02 mar

Curiosidades, Dicas de viagem, Lugares Im-per-dí-veis, Sem categoria

Três tours, três jeitos diferentes de conhecer Edimburgo

Por Naíma Saleh postado em 02/03/2012 às 11h26

Comentários (4)

Bom dia, meninas!

Durante a minha estadia em Edimburgo, fiz três tours para conhecer melhor a capital escocesa. Recomendo os três.

Casinhas escocesas (Foto: Acervo pessoal)

Casinhas escocesas (Foto: Acervo pessoal)

Aliás, essa é uma dica preciosa de viagem: na maioria das grandes cidades, você consegue encontrar walking free tours. Tá certo que precisa de um pouco de disposição e que as condições climáticas nem sempre serão favoráveis (tivemos que enfrentar uma baita chuva para não perder as explicações do guia em Edimburgo), mas esses tours realmente valem muito à pena. Além das informações históricas básicas, é bom para conhecer as lendas locais e um pouco dos costumes também. Se você vier aqui pra Europa, dê uma olhada no site dos Sandeman (foi com eles que eu fiz esses tour por Edimburgo), que oferece esse tipo de serviço em várias capitais.

Mas, voltando à Escócia… O primeiro tour que nós fizemos foi justamente esse “gratuito”, que é o mais tradicional mesmo, para visitar os pontos turísticos da cidade. Eu usei as aspas porque apesar de não ser necessário comprar um ingresso, esse tour funciona no esquema tips based, ou seja, os guias esperam que no final você dê uma gorgeta se gostou do serviço.

Os outros dois tours foram à noite: um pelos bares (que eles chamam de pubcrawl) e outro pelos cemitérios. Não, não escrevi errado: fizemos um ghost tour para conhecer um pouco mais das histórias sangrentas e macabras de Edimburgo – que não são poucas.

Não gosto de histórias de terror, mas achei muito legal ter passado nos cemitérios por um motivo bem simples: foi em Edimburgo que a escritora J.K Rowling escreveu a série Harry Potter e para isso, ela se inspirou em vários elementos da cidade. Hogwarts, a escola de magia e bruxaria do livro, foi inventada a partir de uma escola real de Edimburgo, a George Heriot’s School, também dividida em quatro casas.

Harry Potter (Foto: Divulgação)

Harry Potter (Foto: Divulgação)

Tá, e qual é a ligação com os cemitérios? Bom, vários personagens tiveram seus nomes tirados das lápides, como Tom Riddle (dizem que essa última é a tumba mais visitada EVER, mas não consegui encontrá-la) e Professora McGonagall (olha a foto!). Tom Riddle foi o único nome completo que Rowling decidiu usar no livro, para os demais, ela misturou nome de um com sobrenome de outro…

O café onde Rowling passava as tardes desenvolvendo as histórias, o The Elephant House Cafe também pode ser visitado… e fica bem perto do cemitério. Os livros da série Harry Potter já venderam mais de 400 milhões de cópias e transformaram a autora na mulher mais rica do Reino Britânico – alguns dizem que ela ficou mais rica que a própria rainha e que a filha dela estuda justamente na escola que inspirou Hogwarts, uma das mais caras do reino…

Se você leu Harry Potter, garanto que o nome da lápide soará familiar... (Foto: Acervo pessoal)

Se você leu Harry Potter, garanto que o nome da lápide soará familiar... (Foto: Acervo pessoal)

Tanto na Escócia quanto na Irlanda, deu para perceber que eles são bem místicos. O folclore é bem carregado de histórias fantásticas, principalmente com fadas, que na verdade, para eles, não são criaturas nada amigáveis, bem diferente das simpáticas senhorinhas do desenho da Bela Adormecida…

O preço do ghost tour pelo Sandeman é de 12€ para adultos e 10€ para estudantes.

Quanto ao pubcrawl, o tour pelos bares, além de ser um jeito ótimo de conhecer a vida noturna da cidade (principalmente de Edimburgo, que tem um número incrível de bares por m²) , também é uma excelente maneira de conhecer gente nova! O trajeto passa por quatro bares – sendo que em cada um deles você tem direito a um drink ou a um shot, dependendo do lugar  - e termina em uma balada.

O preço do pubcrawl é de 14 € por pessoa.

Então, um brinde à sexta-feira, meninas!

Cheers! (Foto: Acervo pessoal)

Cheers! (Foto: Acervo pessoal)

Espero que vocês tenham gostado do passeio!

Até a próxima! =)

Beijos

Naíma Saleh

Virginiana, romântica assumida e meio controladora (mas só às vezes!). Ama ler, desenhar, falar sozinha e... viajar! Já morou na Espanha, nos Estados Unidos e agora está passando uma temporada na França. Mas não se engane: ela ainda tem mais uns 1000 planos de viagens guardados!

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.

Para ter seu próprio avatar no site é preciso se registrar no gravatar.com

Comentários (4) em "Três tours, três jeitos diferentes de conhecer Edimburgo"

  1. Carol Bombom disse:

    Fantástico Na, fiquei tão curiosa que conseguiu me estimular a conhecer este lugar fabuloso. Acho que entrará na lista dos lugares que quero conhecer. Beijos.

  2. meire disse:

    muito charmoso..