nao

Aproveite talos, cascas, folhas e sementes nas receitas

Dispensar cascas, folhas, talos e sementes dos vegetais e frutas na hora de prepará-los é jogar fora saúde e dinheiro. Essas partes dos alimentos concentram altas doses de nutrientes

Publicado em 26/10/2010

Isabela Leal

Conteúdo MÁXIMA
Beterraba, caju e abóbora

Acredite: talos, sementes e folhas rendem um bom caldo nas suas receitas
Foto: Divulgação

Por acaso você já jogou fora casca de abacaxi, laranja ou banana, talos de beterraba, as folhas da cenoura, a parte branca da melancia ou sementes de abóbora? Pois está na hora de rever seus hábitos, para o bem da sua saúde e, de quebra, do seu bolso. “Aproveitar os alimentos por completo, sem dispensar nenhum pedaço, aumenta a ingestão de vitaminas, minerais e fibras. E, se o consumo for regular, ainda representa uma economia”, afirma Beatriz Tenuta Martins, professora do curso de Nutrição e Dietética do Senac São Paulo. Para se ter uma ideia, o aproveitamento integral dos alimentos representa uma economia de 20% a 40% - ou seja, de R$ 10 a R$ 20 em uma compra de R$ 50. 

Nessa culinária inteligente, talos viram recheios de tortas e pizzas e incrementam sopas e massas de pães; sementes fazem as vezes de aperitivos e cascas se transformam em sucos, doces, geleias e compotas. Essa porção do alimento é rica em nutrientes, sim - mas talos, sementes e cascas podem ser tão ou mais ricos em vitaminas e minerais. E não é só: as cascas, como os talos, contêm muita fibra. “Como sempre podem variar o tipo e a quantidade de nutrientes presentes em cada parte dos vegetais e frutas, o ideal é consumi-los inteiros, pois não podemos desprezar os benefícios da polpa”, lembra a nutricionista Ana Rosa Cunha, professora do Instituto de Nutrição da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Vamos lá?

 

Como aproveitar os alimentos por inteiro

 

• Todos os talos (atenção: menos o de mandioca, porque é tóxico) podem ser aproveitados picados ou triturados em massas de bolos, pães e panquecas e ainda em ensopados, omeletes, farofas, recheios de tortas, suflês, bolinhos ou misturados em sopas. Podem, ainda, ser utilizados no preparo de saladas, arroz e patês ,
• A entrecasca (que fica entre a polpa e a casca) da melancia, do melão e do maracujá pode ser preparada em forma de compota. E a de melancia, se refogada com carne moída, fica igual ao chuchu.
• Folhas de cenoura e beterraba cruas caem bem na salada. E as de batata-doce, couve-flor, abóbora, mostarda e rabanete, refogadas.
• Cascas de laranja, tangerina e maracujá viram deliciosas geleias. As de maçã e mamão incrementam vitaminas de frutas. Anote aí: a casca da laranja tem 40 vezes mais cálcio do que a polpa, enquanto as da maçã e da mexerica têm o dobro de vitamina C em relação à polpa
• Aproveite a água de cozimento da beterraba e das batatas para fazer gelatinas vermelhas ou um arroz colorido.
• Bata no liquidificador cascas de abacaxi e goiaba, coe e faça um suco, que pode ainda ser os itens líquidos de receitas de bolos. Detalhe: a casca do abacaxi tem 38% mais vitamina C do que a polpa
• Sementes torradas e moídas se tornam farinhas no preparo de bolos, pães e biscoitos. Se for preciso, complete com farinha comum.

 

Alimentos que valem ouro

 

TALO DE BETERRABA 

Talo de beterraba

Propriedades: possui flavonoides, que protegem contra o envelhecimento das células. 

Como usar:
pique os talos e refogue-os com cebola e alho. Misture com ricota e faça um patê diferente 

Sugestão de receita
: Mandioca com talos gratinados 

Ingredientes: 1 kg de mandioca cozida + 2 colheres (sopa) de margarina + 1 litro de leite + Talos e folhas de espinafre, beterraba, couve-flor e nabo + 2 colheres (sopa) de óleo + Alho, cebola picadinha e sal a gosto 

Modo de preparo: Bata a mandioca no liquidificador até formar um creme e faça um purê: leve ao fogo com a margarina até ferver; acrescente sal a gosto e reserve. À parte faça um refogado com alho, cebola e talos. Em um refratário, coloque metade do purê de mandioca, por cima o refogado de folhas e, por último, a outra metade do purê. Leve ao forno preaquecido (180 ºC) para gratinar por 10 minutos. 

Rendimento: 10 porções/ Custo: R$ 2,11 por porção (receita elaborada e fornecida pela ONG Banco de Alimentos)


CASCA DE LARANJA

Casca de laranja

Propriedades: excelente fonte de cálcio e vitamina C 

Como usar
: retire a parte branca da casca e ferva-a três vezes para tirar a acidez. Corte as cascas em tiras e ferva-as em água e açúcar para caramelizar. Cubra com açúcar cristal. 

Sugestão de receita: Biscoitinhos de cascas de laranja 

Ingredientes: 1 colher (sopa) de cascas de laranja em pedacinhos + 2 colheres (chá) de fermento em pó + 1 colher (chá) de sal + 4 xícaras (chá) de farinha de trigo + 1 xícara (chá) de açúcar + 200 gramas de margarina + 1 ovo 

Modo de preparo: Bata bem a margarina com o açúcar na batedeira, junte o ovo e as cascas de laranja. Acrescente os ingredientes restantes e trabalhe a massa com as mãos, até que ela fique com uma textura homogênea e não grude mais nos dedos. Em seguida, abra a massa com um rolo de macarrão e modele os biscoitinhos com cortadores divertidos ou com a abertura de um copo ou xícara. Ao final asse em forno moderado (200ºC) até dourar levemente – cerca de 25 minutos. 

Rendimento: 120 porções/ Custo: R$ 0,07 por porção (receita elaborada e fornecida pela ONG Banco de Alimentos) 


SEMENTE DE ABÓBORA

Semente de abóbora

Propriedades: possui fósforo, que retém o cálcio nos ossos e dentes; e magnésio, com ação anti-inflamatória. 

Como usar: lave e seque as sementes. Depois, basta adicionar sal, tostá-las no forno e servir como aperitivo. 

Sugestão de receita: Sopa campestre 

Ingredientes: 12 espigas de milho + 1,5 litro de água + 3 colheres (sopa) de margarina + 1 cebola média picadinha + 1 xícara (chá) de leite + Sal e pimenta do reino branca a gosto + 1 prato fundo de folhas de couve-flor misturadas com sementes de abóbora tostadas.

Modo de preparo: Corte os grãos de milho bem rente às espigas e bata-os no liquidificador com um pouco de água. Passe essa mistura por uma peneira fina, apertando bem para retirar a maior quantidade de liquido. Reserve esse caldo e o bagaço que fica na peneira. Em uma panela grande com fundo espesso, esquente a margarina e frite a cebola até começar a dourar. Junte o caldo e o bagaço de milho. Deixe levantar fervura e cozinhe em fogo brando, mexendo sempre com uma colher durante 50 minutos. O caldo deve ficar cremoso. Adicione o leite e cozinhe por um período de 10 a 15 minutos. Coloque sal e pimenta. Um pouco antes de servir, acrescente as folhas de couve-flor fatiadas e as sementes de abóbora tostadas. 

Rendimento: 8 porções/ Custo: R$ 1,96 por porção (receita elaborada e fornecida pela ONG Banco de Alimentos)

Comentários

Os comentários são pessoais e não refletem a opinião do MdeMulher.

Josemar Torres Veras - Muito bom o que voc¿s fazem, deviam colocar boletim di¿rio no facebook vai ajudar mais ainda o aproveitamento e evitar o desperd¿cio, o que te de pessoas passado fome n¿o ¿ f¿cil nem pra divulgar, o que o brasileiro deve aprender e dividir o que n¿o serve pra ele com as pessoa que n¿o tem nem o p¿o de cada dia. - 01/11/2013 19:58:34

mariaeduarda - Oi adorei muito este site ele me ajudou muito\ - 16/09/2013 07:23:10

Vitória de Fátima Saldanha Rodrigues - Que bom que encontrei esse site por que tenho que fazer um trabalho de ciencias com a reutilização de casca tolos e sementes e encontrei um docinho de banana pelo jeito uma delicia vou tirar um 10 - 07/08/2013 21:21:07

tiago silva - mmmmmmmmmmmuuuuuuuuuuuuuuiiiiiiiiiiiiiiiiitttttttttttttttttttttoooooooooooooooo gggggggggggggggoooooooooossssssssssssssttttttttttttttttttttoooooooooooooooooosss sssssssssssaaaaaaaaaaasssssssssssss essas receitas - 09/06/2013 16:55:43

beatriz fernandes - muito boa essa ideia de n¿o jogar nem talos, folhas e cascas - 09/06/2013 16:28:55

Lourdes - Gostei da mat¿ria a respeito de aproveitamento integral dos alimentos, visto que enriquece muito os alimentos.Grata - 09/02/2013 20:43:57

Veja todos os comentários

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.