Nova dieta da gelatina

Perdi 70 kg com a receita da sobremesa light

Nova dieta da gelatina

Dieta, exercícios e a musse de gelatina
me fizeram emagrecer de uma vez
Foto: Bob Paulino

Exatos 130 quilos. Inacreditável, mas foi quanto a balança marcou assim que meu segundo filho nasceu. Eu nunca tinha pesado tanto – e olha que eu só ganhei 5 quilos na gravidez do Luiggi. Se engordasse mais, eu e o bebê correríamos risco de morte, pois a minha pressão poderia subir muito na hora do parto. O medo me fez fechar a boca durante a gravidez. De certa maneira, esse período foi uma preparação para a dieta que eu comecei logo depois do parto.

Eu havia começado a engordar na minha primeira gravidez e agora não dava mais para continuar assim. Resolvi emagrecer sozinha, porque remédios e fórmulas nunca tinham dado certo. Nutricionistas, então, eu não agüentava mais consultar, pois já sabia tudo que eles iriam dizer. O que me faltava para perder peso era força de vontade mesmo.

Descobri na musse de gelatina

Na minha luta contra a balança usei dicas de revistas e receitas light que eu procurava na internet. Foi assim que eu descobri a musse de gelatina. Essa sobremesa pouco calórica cortava a minha vontade louca de comer doces, principalmente à noite. Antes do regime, eu era capaz de comer um brigadeirão inteiro sozinha.

Determinada, cortei todas as besteiras em que eu estava viciada: pão doce, coxinha, sobremesa, refrigerante, pastel de feira e outras coisas. Para substituir, investi em frutas, saladas, gelatina e diversos alimentos pouco calóricos, como peito de peru e iogurte desnatado.

Em dois meses perdi 20 quilos. No terceiro mês da dieta comecei a fazer exercícios. Antes dessa primeira perda de peso eu tinha vergonha de fazer esportes. A natação e a hidroginástica duas vezes por semana me ajudaram a secar: na festa de 1 ano do Luiggi eu já estava com 80 quilos, 55 a menos. Levei mais seis meses para perder mais 15 quilos, num total de 70. Há três anos mantenho meu peso em 65 quilos.

Plástica na barriga e seios

A dieta, os exercícios, a musse de gelatina e muita força de vontade me fizeram voltar a ser eu mesma, ou até melhor do que antes. Para completar minha volta por cima, há dois anos retirei o excesso de pele da barriga numa cirurgia chamada abdominoplastia. No ano passado, por fim, coloquei próteses de 300 ml de silicone nos seios. Isso porque, depois de trocar o manequim 58 pelo 40, ficou “faltando” peito.

Além de trazer de volta minha auto-estima, a dieta me transformou num exemplo para os meus dois filhos. Se antes eu comia escondida deles, hoje sou eu quem proíbe bolacha recheada lá em casa.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s