Como reclamar de maus serviços nas redes sociais

O Facebook e o Twitter podem fazer valer os seus direitos. Mas é preciso usar a rede do jeito certo. Veja alguns passos para solucionar contratempos

Primeiro, reclame com a empresa. Se não tiver resposta, oficialize a queixa num órgão que pode solucionar o caso
Foto: Getty Images

O banco cobra uma taxa sem autorização. O cliente denuncia no Facebook. A loja não entrega a compra no prazo prometido. Quem adquiriu o produto exige urgência no Twitter. Enfim, as redes socias se tornaram mesmo uma arma nas mãos dos consumidores que querem fazer valer seus direitos.

Se o método funciona? Às vezes, pois a repercussão aflige apenas as grandes empresas. “Na maioria dos casos, a vítima fica sem resposta. Apenas reclamar virtualmente não torna a questão oficial. Só chama a atenção e não gera satisfação”, diz Maria Inês Dolcci, coordenadora institucional da ProTeste Associação Brasileira de Defesa do Consumidor.

No entanto, as redes sociais podem, sim, ajudar a solucionar o problema. Porém, é preciso utilizá-la a seu favor da maneira correta. Primeiro, reclame com a empresa. Se não tiver resposta, oficialize a queixa num órgão que pode solucionar o caso, como o Procon. Então, torne a pendenga pública nas redes sociais.

As dicas do ProTeste para seu contratempo ter solução rápida

· Avise a empresa do ocorrido e anote o número do protocolo. Problema não resolvido? Comunique ao Procon.

· Antes de publicar a queixa no seu perfil, pesquise o site ou perfil da empresa. Reclamar direto na mídia social da compahia dá mais resultado.

· Tenha provas, como a nota fiscal da compra, o produto quebrado ou estragado e os protocolos das vezes que você reclamou para a empresa.

· Não minta ou omita informações sobre o serviço ou produto.

Deu problema? Antes, vá ao procon!

Diretor executivo do Procon de São Paulo, Paulo Arthur Goes ensina os três caminhos para denunciar primeiro na fundação. Pode ser até pela internet.

· Ligue no 151.

· No site abr.io/procon você tem um espaço para reclamações.

· Lá, preencha o formulário, contando seu problema. O Procon irá protocolar a reclamação.

· Você pode, também, ir até a sede do órgão da sua cidade para registrar a queixa, que é gratuita.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s