27 jul

Zíbia e você

Para tirar proveito da vida moderna

Por Redação Viva!Mais postado em 27/07/2009 às 16h13

Comentários (0)

Faça um momento de reflexão para cuidar de você: sente-se num lugar agradável e relaxe. Desligue-se da agitação a que se habituou e perceba o quanto está tensa. Imagine-se dando um passo para trás, como se fosse outra pessoa, e analise a mulher na sua frente. Sinta seus sentimentos, suas emoções, seus projetos, suas conquistas e seus fracassos; o que valeu a pena e os bloqueios que limitam seu desempenho. A vida moderna trouxe avanços tecnológicos que facilitaram nosso dia a dia. Em contrapartida, criou necessidades que nos seduziram a ponto de nos fazer agir freneticamente para obtê-las.

O mundo está alvoroçado, a sociedade seletiva e o mercado de trabalho exigem sempre mais. Há alguns anos, ter diploma universitário ou técnico e ser ético já garantia o emprego e o sustento da família. Hoje, isso não basta e o profissional vive sob a pressão de atualizar-se constantemente. E, ainda assim, como há muita concorrência, vive tenso, com medo que lhe tomem o lugar.

Os costumes são outros e as mulheres, que durante séculos viveram reprimidas, estão mais livres para escolher qual rumo dar às suas vidas. As que têm bom-senso usam sabiamente a liberdade conquistada. Já outras, despreparadas, mergulham nos excessos, passando por cima da ética – principalmente em seus relacionamentos amorosos!

O conceito de família também mudou. Com medo da opinião alheia, as pessoas se preocupavam mais com as aparências. Relevavam qualquer coisa, desde que ninguém soubesse. Hoje, entretanto, um relacionamento só se mantém quando os envolvidos querem. Há mais sinceridade! E acabou-se o tempo em que o pai era o senhor absoluto dentro de casa – os que ainda tentam impor sua vontade à força acabam sozinhos. É o momento do diálogo, do entendimento, da amizade.

Tantas transformações provocam insegurança, principalmente em quem conserva as crenças antigas impostas pela religião ou pela sociedade e ainda não parou para analisar se elas são falsas ou verdadeiras. Afinal, como sempre repito neste espaço, ideias falsas levam a escolhas erradas e provocam sofrimento.

Hoje, dispomos de muito conhecimento sobre o comportamento humano. A vida está cheia de exemplos de pessoas que escolheram errado e estão pagando um preço muito alto por isso.

Quando você escolhe está programando os resultados. A responsabilidade do que está acontecendo em sua vida é só sua. Não adianta culpar os outros, o universo, Deus. Reconhecer como e onde você falhou ensina muito e corta o fluxo ruim, uma vez que depois dessa experiência aprenderá a agir de forma diferente.

Mesmo assim, você ainda errará várias vezes porque nos iludimos muito, mas a realidade sempre aparece. O curioso é que, como somos resistentes às mudanças, aprendemos mais com os erros do que com os acertos.

Então, analise: você tem conservado a serenidade e a paz na correria da vida moderna? Precisa mesmo assumir tantas responsabilidades? Tem dedicado um tempo para fazer o que gosta ou até para não fazer nada? Usa de bom-senso ao consumir ou comprar coisas que nunca usará? Cuida de seu corpo, exercitando-se e mantendo uma alimentação saudável?

Após tais reflexões, pense em Deus; mentalize a luz branca do Cristo se derramando sobre sua cabeça; entregue a ele todas as suas preocupações e peça inspiração para manter a paz.

Use seu poder nessa prece e não pense mais nos problemas. Não se atormente. Faça o que for possível e esqueça. A vida trabalha a seu favor. Quando você fica no bem, abre a porta para acontecer o melhor. São os meus votos!

Aline Barros

A pastora lançou 29 CDs, 6 DVDs e o livro Fé e Paixão (ed. Thomas Nelson Brasil).

Padre Juarez de Castro

Apresenta programas de TV e rádio, já lançou quatro discos e é autor do livro As Chaves da Perseverança (Ed. Lua de papel/Leya).

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.

Para ter seu próprio avatar no site é preciso se registrar no gravatar.com