Pular para o conteúdo principal

PUBLICADO EM

29/10/2014

ATUALIZADO EM

29/10/2014

Fast Diet: método propõe dois dias de redução drástica de calorias

Moda entre as famosas de Hollywood, a Fast Diet, criada por um médico londrino, determina cinco dias da semana de alimentação normal e dois de redução drástica na quantidade de alimentos ingeridos. Veja prós e contras
Fast Diet: método propõe dois dias de redução drástica de calorias
Reportagem: Bruna Bittencourt - Edição: MdeMulher

Michael Mosley alega ter perdido 9 kg em três meses
Foto: Reprodução CLAUDIA

Gwyneth Paltrow, Jennifer Aniston e Jennifer Lopez já testaram, segundo a imprensa. Publicado neste ano na Europa, o livro The Fast Diet, lançado neste mês com o nome de "A Dieta dos 2 Dias" (Sextante), propõe, para perder excessos, alimentação normal durante cinco dias da semana e a ingestão de apenas 500 calorias (cerca de um quarto do que costumamos consumir) nos outros dois. A redução radical, que se repete periodicamente, é chamada de jejum intermitente pelo autor, o médico londrino Michael Mosley. Ele diz ter testado o método e perdido 9 quilos em três meses. A eficiência, segundo Mosley, pode ser explicada por vários fatores. Um deles: quando exposto a pequenas doses de stress, nosso corpo aciona genes de reparação, o que melhora o desempenho do organismo como um todo. Outro: a baixa ingestão impede picos de insulina, responsáveis por acúmulo de gordura - e evitaria o risco de diabetes e doenças cardíacas. Falamos com experts sobre conceitos dessa dieta, que já é mania, e apontamos prós e contras.
 

Pontos positivos

 
É uma forma de repensar a sua alimentação
 
"Ao passar um período sob restrição calórica, você se dá conta de que é capaz de viver comendo muito menos do que imaginava", afirma o endocrinologista Lucas Tadeu Moura, responsável pelo SpaMed, em Sorocaba (SP). Nos dias do chamado jejum, não há comida proibida, embora Mosley recomende ingerir itens que deem saciedade - acompanhados de chá-verde e água. A prioridade são os alimentos ricos em proteínas, como peixes brancos e laticínios light, e os de baixo índice glicêmico, que evitam picos de insulina (gatilhos da fome), como nozes, sementes, castanhas e leguminosas. Bônus: se passar dias inteiros à base de itens saudáveis, é bem provável que depois você os inclua naturalmente na sua mesa. Ou ao menos reavalie o que anda ingerindo no dia a dia.
 
Há perda rápida de peso
 
Por isso mesmo, a Fast Diet pode ser vista como opção de emergência para desinchar e ficar pronta para aquela viagem ou festa que ocorre em uma ou duas semanas. Mosley aponta perda mínima de 500 gramas para cada dia de jejum (1 quilo por semana), mas ressalta que isso varia de pessoa para pessoa. Ver o ponteiro da balança despencar é estimulante e, se ocorre, talvez surja a vontade de adotar o regime por mais tempo. Os especialistas consultados não recomendam. Se a restrição drástica é repetida por períodos prolongados, a perda passa a ser, basicamente, de água e glicogênio, tipo de amido que serve como reserva de energia dos músculos. "Ainda que emagreça rapidamente, não será de forma saudável", alerta o endocrinologista Mário Carra, presidente da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (Abeso). "Além disso, torna-se mais difícil manter a dieta." Quanto mais restritivo for um regime, mais desistências tendem a ocorrer.
 
A restrição é só por um dia
 
Um ponto a favor do método é que os dois dias da semana de restrição não são consecutivos. Assim, a sensação de que você irá comer pouquinho mas só por hoje (e amanhã tudo voltará ao normal) serve como motivação para não desistir. E há liberdade para a pessoa escolher quando fará os quase jejuns semanais. Mosley optou por segunda e quinta-feira. Do mesmo modo, não há cardápios obrigatórios e a forma de ingerir as 500 calorias também é uma decisão pessoal. Pode ser de uma vez, em uma só refeição, ou aos poucos. O criador da Fast Diet preferiu consumi-las apenas no café da manhã e no jantar.
 

Redobre a atenção

 
Não é fácil passar o dia com tão pouco
 
Tontura, dor de cabeça e falta de concentração podem acontecer nos dias de redução alimentar. "É difícil, principalmente para quem trabalha e precisa de energia para muitas tarefas", enfatiza Tais Rossi, nutricionista responsável pelo Spa Sete Voltas, em Itatiba (SP). Lucas Moura reforça que, mesmo que a pessoa resista bem, esse tipo de regime não é apropriado para seguir por conta própria. Os temperos e o modo de preparo dos alimentos, por exemplo, podem influenciar na soma de calorias e um leigo não saberá calcular.
 
Seu corpo tende a estocar gordura
 
"É uma ação natural do organismo procurar se defender de dietas muito radicais", diz o endocrinologista Márcio Mancini, diretor do departamento de obesidade da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (Sbem). A forma como ele faz isso é tentando "segurar" a energia dos alimentos consumidos. Se paramos de comer, como explica o médico, o corpo entende que estamos passando por um período de escassez e é preciso poupar os poucos nutrientes que recebe. Resultado: o que se ingere pode virar estoque de gordura. Isso também está relacionado, avisa Carra, ao aumento nos níveis do hormônio leptina, que age para economizar o número de calorias que o organismo gasta para funcionar. Mosley rebate: "A razão pela qual temos gordura é que ela serve como fonte de energia quando não temos comida. Então, não faz sentido que o corpo tente segurá-la, em vez de queimá-la, ao passarmos por escassez de alimento", disse. Segundo ele, cerca de 80% a 90% do peso perdido por voluntários que testaram os jejuns intermitentes veio da gordura.
 
Você pode querer compensar a comida
 
É um risco a considerar: quem passa fome em um dia tende a querer comer mais no outro. E talvez não vá atrás só de opções saudáveis - doces tendem a estar entre os primeiros desejos urgentes. "O motivo é a elevação do hormônio grelina, que desperta o apetite", explica Mancini. E o fato de tudo poder voltar ao normal amanhã não é uma licença para exagerar. "Se você comer muito mais nos dias seguintes ao jejum, não emagrecerá nem obterá benefícios para a saúde", avisa Mosley. Para Carra, a ideia de reduzir o consumo de calorias (em torno de 3 mil a menos por semana) é válida, embora o mais seguro seja fazer isso de forma gradual, diminuindo a ingestão aos poucos, no dia a dia. Ou seja: bom senso e equilíbrio são sempre essenciais se a proposta é perder peso.

Vote nas finalistas do 21º Prêmio CLAUDIA

Trabalho Social

  • Marineide Silva
    Marineide Silva

    Criou uma ONG para ensinar corrida para mais de 500 crianças e adultos no bairro mais violento de São Paulo

  • Brigitte Louchez
    Brigitte Louchez

    Está à frente de uma ONG que luta para combater a exploração sexual de crianças e jovens em Fortaleza, no Ceará

  • Mônica Azzariti
    Mônica Azzariti

    A fonoaudióloga prepara policiais para que resolvam ocorrências nas favelas sem violência, evitando conflitos

Cultura

  • Anna Muylaert
    Anna Muylaert

    Diretora do filme Que Horas Ela Volta?, aqueceu a discussão sobre a exploração do trabalho doméstico no Brasil

  • Mari Corrêa
    Mari Corrêa

    Realiza oficinas de cinema em aldeias do Xingu e ensina os índios a registrar sua cultura, história e hábitos

  • Panmela Castro
    Panmela Castro

    Imprime sua arte em murais e performances e oferece oficinas para prevenir a violência contra as mulheres 

Políticas Públicas

  • Heloísa Helena de Oliveira
    Heloísa Helena de Oliveira

    Monitora e argumenta com políticos para alterar projetos de lei que não favorecem os jovens do Brasil 

  • Maria Clara de Sena
    Maria Clara de Sena

    Única transexual no mundo no cargo de Mecanismo de Prevenção e Combate à Tortura, luta pelos direitos LGBTs 

  • Paula Johns
    Paula Johns

    Fundadora da Aliança de Controle do Tabagismo + Saúde, batalha para controlar o tabagismo  

Negócios

  • Cristina Junqueira
    Cristina Junqueira

    Criou o Nubank, cartão de crédito que pode ser administrado pelo celular, dispensa o banco e não tem anuidade

  • Mariana Alves Madureira
    Mariana Alves Madureira

    Trabalha para impulsionar o desenvolvimento econômico de lugares pobres estimulando o potencial turístico

  • Carla Renata Sarni
    Carla Renata Sarni

    Criou uma rede de consultórios que oferece tratamento odontológico a um custo acessível na periferia

  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Por que o discurso de Michelle Obama é incrível: 6 motivos explic...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    10 provas de que Gilmore Girls foi uma série à frente de seu temp...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    A casa da apresentadora Isabella Fiorentino é quase uma escultura ...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Pré-natal completo: os exames que as gestantes precisam fazer ao l...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM