A nova dieta da sopa

Pensou em caldinhos light para enganar a fome e nada mais? Não mesmo! A ordem é tomar cremes bem suculentos e, depois, fazer uma boa refeição

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 18/12/2008 em

AnaMaria
A nova dieta da sopa
Suzana Dias
A nova dieta da sopa


Foto: Dreamstime

Nos Estados Unidos, está fazendo sucesso uma nova maneira de emagrecer e ganhar uma silhueta esbelta. O truque é tomar uma sopa cremosa de 200 calorias, minutos antes do almoço e do jantar. De acordo com os pesquisadores que criaram a dieta, um creme calórico e gorduroso antes do prato principal ajuda a reduzir o apetite.

>> Sopa Avalônia

>> Sopa emagrecedora e diurética

É isso mesmo: para que essa dieta tenha resultado, a sopa precisa ser “gorda”. Isso porque as sopas cremosas são mais eficientes no controle da fome do que os caldos com pouca ou nenhuma gordura. A nutricionista Viviah de Andrade, do Rio de Janeiro, elaborou um cardápio e selecionou deliciosas receitas de cremes para você abrir suas refeições. 

Você pode optar por sopas instantâneas industrializadas, mas elas precisam conter gordura e cerca de 200 calorias. Se você tem pressão alta ou outra restrição ao consumo de sal, não escolha essas sopas semiprontas: elas têm alto teor de sódio. 

Tome sua sopinha de 15 a 30 minutos antes de cada refeição. Quando você terminar o almoço ou o jantar, terá a impressão de que comeu demais. É que as sopas cremosas, seguidas de um prato de comida, fazem a pessoa se sentir muito satisfeita com uma quantidade pequena de calorias. Então, desfrute dessas delícias — com prazer e sem culpa! 

Por que as sopas cremosas funcionam bem no verão? 

· Elas contêm gordura. Esse nutriente tem grande capacidade de deixar o organismo saciado. De todos os nutrientes, a gordura é a que consegue liberar mais depressa os hormônios que levam ao cérebro a informação de que é hora de parar de comer. Depois de uma refeição com gordura, a fome logo começa a diminuir. Aí, comemos apenas mais um pouco e já nos sentimos satisfeitos. 

· Ao contrário do que acontece com os alimentos sólidos, a digestão de líquidos é rápida. Por isso, a sopa passa depressa pelo estômago e logo chega ao intestino, onde os hormônios da saciedade começam a ser disparados. Outros aperitivos que precisam ser mastigados não têm o mesmo efeito. 

· Via de regra, os caldos são servidos quentes e, por serem líquidos, demoram mais tempo para esfriar. Como a temperatura é alta, tomamos a sopa devagar e damos ao corpo o tempo necessário para se sentir quase totalmente satisfeito. 

· Mesmo contendo gordura, os cremes salgados costumam ser bem menos calóricos do que outros pratos que costumamos atacar enquanto esperamos o almoço ou o jantar. Melhor “beliscar” uma tigela de sopa do que um pacote de batata frita!