Caminhada lenta enxuga até 3 kg em 1 semana

Caminhar em passos lentos controla o apetite, reduz a barriga e firma pernas e bumbum

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 21/05/2010 em

Máxima

um conteúdo de

Caminhada lenta enxuga até 3 kg em 1 semana
Andréa Soares e Isabela Leal
Caminhada lenta enxuga até 3 kg em 1 semana

Vanessa Scalise conquistou o corpo 
dos sonhos. Veja mais informações 
no fim da página!
Fotos: Eduardo Svezia

Parece milagre, mas não é. O exercício em ritmo lento desencadeia uma reação química no corpo que intensifica a perda de peso. De acordo com pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, ocorre diminuição na produção do hormônio responsável por estimular o apetite (a leptina), o que reduz os picos de fome. ''Todo gasto energético rápido tende a ser compensado por uma enorme vontade de comer. A vantagem da perda de energia lenta e gradativa é a adaptação do apetite'', explica o metabologista Roberto Carlos Burini, professor do Centro de Metabolismo em Exercício e Nutrição da Faculdade de Medicina de Botucatu, da Universidade Estadual Paulista (Unesp).

E mais: passos lentos aumentam a produção do hormônio que prolonga a sensação de barriga cheia. ''Uma molécula de aminoácido age no cérebro criando a impressão de que o organismo está satisfeito'', explica a nutricionista funcional Daniela Jobst, de São Paulo. A caminhada lenta ainda reduz 146% mais gordura abdominal do que a normal, garantem pesquisas da Universidade de Michigan, além de favorecer o emagrecimento por outro motivo: ''Ela causa o aumento da substância que ativa no organismo a queima de gordura, chamada catecolamina'', destaca o nutrólogo Edson Credidio, professor da pós-graduação da Sociedade Brasileira de Nutroterapia Funcional e Dietética, ligada à Faculdade de Engenharia de Alimentos da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Além de ganhar um abdome retinho, você pode ter pernas modeladas e mais musculosas. A explicação é simples: ''Quando o ritmo é intenso, os níveis do hormônio do estresse, o chamado cortisol, são elevados e acabam retirando proteína dos músculos, o que reduz a massa muscular'', afirma o médico fisiologista do exercício Paulo Zogaib, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Já o personal trainer Marcelo Garcia, que supervisionou as mulheres desta reportagem e é proprietário do Espaço Personal, de São Paulo, afirma: ''Em sete dias de caminhada lenta, quem não tem nenhum condicionamento físico pode conquistar pernas até três vezes mais enrijecidas''.

Mas para esse exercício surtir efeito, é essencial que você respire certo, porque o tempo entre a inspiração e a expiração é que vai determinar o ritmo das passadas e ajudá-la a se concentrar no movimento. O ciclo respiratório é o mesmo utilizado no Pilates (técnica de conscientização corporal). Ou seja, você inspira pouco e solta lenta e profundamente pela boca, concentrando a força de saída do ar no abdome. ''Um bom truque para sentir o movimento é empurrar o ar pela garganta. A cada três passos, puxe o ar pelas narinas e solte-o pela boca'', ensina o professor Marcelo Garcia. Dessa forma há maior liberação e assimilação de endorfina, hormônio do bem-estar, e estímulo do músculo transverso, que sustenta a barriga. Ao ser trabalhado, favorece a perda de medidas da região.

 

Ela conseguiu!

Caminhada lenta enxuga até 3 kg em 1 semana
Fotos: Eduardo Svezia

Vanessa Scalise, 30 anos, administradora de empresa
Perdeu 3 kg, 2 centímetros de cintura, 4 cm de barriga e 3 cm de quadril

''Sempre soube que caminhar dava excelentes resultados, mas pensava que não adiantava pegar leve. No primeiro dia do programa, parecia que eu tinha feito uma aula de musculação, minha perna latejava e eu pensava: 'Como posso estar assim apenas porque fiz uma caminhada lenta?'. Mas o resultado foi concreto. Além de mais magra e durinha, estou com outro pique, muito mais animada. Algumas pessoas comentaram que eu estava com um ar mais saudável, com a pele luminosa, e eu senti isso mesmo.''