Pular para o conteúdo principal

PUBLICADO EM

29/10/2014

ATUALIZADO EM

29/10/2014

Aumente sua voz e apareça!

Falar é um ato tão involuntário que a gente nem se dá conta dele. Pois os estudiosos alertam: a voz pode tanto facilitar quanto complicar nossa ascensão profissional.
Aumente sua voz e apareça!
Reportagem: Marcia Kèdouk - Edição: MdeMulher

A sua voz pode ser um instrumento muito importante na sua carreira
Foto: Getty Images

Juliana, de 27 anos, quase viu sua carreira derrapar por não perceber que falava alto demais ao telefone. "Como vivia fazendo contato com clientes, tinha certa intimidade com eles", lembra. "Por isso, era comum ter conversas mais informais e animadas. Fora que sou descendente de italianos: na minha família, falar baixo é sinônimo de tristeza e falta de ânimo. Sempre achei que expressava energia e bom humor agindo daquele jeito; nunca pensei que pudesse incomodar." Até que um vizinho de mesa foi reclamar de Juliana com a chefia. "O gerente me chamou para um café e explicou a situação." De fato, é bem comum encontrar profissionais que exageram no volume. "A poluição sonora é tão grande e corriqueira que você se acostuma a competir com ela, querendo superá-la", observa o fonoaudiólogo Domingos Sávio Ferreira de Oliveira, professor de técnica e expressão vocal da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Só que aprender a regular a velocidade e a altura da fala é fundamental para qualquer uma de nós chegar mais longe, garantem os especialistas. "A voz da mulher tem um poder muito grande, por expressar feminilidade e sedução", explica Reinaldo Passadori, professor e diretor do Instituto Passadori. "A profissional que está se firmando na carreira deve saber adequá-la a esse ambiente."

Sussurro suspeito

Segundo os entrevistados, em vez de expressar extroversão, falar muito alto passa a imagem de que você não é polida. "Pode demonstrar que não sabe ouvir, é intransigente e tem dificuldade para trabalhar em equipe", avalia Carolina Stilhano, gerente de comunicação da Catho Online. Por outro lado, ninguém deve cair no extremo oposto: o de quase sussurrar. "Quem é inseguro, tímido tende a diminuir o volume", explica Passadori. "E acaba indicando dificuldade de delegar tarefas e predisposição para fazer só o que é pedido - nada mais", analisa Carolina. A saída é dosar. "Falar um pouquinho mais alto que o suficiente para ser compreendida pode demonstrar envolvimento, disposição, interesse", acrescenta Reinaldo Polito, professor de oratória e mestre em ciências da comunicação. "Aliás, é uma boa forma de tocar na emoção de quem está ouvindo - só não vale exagerar."

Ritmo acelerado

Imagine que você vai pedir aumento e, para não parecer nervosa, acaba falando devagar demais. Outro equívoco, pois há o risco de parecer que não tem vocabulário suficiente, é desanimada ou ainda negligente. "Esse tipo de lentidão passa a ideia de que a pessoa se orienta mais pela emoção que pela razão, se ressente com feedback negativo, confunde o lado pessoal com o profissional", ressalta Carolina. "No entanto, é mais humanizada, sabe da importância do outro e ajuda em tempos de crise, porque é calma e demonstra equilíbrio." Existem algumas técnicas para melhorar a fala pausada demais. "Durante os intervalos mais prolongados, continue olhando para o ouvinte", ensina Polito. "Assim, não quebrará a linha invisível que liga quem transmite a quem recebe a mensagem. Depois, volte a se comunicar com energia, demonstrando que os momentos de silêncio não ocorreram por falta de vocabulário, e sim porque estava procurando um jeito mais adequado de continuar. E livre-se dos irritantes ‘ããã’, ‘ééé’." Falar rápido demais (na apresentação de um projeto, por exemplo) também é roubada - pode transparecer ansiedade, descontrole. "O segredo é pronunciar bem as palavras", diz Polito. "Se o seu jeito de falar costuma ser acelerado, mas sua dicção é boa, a mensagem será compreendida."

O som do sucesso

Normalmente, não estamos acostumadas a ouvir a própria voz. "Tanto que estranhamos quando a escutamos em uma gravação", observa Passadori. "O som que nos chega quando falamos é uma mistura do que nossos ouvidos captam e das ressonâncias internas - portanto, é diferente do real. Para conhecê-la de verdade, recomendo gravar e, depois de apertar o play, procurar identificar os aspectos positivos e os pontos para corrigir." Ele recomenda também pedir para alguém de confiança dizer o que acha da sua voz. "Não vale ser o namorado recente, porque ele vai dizer que é linda, maravilhosa... e não ajudará em nada", avisa Passadori, brincando. Juliana, a leitora que ocupava os ouvidos dos outros com seus problemas particulares, adotou essa prática. "Passei a perguntar sempre a uma amiga que sentava perto se estava passando da conta", revela.

Ler, cantar e respirar

Para acertar o tom na conversa com um cliente ou chefe, o professor Reinaldo Passadori ensina estes três exercícios:

Em um ambiente tranquilo, sente-se e inspire contando até sete. Segure o ar por um segundo, depois expire contando novamente até sete. Pratique dez minutos por dia e se sentirá mais relaxada e centrada, pronta para não deixar as emoções refletirem na voz.

Para melhorar a dicção e a expressão corporal, leia em voz alta uma poesia ou um conto dando dramaticidade ao texto. Pronuncie as palavras com clareza e procure variar a intensidade, alternando momentos fortes e fracos. A prática vai conferir a você maior controle vocal.

No banho ou no carro, cante suas músicas preferidas. Ajuda a desenvolver o ritmo e a beleza da fala, as variações de tons e de intensidade e sua sensibilidade.

Vote nas finalistas do 21º Prêmio CLAUDIA

Trabalho Social

  • Marineide Silva
    Marineide Silva

    Criou uma ONG para ensinar corrida para mais de 500 crianças e adultos no bairro mais violento de São Paulo

  • Brigitte Louchez
    Brigitte Louchez

    Está à frente de uma ONG que luta para combater a exploração sexual de crianças e jovens em Fortaleza, no Ceará

  • Mônica Azzariti
    Mônica Azzariti

    A fonoaudióloga prepara policiais para que resolvam ocorrências nas favelas sem violência, evitando conflitos

Consultora NATURA Inspiradora

  • Juthay Nogueira
    Juthay Nogueira

    Promove ações para evitar que os jovens entrem para o tráfico de drogas, em uma comunidade de Belo Horizonte

  • Nilcimar Maria Silvestre dos Santos
    Nilcimar Maria Silvestre dos Santos

    Fundou uma associação que apoia vítimas de agressão doméstica e estimula o empreendedorismo 

  • Rozimere Santos Oliveira Souto
    Rozimere Santos Oliveira Souto

    Líder que organiza a produção agrícola e o empreendedorismo entre as mulheres, no Sertão da Paraíba

Negócios

  • Cristina Junqueira
    Cristina Junqueira

    Criou o Nubank, cartão de crédito que pode ser administrado pelo celular, dispensa o banco e não tem anuidade

  • Mariana Alves Madureira
    Mariana Alves Madureira

    Trabalha para impulsionar o desenvolvimento econômico de lugares pobres estimulando o potencial turístico

  • Carla Renata Sarni
    Carla Renata Sarni

    Criou uma rede de consultórios que oferece tratamento odontológico a um custo acessível na periferia

Cultura

  • Anna Muylaert
    Anna Muylaert

    Diretora do filme Que Horas Ela Volta?, aqueceu a discussão sobre a exploração do trabalho doméstico no Brasil

  • Mari Corrêa
    Mari Corrêa

    Realiza oficinas de cinema em aldeias do Xingu e ensina os índios a registrar sua cultura, história e hábitos

  • Panmela Castro
    Panmela Castro

    Imprime sua arte em murais e performances e oferece oficinas para prevenir a violência contra as mulheres 

Ciências

  • Adriana Melo
    Adriana Melo

    Especialista em medicina fetal comprovou a relação entre infecções por zika em e as malformações em bebês

  • Eliana Abdelhay
    Eliana Abdelhay

    Desenvolve pesquisas a fim de melhorar os prognósticos de doenças graves e agiliza o diagnóstico de câncer

  • Thelma Krug
    Thelma Krug

    Restringe o desmatamento nas florestas e emissão de poluentes, responsáveis pelas mudanças climáticas

Revelação

  • Alessandra Orofino
    Alessandra Orofino

    Esta à frente de uma ONG que conecta pessoas interessadas em solucionar problemas no Rio de Janeiro

  • Raquel Helen Santos Silva
    Raquel Helen Santos Silva

    Destaca-se por criar projetos de empoderamento e por conseguir apoio internacional para as causas feministas

  • Samantha Karpe e Letícia Camargo Padilha
    Samantha Karpe e Letícia Camargo Padilha

    Desenvolveram uma cobertura para ruas e estradas mais resistente, econômica e sustentável que a convencional

Políticas Públicas

  • Heloísa Helena de Oliveira
    Heloísa Helena de Oliveira

    Monitora e argumenta com políticos para alterar projetos de lei que não favorecem os jovens do Brasil 

  • Maria Clara de Sena
    Maria Clara de Sena

    Única transexual no mundo no cargo de Mecanismo de Prevenção e Combate à Tortura, luta pelos direitos LGBTs 

  • Paula Johns
    Paula Johns

    Fundadora da Aliança de Controle do Tabagismo + Saúde, batalha para controlar o tabagismo  

  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Esta mulher emagreceu 51 kg com vídeos de treino e zumba no YouTub...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Trend Alert: as 'mermaid pants' vão te fazer se sentir c...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Brad Pitt desabafa sobre separação de Angelina Jolie: "Estou...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Cinco dicas para mulheres baixinhas acertarem em cheio na hora de c...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Camila Pitanga desabafa sobre morte de Montagner: "Ele me salv...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM