Queda de cabelo: dicas para combatê-la em cada fase da vida

Os fios parecem mais ralos e menos volumosos do que de costume? Aprenda já como combater a queda de cabelo aos 20, 30, 40 e 50 anos de idade

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 30/07/2012 em

Estilo

um conteúdo de

Queda de cabelo: dicas para combatê-la em cada fase da vida

A cada idade, uma causa!
Foto: Getty Images

A queda de cabelo possui diversas causas: dietas restritivas, alterações hormonais, estresse e herança genética. Mas cada uma delas diz respeito à fase da vida na qual você se encontra.

Queda de cabelo: dicas para combatê-la em cada fase da vida

Foto: Divulgação

Aos 20 anos...

Anticoncepcionais com alto nível de hormônio masculino e dietas restritivas podem levar ao afinamento ou à queda. "Optar por uma pílula com antiandrógenos costuma ajudar, assim como reavaliar o cardápio", diz a dermatologista e tricologista Ana Carina Junqueira Bertin, de São Paulo. "Considere ingerir suplementos com vitaminas e minerais, sempre sob a orientação médica." Um cosmecêutico que estimule a circulação no couro cabeludo é indicado.

1. Dercos Amnexil Fórmula Mulher, Vichy, R$ 160* (12 ampolas)
2. Innéov Nutri-Care, Innéov, R$ 110*

Aos 30 anos...

O estresse pode provocar a queda. A alteração costuma ser temporária, mas não diminua as lavagens tentando reduzir o problema. "Isso tende a obstruir os folículos, o que acaba por acentuá-lo", diz a dermatologista Flavia Steinberg, de São Paulo. Alterne o xampu usual com um de limpeza profunda e não dispense o condicionador. Está grávida? "É comum perder fios após o parto, mas o crescimento se normaliza naturalmente", diz o dermatologista Celso Sodré, do Rio de Janeiro.

3. Balance Clean, Wella, R$ 48*
4. Ecru New York Protective Silk Conditioner, Ecru, R$ 67*

Queda de cabelo: dicas para combatê-la em cada fase da vida

Foto: Divulgação

Aos 40 anos...

Nessa fase, os folículos capilares começam a se estreitar e por isso geram fios mais finos. Os feixes brancos, que são mais frágeis e rebeldes, surgem para complicar o quadro. Aumente a nutrição do couro cabeludo com a ajuda de um tratamento tópico e também consulte o médico, que pode prescrever estimulantes da microcirculação. Para aumentar a flexibilidade e o brilho e deixar a fibra capilar mais resistente, use máscara semanalmente.

5. Stimuliste, Kérastase, R$ 176*
6. Age Densiforce Mascara, L'Oréal Professionnel, R$ 75, tel*

Aos 50 anos...

A herança genética afeta o cabelo ao longo de toda a vida, mas sua influência fica mais intensa conforme os anos se passam. Outro ponto importante é que o nível de estrógeno diminui na menopausa, o que leva ao afinamento e à perda. Converse com o dermatologista sobre a possibilidade de utilizar um medicamento vasodilatador, que ajuda a manter os folículos em perfeito funcionamento. Para disfarçar, apele para xampus e finalizadores que deem volume.

7. Body Full Volume Amplifier, Redken, R$ 77*
8. Volupt Spray, Sebastian, R$ 86*

No consultório

O laser fracionado, usado no tratamento da pele, é a nova arma para combater a queda.

A terapia com laser fracionado é a grande novidade entre os dermatologistas. O aparelho atinge o couro cabeludo de forma reticulada (milímetro sim, milímetro não), estimula a vascularização e, por tabela, melhora a chegada de nutrientes ao bulbo capilar. "Estudos realizados na Ásia indicam melhoras de 70 a 90% quando a perda capilar tem origem genética", diz Ana Carina Junqueira Bertin. O preço varia entre R$ 1,2* mil e R$ 2* mil, a sessão (são necessárias no mínimo cinco).

*Preços pesquisados em agosto/2012