Conheça a escova de carbocisteína que não leva formol

A escova de carbocisteína promete fazer sucesso nos salões de beleza. Sem formol, ela alisa o cabelo e não prejudica a saúde dos fios

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 11/05/2011 em

AnaMaria

um conteúdo de

Conheça a escova de carbocisteína que não leva formol
Fernanda Cury

A carbocisteína penetra no fio e ajuda a tratá-lo
Foto: Dreamstime

Essa novidade promete fazer sucesso nos salões de beleza. "A escova de carbocisteína, uma substância à base de aminoácidos e vegetais, alisa e dá brilho aos fios, sem causar danos à saúde", afirma Antônia Oliveira, cabeleireira da Ophicina do Cabelo, do Rio de Janeiro.

5 dúvidas sobre a nova escova

Qual a diferença entre carbocisteína e formol?
O formol age só na superfície, causando a quebra dos fios. Já a carbocisteína penetra na parte interna do cabelo, tratando-o profundamente. "Ao contrário do formol, a nova escova não faz mal à saúde, não libera cheiro ou fumaça nem irrita os olhos", explica Rita Abreu, gerente de marketing da marca Avlon, fabricante do novo produto.

Qual o resultado?
"Ela reduz o volume, hidrata e dá brilho ao cabelo. E, se feita gradativamente, alisa e dá caimento aos fios", conta Antônia. Por isso, para quem quer um resultado de alisamento progressivo, ela deve ser refeita a cada três meses.

Ela alisa até o afro?
Sim, ela dá ótimos resultados em todos os tipos de cabelos. Até mesmo o cabelo branco, sempre rebelde, fica liso e disciplinado com o tratamento.

O produto pode ser aplicado apenas na metade do fio, deixando a raiz lisa e as pontas cacheadas?
"Sim. O produto pode ser usado de várias formas, depende do desejo da cliente. Este é o único tratamento que modela o cabelo como quiser: liso, ondulado ou cacheado", comenta Antônia.

A nova técnica tem contraindicações?
"Não, a carbocisteína é compatível com todas as químicas", diz Rita.

Converse com o seu cabeleireiro sobre a novidade!