamentá-lo com uma folhinha de hortaliça, como o manjericão (o melhor amigo das massas e risotos). O contraste entre o amarelo e o verde tornará o prato mais elegante. Almôndegas e hambúrgueres também ficam lindos sobre ‘caminhas’ de folhas de alface. O velho e bom arroz com feijão já tem o contraste ideal.

Mas, muito além de deixar o prato mais bonito, o contraste de cores demonstra que a refeição está completa, com todos os nutrientes que o organismo precisa. Isso mesmo. Os nutricionistas não se cansam de dizer que quanto mais cores nos alimentos colocados nos pratos, melhor é a dieta. Eles recomendam que no supermercado as pessoas deixem seus olhos escolherem e encham o carrinho com frutas e vegetais das mais variadas cores. A coloração acaba denotando a presença de pigmentos e, por isso, uma dieta colorida tem melhores chances de ser mais saudável.

Karla Precioso

Karla Precioso é jornalista e amiga das leitoras de AnaMaria, com quem conversa todos os dias. Adora o contato com a natureza, onde geralmente se inspira para escrever mensagens em busca de uma vida mais feliz.

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.

Para ter seu próprio avatar no site é preciso se registrar no gravatar.com