Escova marroquina: o alisamento que também pode definir cachos

Conheça a escova marroquina, um alisamento feito à base de argila e óleo de cacau, que pode também ajudar a deixar os cachos mais definidos sem alisar

Com a proximidade do verão, novas tendências de cabelo começam a surgir. E para a estação de 2012, os fios lisos prometem estar em alta. Por isso, aumenta a procura pelos alisamentos. E um que tem conquistado muitas mulheres é a escova marroquina.

Por ser feita à base de argila e óleo de cacau, ela possui cheiro de pão de mel, o que a torna muita mais agradável. Mas o seu maior destaque é, na verdade, outro: enquanto a maioria das escovas exige três dias “de luto” do chuveiro, com essa você pode lavar o cabelo logo após a aplicação.

Outra vantagem que a escova marroquina promete é o tempo de duração do processo. “Leva em média 1 hora e meia, para pessoas com cabelo na altura da cintura. É quase três vezes a menos do que dura a escova à base de formol”, garante o cabeleireiro Eris Matos, do salão Um… Cabeleireiros, em São Paulo.

Origem: o Marrocos

O produto usado na escova marroquina é exclusivo de uso apenas profissional. Em sua composição, entre outros, estão os ingredientes: alumínio, silício, queratina, argila branca (que dá um efeito revitalizador) e óleo de cacau (garante o brilho e maciez dos fios). “Essa escova é compatível com todo o tipo de cabelo e dá um resultado incrível. Mas, como cada progressiva tem um efeito diferente, só quem testou outros métodos pode dizer qual achou melhor”, garante o especialista Eris Matos. O efeito liso dura em média dois meses. “Mas quanto mais crespo for o cabelo, menor será a duração”, diz Eris.

Escova marroquina: o alisamento que também pode definir cachos

Cachos soltos e definidos

A escova marroquina pode ser usada também para definir cachos. Foi essa técnica que o cabeleireiro Wilson Eliodorio, de São Paulo, usou no cabelo da atriz Taís Araújo, na época da novela “Viver a Vida”.

“O método de aplicação da escova marroquina é o mesmo das outras escovas. Porém, no cabelo de Taís, apliquei o produto, aguardei o tempo de pausa e lavei sem passar a chapinha. Por isso os fios não ficaram lisos, os cachos ficaram apenas mais soltos”, ensina o cabeleireiro.

“Além de deixar o afro natural, o tratamento hidrata os fios e acaba com o aspecto áspero. Ele pode ser feito em cabelo quimicamente tratado e não tem contraindicação”, explica ele.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s