nao

Processei o banco por ficar demais na fila e ganhei

Lutei por justiça e embolsei R$ 2 mil

Publicado em 19/08/2009

Roberta Rodrigues

Conteúdo SOU MAIS EU!
Foto: arquivo pessoal

Claro que é bom ganhar dinheiro, mas ele não paga o estresse que eu passei
Foto: arquivo pessoal

Aproveito o intervalo do almoço no trabalho para ir ao banco. Em 2007, tive o desprazer de ficar quase duas horas na fila de um e não pensei duas vezes: decidi processá-lo. É muita falta de respeito nos fazer perder tanto tempo! E outra: de que forma você vai justificar a demora com o seu chefe depois?

Como eu trabalho no Sindicato dos Bancários, já conhecia a ''lei da fila'' e resolvi usá-la a meu favor. Dei entrada no Juizado Especial Cível, que cuida de pequenas causas, e pedi uma indenização pelo mau atendimento e pela falta de estrutura da agência para atender os clientes.

Nada paga o estresse que senti

Pouco tempo depois, fui chamada para uma audiência, e o juiz me deu razão! Resultado: embolsei R$ 2 mil!

Claro que é bom ganhar dinheiro, mas ele não paga o estresse que eu passei naquele dia! Eu já havia usado o serviço eletrônico do banco. Porém, devido ao limite de valor, eu só poderia fazer outra movimentação na boca do caixa.

Na hora, vi que a fila estava enorme, mas tive que encarar. Quando percebi que ela mal andava, pedi para guardarem o meu lugar e fui reclamar com o gerente. Ele não fez absolutamente nada e ainda falou que eu tinha que aguardar para ser atendida.

Voltei para a fila, indignada, e esperei. Até que chegou a minha vez. Eu já tinha em mãos o extrato com a minha hora de entrada no banco. Depois de ser atendida no caixa, pedi ao funcionário um papel que comprovasse a hora da minha saída. Ele se negou a me dar. Aí, tive a ideia de tirar um extrato no caixa eletrônico. Ainda bem!

Antes de deixar o local, soltando fumaça pelas ventas, pedi para uma pessoa que acompanhou toda aquela demora ser a minha testemunha no processo. Ela aceitou, e deu tudo certo!

Entrei na Justiça por indignação

Foram poucas as vezes em que não enfrentei fila nessa agência. No mínimo, eu levo 15 minutos para chegar até o caixa!

Entrei na Justiça por uma questão de indignação, mesmo. Os bancos têm cada vez menos funcionários e mais máquinas. Quem paga o pato? O cliente! O consumidor precisa saber dos direitos que tem para reivindicá-los! Só assim conseguiremos ser bem atendidos. Eu fiz justiça!

Saiba mais sobre a chamada ''lei da fila''

Em 2005, entrou em vigor, em São Paulo, a Lei Municipal 13.948. Apelidada de ''lei das filas'', ela determina aos bancos que o atendimento nos caixas ocorra em até 15 minutos nos dias normais, 25 às vésperas de feriados e meia hora nos dias de pagamento de funcionários públicos.
Outras cidades, como Vitória, adotaram leis semelhantes.

Nesta matéria

  • Processei o banco por ficar demais na fila e ganhei

Comentários

Os comentários são pessoais e não refletem a opinião do MdeMulher.

Carmen - Breve relato:Ontem a tarde eu estava no Banco Santander no centro de Itanhaém/SP, estava super lotado, e como todo mundo que já esteve na agência sabe só haviam dois caixas atendendo, não parava de chegar gente, tanto que ar condicionado não dava conta, para piorar ainda mais uma das moças do caixa parou de atender e saiu, ficando só uma caixa, uma senhora que já estava esperando a muito tempo foi conversar com o gerente para ver se ele colocava mais uma pessoa para atender e disse que o gerente respondeu que o caixa havia queimado, imagina não existe isso, a senhora voltou muito nervosa e começou a reclamar e repetir em vós alta o que o gerente falou e, um senhor acabou se estressando e pronto começou o tumulto, e só assim depois de alguns minutos a segunda caixa voltou, quanto a mim tinha outras coisas para fazer, mas meu tempo foi roubado e passei 2 horas passando calor, susto e muito nervoso, isso por que o banco não respeita a lei e muito menos as pessoas.. - 10/12/2013 17:03:59

maria jose bezerra do nascimento - eu quero saber como faço para ter em minhas maos um papel que comprove que eu tenho direito na casa do que ele. Eu coloquei meu marido na justiça foi um bom tempo tempo de espera na hora da juiza falar ela comprovou que tenho todos os direitos da casa mais nao deu nem um papel para comprovar tudo isso agora meu marido diz que nao tenho direito nem um o que ele fala que a juiza falou tudo ao contrario eu queria poder ter um documento que comprove tudo que a juiza falou eu nao suporto ter que ficar ouvindo dele ao contrario sera que tem como eu procurar no forum algum documento para ter em maos. o que tenho que fazer . Porfavor me de uma solução nesse caso. Obrigado - 03/10/2013 18:23:48

diego - Caro Evan, é lamentável o fato de que muitos não captam o conteúdo daquilo que lhes é exposto, a estes, cito um exemplo prático: costumeiramente realizo compras em um hipermercado próximo ao meu trabalho, e com mais frequência ainda, me deparo com pessoas que se utilizam do caixa do mercado para simplesmente pagar contas! Impedem a fluência do atendimento, ficam 5, 10 min na fila, no último dia de vencimento de suas faturas, atrapalhando aqueles que realmente querem fazer compras! E estes mesmos são os que mais reclamam! Simplesmente por não terem se programado, utilizado meios mais práticos, mais inclusive, para o próprio pagador de contas! E no mais, se opinar é sinônimo de advogar, o que faz aqui? - 03/06/2013 20:51:49

Evan - Luiz e Diego são dois puxa-sacos. O cidadão utiliza o serviço que bem entende e confia, ninguém é obrigado a usar os serviços alternativos. Os bancos que coloquem mais caixas. esses dois são verdadeiros escravos do sistema. Os bancários os exploram e ficam milionários em cima desses manés, e ainda ficam dando uma de advogados. - 11/04/2013 15:45:59

drossi - Diego e Luiz... pedirei ao banco para que quando eu falhar com eles, que eles tenham bom censo e não me quebrem as pernas, já que eles podem ter boas iniciativas. Bancos pensam neles somente. Tudo que acontece no Banco é para seu próprio lucro. E estão totalmente certos nisso, desde que não prejudique que precisa do atendimento deles. Ficar numa fila durante um período de mais 1 hora, sendo qualquer hora do dia, é muita sacanagem. O Banco que contrate mais pessoas para o atendimento. O lucro está baixo? duvido. - 28/03/2013 15:45:20

Luiz - Dric. o "diego" tem toda razão. O brasileiro precisa aprender a utilizar outros meios para pagar suas contas. Só sabem reclamar, mas mal sabem comparar letras e números impressos nas senhas dos bancos com os que aparecem nos monitores de chamada de senha. Lamentável. Sacam dinheiro no caixa eletrônico e vão depositar na boca do caixa. Transferência existe pra quê? Experiência própria. Sou caixa de banco. - 27/12/2012 23:22:19

Veja todos os comentários

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.