Escova progressiva e outros tratamentos: descubra mitos e verdades

Há uma escova progressiva livre de efeitos colaterais? O médico tricologista Ademir Júnior esclarece essa e outras dúvidas sobre novos tratamentos

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 01/06/2011 em

M de Mulher

um conteúdo de

Escova progressiva e outros tratamentos: descubra mitos e verdades
Ana Carolina Alves

Escovas inteligentes, como a de carbocisteína, são menos danosas que as progressivas
Foto: Dreamstime

Escova progressiva sem efeitos colaterais para os fios; escovas inteligentes; xampu sem sal; tintura sem amônia; ativos capilares anti-aging. São tantas as novidades do mercado cosmético para os cuidados com os cabelos que nem sempre nos damos conta do que é bom ou ruim para a saúde dos fios.

O médico tricologista Ademir Júnior, especialista no cuidado da saúde dos cabelos, esclarece dúvidas e explica alguns mitos e verdades sobre tais novidades. Confira:

Há escova progressiva sem efeitos colaterais para os fios?

Mito. As chamadas ligações de enxofre definem a estrutura do fio de cabelo. Depois de quebradas, nunca mais voltam a ser exatamente igual. Compostos como hidróxido e amônia, necessários para a escova progressiva, precisam quebrar essas ligações para alisar os fios, lesando-as permanentemente. "Depois da escova progressiva, cabelos antes muito crespos não voltam a ganhar esse formato novamente", diz o médico.

Segundo ele, para evitar o problema o mais recomendável é não alterar o princípio ativo. Ou seja, se trabalhar com amônia na primeira vez da progressiva, não troque para o hidróxido e vice e versa.

Outra dica não é combinar o alisamento com descoloração. "É uma mistura explosiva. Quanto menos pigmento, mais danos", acrescenta. Além disso, no final do processo químico, vale apostar em ativos nutritivos e hidratantes para diminuir os danos causados aos fios.

E escovas inteligentes?

Verdade. As escovas inteligentes, como a de carbocisteína, também enfraquecem as ligações químicas de enxofre dos fios, porém são bem menos danosas. "Trata-se de uma escolha realmente inteligente, pois não causam um dano irreparável", diz Ademir Júnior. Pelo fato de serem menos agressivas, as escovas inteligentes também são menos duradouras.

Tintura sem amônia. É possível?

Verdade. Já existe no mercado de cosméticos uma tintura capilar sem amônia. O produto traz conforto para o couro cabeludo e cobre 100% dos fios brancos. Seu sistema de óleos atua de forma a conservar a estrutura do cabelo visto que utiliza um agente diferente da amônia, menos agressivo, para favorecer a coloração.

Existe xampu sem sal?

Mito. O sal é necessário para dar espessura ao xampu. Produtos que afirmam não conter sal podem não tê-lo em sua fórmula clássica (NaCl), mas o composto se forma necessariamente na associação de outros ingredientes. A quantidade de sal em xampus é muito baixa e não chega a danificar os cabelos. "O sal ajuda a limpar e quando diluído em água doce (a do chuveiro) não provoca efeito negativo nos fios", adiciona o médico.

Ativos capilares anti-aging funcionam?

Verdade. É fato que o cabelo envelhece. Por isso os ativos anti-aging trabalham na raiz para reparar o envelhecimento. Possuem em sua fórmula lipídeos e aminoácidos, que se fixam na raiz e diminuem a ação do meio ambiente. Os exemplos são os filtros solares capilares e o peeling capilar, que atua no couro cabeludo (e não no fio), melhorando sua saúde.