Como criar um canário feliz e saudável

Os pássaros ocupam o terceiro lugar no ranking de animais de estimação. Saiba quais os cuidados que devemos ter com eles

Publicado em 10/11/2011

Caroline Randmer

Pássaros

Deixe a gaiola em um cômodo amplo e com janelas voltadas para o sol nascente
Foto: Getty Images

 

Por volta de 1700, uma ave verde-acinzentada foi capturada e levada das Ilhas Canárias, na costa africana, para a Europa. As mutações nas linhagens seguintes resultaram na grande variação de canários hoje existente. Para quem pretende ter um mascote como esse na família, vai a dica: a Federação Ornitológica do Brasil, a FOB, que orienta a criação e a reprodução aviárias aqui no país, disponibiliza um guia com as principais dicas para garantir uma vida tranquila a esses cantores da natureza. Os cuidados são bem diferentes dos dispensados a outros pets. "As idas ao veterinário, por exemplo, só são necessárias se houver algum problema com a ave", explica Guido Nardi Neto.

1. Na hora de escolher o canário

Preste atenção se sua barriga não tem manchas e se ele está cantando, no caso dos machos, ou comendo bem, no caso das fêmeas. Esses sinais indicam que o bicho é mesmo saudável.

2. Quando for comprar a gaiola

Procure as de arame galvanizado, material protegido contra corrosão. Use papel absorvente para forrá-la, como folhas de jornal, e troque em dias alternados.

3. Acessórios ideais para a ave

Leve em conta a praticidade. Comedouros e bebedouros de plásticos em meia-lua, que ficam no exterior da gaiola, dão conta do recado e são fáceis de ser higienizados.

4. Onde deixá-lo em casa

Prefira um cômodo amplo e com janelas voltadas para o sol nascente. Uma fresta é suficiente para garantir a circulação de ar e prevenir problemas respiratórios.

5. Ao preparar as suas refeições

Aposte na farinhada com ovo cozido e em verduras como almeirão, chicória e couve. Além disso, coloque no cardápio sementes como o alpiste, a aveia sem casca e o níger.
 

A ficha do pássaro

Veja as informações básicas sobre esse pequeno que adora cantarolar:

Idade: pode viver até 15 anos

Tamanho: entre 10,5 e 23 centímetros

Raças: as autoridades brasileiras liberam a criação de todas as espécies

Preço: por volta de R$50*

 

*Preço pesquisado em outubro de 2011

Comentários

Os comentários são pessoais e não refletem a opinião do MdeMulher.

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.