nao

Biscoitos que emagrecem dão saciedade e substituem os alimentos calóricos

"Perdi 38 kg com os novos biscoitos que emagrecem. Práticos, gostosos e saudáveis, os biscoitos dão saciedade e podem substituir os alimentos calóricos", conta Bethânia Braga

Publicado em 24/05/2012

Ricardo Régener - Dona da história: Bethânia Braga, 35 anos, professora, Governador Valadares, MG

Conteúdo SOU MAIS EU!

Bethânia Braga mede 1,58 m e foi dos 92 kg para os 54 kg
Fotos: Thyago Rodrigues / Arquivo pessoal

Minha autoestima estava no pé. Eu já me sentia tão conformada com os meus 92 kg que nem esperava mais as pessoas fazerem aqueles comentários inconvenientes sobre a minha obesidade. Eu mesma já me detonava. Sempre que encontrava alguém que não via há muito tempo, já ia logo rindo e dizendo: "Tô gorda e horrorosa, né?". Para não encarar meu problema de frente, eu me escondia atrás dessas piadinhas sem graça. No fundo, eu me sentia uma mulher triste e insatisfeita. Mas meu conformismo era maior do que a vontade de mudar. Eu estava com 33 anos e não era nem sombra da menina linda que fui na adolescência, quando desfilava um corpo de modelo e colecionava elogios. Nossa, como eu tinha mudado...

Fazia de tudo para emagrecer, mas nada adiantava

Meus problemas com o sobrepeso começaram depois que me casei, aos 19 anos. Eu não era feliz no meu casamento e isso me deixava frustrada e ansiosa. Aí, eu me empanturrava de comida: pizzas, batatas fritas e 2 litros de refrigerante todos os dias. Nos anos seguintes, fiquei deprimida e perdi a vontade de sair de casa. A única coisa que me animava a deixar meu casulo era um bom rodízio de carne ou de massas.

Tentava esconder minha frustração com risadas forçadas e um bom humor falso. Dizia para mim mesma que estava feliz daquele jeito, mas não era verdade. Tanto que passei mais de dez anos da minha vida tentando fazer dieta. Cheguei a tomar remédios para emagrecer. Nada adiantava.

Bethânia ficou linda e saiu na capa da revista SOU MAIS EU!
Foto: Reprodução revista SOU MAIS EU!

Usei a Quaresma para perder peso

Meu casamento infeliz acabou quando eu tinha 29 anos, mas aí eu já estava viciada em comida. Não conseguia controlar minha alimentação. Meus níveis de glicose e colesterol estavam lá em cima, mas eu não mudava meu cardápio nem fazia exercícios. Esse comodismo se refletia na minha aparência: vivia com o cabelo desgrenhado e malvestida.

Tudo começou a mudar em janeiro de 2011, quando eu planejava o que faria na Quaresma daquele ano. Sou muito católica e gosto de cumprir algum tipo de privação nesse período entre o Carnaval e a Páscoa. Decidi que ia perder peso para valer, sem remédios. Sabia que essa motivação espiritual era minha única chance de conseguir manter uma dieta com determinação.
Comecei devagar, fracionando as refeições e fazendo pequenas caminhadas. Quando a Quaresma chegou, em março de 2011, peguei pesado na dieta. Passei a caminhar pelo menos 50 minutos por dia e adotei um cardápio mais moderado e saudável.

O grande curinga da minha reeducação alimentar foram os biscoitinhos light que passei a carregar na bolsa todos os dias (veja no quadro abaixo). Além de práticos e saudáveis, esses petiscos impediam que eu devorasse salgadinhos e outras guloseimas no meio da manhã ou da tarde. Eles me deixavam saciada e evitavam que eu exagerasse nas refeições principais.

Recuperei meu peso dos 17 anos

Já no primeiro mês de dieta perdi 6 kg. Mas minha autoestima estava tão abalada que não percebi nenhuma mudança. Via o peso indo embora na balança, só que não conseguia enxergar meu corpo diferente. Mas perseverei e no segundo mês já comecei a ouvir os primeiros comentários das pessoas me elogiando. Eba!

Quando cheguei aos 70 kg, em julho de 2011, tomei coragem para entrar na academia. Isso deu uma turbinada no meu emagrecimento. Em abril de 2012, um ano depois do início da dieta, atingi os 54 kg, o peso que eu tinha aos 17 anos! Nossa, eu nem sabia mais como era ter um corpinho bonito. Voltei a ter certos prazeres da adolescência como se fosse a primeira vez: calcei um sapato 36, vesti uma blusinha P, uma calça justinha... Aonde quer que eu fosse, só recebia elogios!

Mesmo assim, vencer a falta de autoestima não foi fácil. Fui aprendendo a amar o meu corpo como não amei por 16 anos. Me desfiz da maior parte das roupas antigas e as outras mandei ajustar. Me rendi à escova progressiva e pela primeira vez me dei conta de que, sim, eu tenho um cabelo lindo e maravilhoso! Também decidi que vou colocar silicone nos seios para coroar todas as minhas conquistas! Sou uma nova mulher ou não sou?!

Biscoitos são práticos, gostosos e ajudam a emagrecer
Foto: Getty Images

Biscoitos substituem alimentos calóricos e ajudam a emagrecer

Deixar de fazer pequenos lanches nos intervalos das principais refeições é um dos maiores pecados de uma dieta. É essencial comer pelo menos um pouquinho de três em três horas. Uma opção prática, saudável e eficiente para os lanchinhos entre as refeições são os biscoitinhos light salgados. A nutricionista Renata Rodrigues de Oliveira recomenda esses petiscos para seus pacientes. "Eles são fáceis de carregar, suprem a necessidade de fazer aquela boquinha no meio da tarde, são gostosos e ainda evitam que você fique com fome e apele para algo calórico", explica. Mas, diante da grande oferta de snacks e biscoitos industrializados, é preciso saber escolher o produto correto. "Alguns vêm com a inscrição 'light', 'integral' e 'menos calorias' na embalagem, mas são tão prejudiciais quanto qualquer outro salgadinho", alerta a nutricionista Priscila Spiandorello. É necessário que, além de pouco calórico, o biscoito não possua muito sódio (no máximo 150 mg) nem carboidratos (no máximo 20 g) e, de preferência, seja enriquecido com nutrientes e grãos integrais. Abaixo, fizemos uma seleção de opções que você pode consumir sem medo, aprovadas pelas nutricionistas Renata Rodrigues e Alessandra Kalaes. Confira:
 


Fotos: Divulgação

1. Biscoitinho 100 Calorias (100 g), da Mabel, em 11 sabores, doces e salgados, R$ 3,20*
2. Bolachinha Combina com o Seu Dia - 3 cereais (4 unidades, 100 g), da Nestlé, R$ 2,77*
3. Snack Eqlibri, da Pepsico, 100 g, nas versões Cracker e Panetini, R$ 1,38*

*Preços pesquisados em maio/2012

Confira o cardápio de Bethânia

Comentários

Os comentários são pessoais e não refletem a opinião do MdeMulher.

Naiara - Nossa!! Eu quero emagrecer,,Mas as pessoa falam pra miim toma chá de camumila - 29/11/2013 01:12:17

Magda - Olha, mais difícil do que emagrecer é manter o peso e evitar engordar tudo de novo. Eu só parei com o efeito sanfona quando usei produtos adequados para ter uma alimentação de baixas calorias mas com os nutrientes que o corpo precisa. Eu tomo um shake especial, para suprir com as vitaminas, minerais e aminoácidos que o organismo precisa (senão qualquer dieta dá anemia) e um chá verde concentrado solúvel, que ajudou a perder peso e medidas rapidinho. Reduzi 22kg. Mas eu só compro online, direto do distribuidor, porquê é mais seguro, não tem enrolação, e ainda por cima é mais barato. Fica a dica. O site que eu compro é www.herbadireto.com.br - 21/11/2012 13:04:57

claudiane - gostaria que vcs atualisace as ediçoes no saites porque as pessoas abre e não sai nada e gostaria de assinar a revista para eu receber em casa - 10/11/2012 17:54:20

Cristiano - Trabalhamos com medicamentos em geral: Roacutan, VICTOZA, Sibutramina, Desobesi-M, Dualid, Moderine, Fagolipo, Diazepam... entre outros! Para mais informações entre em contato através do e-mail: medicamentosonline@live.com - 30/10/2012 15:04:33

fabrinny - nossa! lembro dela quando eu era menor quando estudava no colegio tiradentes e ela emagreceu mesmo ta de parabens - 15/09/2012 19:06:20

Liliane - Parab¿ns...Sucesso nessa nova etapa da vida! - 15/06/2012 15:15:36

Veja todos os comentários

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.