Tratamentos para cabelos quebradiços

Entenda tudo sobre cabelos quebradiços e aprenda a renovar as madeixas sem sair de casa

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 27/07/2010 em

Viva! Mais

um conteúdo de

Tratamentos para cabelos quebradiços
Belisa Rotondi
Tratamentos para cabelos quebradiços

Renove suas madeixas em uma semana
Foto: Dreamstime

Segure algumas mechas do seu cabelo e analise-as bem de pertinho. Os fios têm espessuras diferentes? Estão sem brilho, sem maciez e sem elasticidade?

Se a resposta for sim, sua cabeleira deve estar quebradiça. "O aparecimento de pontas duplas é outro forte indício do problema", completa o dermatologista Ademir Jr.

Felizmente, medidas simples - e caseiras! - são suficientes para reverter o quadro. Dependendo do caso, o cabelo já sinaliza melhora em apenas sete dias.

Blinde já seus fios!

Com apenas quatro perguntinhas você fica craque em identificar a quebra e em manter-se bem longe dela

1. Queda x quebra?
Se tem achado muitos fios espalhados pela casa - no travesseiro, no ralo do banheiro... - recolha alguns e analise a ponta deles.

Se houver uma pequena massa esbranquiçada nela, seu problema é a queda de cabelo. "Normalmente, um cabelo que sofre queda se desprende do couro cabeludo a partir de sua raiz", explica o dermatologista Ademir Jr.

Agora, quando o problema é a quebra, você sequer verá o fio inteiro, pois ele terá se rompido antes mesmo de chegar à raiz.

2. O que provoca a quebra?

A tração das escovas pode levar à quebra
Foto: Getty Images

Ela pode acontecer por danos físicos ou químicos. "A tração mecânica da escova e o excesso de calor do secador e da chapinha são algumas das causas físicas", diz Ricardo Bargas, técnico da Tânagra. Já os danos químicos incluem excesso de tintura, de progressiva e de relaxamento e o uso de produtos sem filtro solar.

3. Qual é o melhor tratamento?
Primeiro passo: tentar maneirar ao máximo nos danos físicos (escova e chapinha). "Evitar o uso de pentes finos também ajuda", garantem as consultoras técnicas Gisele Taniguchi e Miyuki Ishizaka, da empresa de cosméticos Honma Tokyo.

Segundo passo: fugir das químicas por no mínimo três meses.

Terceiro passo: manter as madeixas hidratadas, sobretudo com produtos indicados para restauração de fios, pois eles ajudam na recuperação da saúde capilar.

4. Como proteger a cabeleira?
Se você não quer abrir mão da chapinha nem do secador, pelo menos redobre os cuidados. "Nunca deixe de usar um leave-in com protetor térmico antes de qualquer procedimento mecânico (escova ou chapinha)", orientam as consultoras técnicas Gisele e Miyuki