06 dez

Curiosidades, Dicas de viagem, Lugares Im-per-dí-veis

A Torre Eiffel e o Arco do Triunfo: não dá para deixar de visitá-los!

Por Naíma Saleh postado em 06/12/2011 às 14h00

Comentários (6)

Bonjour, meninas!

Ça va?

Para fechar nosso roteiro pela Cidade Luz com chave de ouro, nada melhor do que fazer um passeio pelos lugares-símbolo da cidade, aqueles que não tem como, em-hi-pó-te-se-al-gu-ma, deixar de conhecer! Allons-y!

LA TOUR EIFFEL

Ainda mais linda à noite! (Foto: Acervo pessoal)

Ainda mais linda à noite! (Foto: Acervo pessoal)


A “dama de ferro” é simplesmente a cara de Paris. Não tem como evitar. É só falar em França que a imagem da Torre Eiffel aparece automaticamente na cabeça. (Junto com a do francês usando boina e segurando uma baguete debaixo do braço…)  Puro esteriótipo, claro! Mas não dá para negar que a construção é uma parte (MUITO importante por sinal!) do espírito de Paris. Além de ser a estrela principal dos cartões postais, vislumbrar a torre no horizonte enquanto se passeia por lá é ter a certeza de que  não é sonho: você está mesmo na capital do amor!

No entanto, nem todos os parisienses concordam com isso: alguns dizem até que a vista que se tem lá de cima é realmente a mais bonita porque é o único jeito da torre não estragar a paisagem. (oi?)

Mas, vamos aos fatos: a dama de ferro de Paris foi projetada por Gustave Eiffel, para a Exposição Universal de 1889 e também celebrar o centenário da Revolução Francesa neste mesmo ano. Eiffel nasceu em Dijon, era engenheiro, especializado em estruturas metálicas e extremamente inovador. Além de projetar a torre que recebeu o seu nome (e que foi o ponto mais alto de sua carreira), ele também é o responsável pela estrutura da Estátua da Liberdade (sim, a própria), pela estrada de ferro de Bordeaux, entre outras cositchas mais.

Olhando de baixo para cima... (Foto: Acervo pessoal)

Olhando de baixo para cima... (Foto: Acervo pessoal)

Na verdade, a Torre Eiffel, foi construída para durar no máximo 20 anos. Maaas, como ela se mostrou útil para diversas experiências científicas, principalmente no que diz respeito à transmissão radiofônica, ela foi ficando… E até hoje faz o maior sucesso.

Mais 7 milhões de pessoas visitam a Torre Eiffel todos os anos, sendo que ¾ desse pessoal é estrangeiro. No total, estima-se que mais de 250 milhões de pessoas já passaram por lá desde a sua inauguração – ooh lalá!

Como eu ajudei a aumentar essas estatísticas, não posso deixar de dizer: é mesmo um passeio IM-PER-DÍ-VEL! Além de aproveitar a paisagem, vale a pena também almoçar no restaurante do primeiro andar da torre, o 58 Tour Eiffel – eu recomendo! O menu completo com entrada, prato principal e sobremesa sai por 23 euros.

A Torre Eiffel abre das 9 h à meia-noite durante o verão e das 9h30 às 23h30 de setembro à maio.

A entrada varia de 3,20 à 13,40 €, dependendo do número de andares visitados e de do tanto de esforço necessário para chegar até eles… (em outras palavras, se você vai de escada ou de elevador).

Ah! Vale lembrar que toda noite, a cada hora cheia, a torre se ilumina durante cinco minutos – são mais de 20.000 lâmpadas acendendo em pisca-pisca. Preciso dizer que é incrível?

L’ARC DU TRIOMPHE

L'Arc de Triomphe ao entardecer (Foto: Acervo pessoal)

L'Arc de Triomphe ao entardecer (Foto: Acervo pessoal)

No centro da Place Charles de Gaule, também conhecida como Place de l’Étoile (que quer dizer Praça da Estrela), com quase 50 metros de altura está, imponente, o Arco do Triunfo. Ele foi construído entre 1806 e 1836, depois de diversas alterações no projeto original, decorrentes das sucessiiiiiiivas mudanças no poder político do país.

O monumento presta homenagem a todos que combateram pela França, particularmente durante as guerras Napoleônicas. No topo e na parte interna do Arco, estão gravados os nomes dos generais e das batalhas travadas. Existe ainda  a Tombe du soldat inconnu (“Tumba do soldado desconhecido”) onde um soldado não identificado da Primeira Guerra Mundial está sepultado . Por iniciativa de Gabriel Boissy, poeta e jornalista, desde 11 de novembro de 1923, a flame du souvenir (“chama da memória”), queima sem parar embaixo do Arco, como forma de lembrar todos os mortos em conflitos pela França. Ela é reavivada todos os dias às 18h30 por uma das 900 associações de ex-combatentes de guerra.

Ou seja, apesar de ser um dos principais pontos turísticos de Paris, o Arco do Triunfo é, antes de tudo, um monumento patriótico.

E, ao passar pela Cidade do Amor, você poderá visitá-lo das 10h às 23 horas de setembro à abril ou das 10h às 23h30 durante o verão! A entrada custa 8€.

Mas, prepare-se: você vai precisar de bastante fôlego para chegar até o topo…

Escadas em espiral - é proibido usar salto alto para visitar o arco (Foto: Acervo pessoal)

Escadas em espiral - é proibido usar salto alto para visitar o arco (Foto: Acervo pessoal)

Com esse post encerramos oficialmente o nosso passeio por Paris – por enquanto! Como vou passar o Ano-Novo por lá, logo, logo terei mais novidades e dicas para contar para vocês!

À Bientôt, meninas!

Naíma Saleh

Virginiana, romântica assumida e meio controladora (mas só às vezes!). Ama ler, desenhar, falar sozinha e... viajar! Já morou na Espanha, nos Estados Unidos e agora está passando uma temporada na França. Mas não se engane: ela ainda tem mais uns 1000 planos de viagens guardados!

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.

Para ter seu próprio avatar no site é preciso se registrar no gravatar.com

Comentários (6) em "A Torre Eiffel e o Arco do Triunfo: não dá para deixar de visitá-los!"

  1. Nicole disse:

    Nossa, como eu amo Paris. Cada artigo seu me faz querer voltar lá novamente….

  2. IVANA ALBUES SILVA disse:

    ADOREI SEU ARTIGO .JA ESTIVE EM PARIS VARIAS VEZES……

  3. Lourdes Freire disse:

    Sempre que eu leio teus artigos viajo com você. Tenho vontade de conhecer por onde já passou ou voltar aos lugares que já conheci. Paris é maravilhosa, já estive por lá algumas vêzes e espero poder voltar mais algumas.

  4. Milene disse:

    Oi Naima, curti bastante seu blog, te mandei um email, ve se consegue me ajudar..pls