Perdi 27 kg para conquistar um cara

Beijei o Pedro* e fiquei satisfeita com o meu corpo

Lahys emagreceu

Lahys começou a engordar aos 10 anos
Foto: Divulgação

Eu tinha 10 anos quando comecei a engordar. Depois de um tempo passei a ter estrias na barriga, no bumbum, nos seios e nas axilas. Um horror! Mas não fazia nada para evitar. Até que, com 13 anos, minha mãe me pôs na academia. Eu tinha 1m60 e pesava 80 quilos. Fiquei animada no começo, mas depois não fazia nem dez minutos de ginástica. Pra piorar, quando chegava em casa comia feito uma louca.

Um ano e meio depois deixei de me enganar e saí da academia. Decidi tomar remédio por conta própria. Consegui perder 9 quilos, mas ganhei um mau humor daqueles! Tinha insônia, dores de cabeça fortíssimas e, por isso, resolvi parar. Daí não deu outra: recuperei tudo o que havia emagrecido e ainda engordei mais 10 quilos. Cheguei aos 92,7 quilos! E eu meço só 1m68. Era gordura demais pra pouco tamanho! Entendi que era hora de mudar.

Motivada pela paixão

Era outubro de 2005 e eu usava manequim 48. Acho eu, porque nessa época nem comprava mais roupa, só mandava fazer. Comecei uma dieta por conta própria, mas não levei a sério no início. Só em fevereiro de 2006, quando começaram os ensaios da escola de samba do meu bairro, foi que mudei de postura.

Primeiro porque via aquele monte de menina bonita e magrinha, com aquelas roupas lindas que eu queria usar e não conseguia. Depois, e principalmente, porque reencontrei o meu sonho de consumo, o Pedro*. Se eu continuasse gorda daquele jeito, ele nunca me daria bola. Foi a gota d’água! Eu tinha que levar a dieta a sério pra ficar com um corpão de parar o trânsito!

Em vez de seis, passei a comer três biscoitos integrais com requeijão e um copo de leite desnatado no café da manhã. No lanche, apenas uma fruta. No almoço comia de tudo, mas nas quantidades certas. Fazia mais um lanche à tarde e, de noite, como não costumava jantar, comia uma fruta ou bebia um achocolatado light.

Ganhei um corpão e vários pretendentes

Não vou dizer que foi fácil. Tinha vezes em que me trancava no quarto, chorava e pedia a Deus que me ajudasse a seguir a dieta. Um ano depois estava com 70 quilos e consegui ficar com o Pedro. No fim O relacionamento não deu certo. Hoje somos apenas bons amigos. Mas graças a ele encontrei motivação para emagrecer. Peso 65,4 quilos e estou feliz com meu corpo. Junto com o peso foi-se embora a carência que eu sentia. Agora não me faltam pretendentes. Só fico sozinha se eu quiser!

*O nome foi trocado para preservar a privacidade do personagem citado

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s