(none)

A dieta que combate a ansiedade sem remédios e ainda emagrece

"Perdi 27 kg e detonei a ansiedade sem remédios. Larguei as rédeas da minha vida e do meu casamento. Hoje, tranquila e magra, reconquistei meu maridão!", conta Priscila Ramos

Atualizado em 20/04/2011

Thaís Harari e Helena Dias. Dona da história: Priscila Ramos, 28 anos, Nova Iguaçu, RJ Colaborador:

Conteúdo SOU MAIS EU!

Priscila foi dos 76 kg aos 49 kg
Foto: Vera Jordan / Arquivo Pessoal

"'Não te amo mais. Chega. Vou embora.'" Foram essas as palavras duras e decisivas do meu marido, o Luiz, em março de 2008. Ele saiu de casa sem olhar para trás. Sozinha e sem chão, me dei conta do caos que governava minha vida. Eu estava gorda, estressada, sem tempo para nada. Em quatro anos de casada, eu só tinha me dedicado ao trabalho. Sim, só ao trabalho.

Como pedagoga de uma ONG, eu saía de casa às 5h30 e voltava às 23 h. Pulava o café da manhã e passava o dia à base de salgados e refrigerantes. Ganhei 18 kg. Vivia ansiosa e exausta, mas não percebia. Até meu marido ir embora. Ainda assim, a ficha só caiu quando ele arrumou outra mulher. Desespero.

Meu desleixo acabou com meu casamento

Luiz não reclamava do meu excesso de peso. Para ele, era minha ausência que destruía nosso casamento. Eu chegava em casa tão cansada que só pensava em comer e dormir. Luiz reclamava e brigávamos. Nossa vida sexual era outro dilema. Fazer amor uma vez por mês era muito. Eu não tinha vontade.

Ele arrumou uma mulher que zombou de mim

Depois de um tempo de separação, descobri que meu ex estava saindo com outra mulher, que se dizia sua namorada.

Pesquisei na internet e descobri que ela contava numa rede social que saía com o Luiz. E o pior: ainda tirava sarro de mim. Num comentário maldoso, me chamou de gorda. Fiquei muito ofendida!

Pedi férias no trabalho e fui para a nutricionista

Mas não entreguei os pontos. Decidi reconquistar meu Luiz. Para isso, ia emagrecer, mudar minha rotina e lidar com a ansiedade. Eu descontava minhas insatisfações na comida. Me entupia de guloseimas sempre que tinha um compromisso. O resultado refletia na balança: levei um susto quando vi que estava com 76 kg!

Como engordei tanto? A conclusão era simples: mal havia me olhado no espelho naqueles últimos três ou quatro anos...

Decidida a mudar, pedi um mês de férias no trabalho e fui atrás de uma nutricionista. E mais: tracei uma meta para reconquistar meu marido!

Priscila ficou linda contou seus segredos à revista SOUMAISEU!
Foto: Reprodução Revista SOUMAISEU!

Ele voltou para casa, mas não foi por amor

Com a ajuda da nutricionista, cortei frituras, doces e refrigerantes. Incluí verduras e frutas no cardápio. Também passei a comer a cada três horas. De férias e tranquila, perdi 5 kg já no primeiro mês! Uma vitória.

Dois meses depois, meu marido voltou para casa. Mas não foi por amor. Ele deixou claro que, por sermos evangélicos, ele voltava por obrigação a Deus. Pelo menos pediu perdão por ter se envolvido com a mulher que me expôs na internet.

Doeu ouvir que ele não me amava, mas resolvi aproveitar a oportunidade de tê-lo de volta. Por isso, pedi demissão quando minhas férias acabaram. Amava meu trabalho, mas meu casamento era mais importante.

Tomei a decisão certa! Com mais tempo, tive ânimo para seguir meu objetivo. Aos poucos, fui ficando mais bonita e confiante. Me sentia segura para tentar salvar meu casamento. Passei a ser uma esposa mais companheira e presente.

Devagarzinho, Luiz foi se apaixonando por essa nova mulher em que me transformei. Percebia isso quando ele elogiava minha nova forma. Notei, inclusive, que Luiz começou a demonstrar ciúmes. Sem mais nem menos, passou a reclamar das minhas roupas ousadas. Quando perdi 10 kg, seis meses depois da separação, ele finalmente disse que me amava! Fiquei tão feliz!

Apesar da sensação de dever cumprido, resolvi continuar firme no meu emagrecimento. Em um ano, sequei 13 kg!

Disse adeus à ansiedade!

Depois de 12 meses na mesma dieta, meu peso estagnou. Desanimei e passei três meses sem perder um quilo sequer! Fiquei afobada, mas não me entreguei.

Comecei a fazer sessões de carboxiterapia (injeções de gás carbônico) para acabar com a gordura abdominal. Também investi em sessões semanais de acupuntura, no corpo e na orelha, para tratar a ansiedade.

Em 4 meses, perdi 17 kg!

Me surpreendi. Após duas semanas, senti um alívio enorme. Comia apenas o suficiente para saciar a fome. Assim, perdi 1,4 kg. Isso me reanimou!

Minha alimentação também ganhou uma repaginada. Apostei em uma dieta natural, com alimentos leves, chá de camomila e um shake no jantar. Descobri que tomar uma xícara desse chá antes de dormir ajuda a despistar a fome, além de me garantir uma noite de sono tranquila. Outro trunfo foi tomar leite com aveia. O cereal sacia por mais tempo.

Em apenas quatro meses, perdi mais 17 kg! No total, eliminei 30 kg, mas recuperei 3 kg para ficar com o rosto mais saudável. Hoje comemoro os resultados: perdi 22 cm de circunferência abdominal, visto manequim 34 e me tornei uma mulher bem mais tranquila. Só faço acupuntura quando estou nervosa. Ou seja, quase nunca!

Apaixonada pelas minhas curvas, vivo a melhor fase da minha vida! Me sinto mais sensual. Quem aproveita isso é meu maridão! Nossa vida sexual não poderia estar melhor. E tem mais: com a minha ajuda, Luiz emagreceu 11 kg! Isso que é sintonia, né?!"

 

Nesta matéria

Comentários

Os comentários são pessoais e não refletem a opinião do MdeMulher.

<b>Mônica</b> - Achei um absurdo essa história! Jamais tentaria reconquistar meu marido se ele tivesse me abandonado no momento mais difícil! A parabenizo pelo esforço, porque sei o quanto é difícil emagrecer, mas ficar me anulando por causa de homem de jeito nenhum! Minha opinião! - 09/03/2014 21:19:04

<b>claudia</jcaptcha.do - 10/02/2014 19:26:18

<b>Ale</b> - Concordo com vc Deise. - 16/10/2013 17:36:58

<b>Deise</b> - Eu continuaria gorda e procuraria alguem que me amasse pelo que sou, pelo meu carater homem safado trai tanto gorda como magra. essa matéria me deixou muito triste, antes era gorda triste hoje é magra chifruda. pessíma materia... - 16/10/2013 12:14:26

<b>eliene</b> - tenho 1,62 de altura peso era 84 estou indo na nutricionista emagreci 7k mais mesmo assim eles ainda zomba de mim me chama de gorda ,baleia e agora fico com isso na cabe¿a e fico muito ansiosa como tudo o que vejo pela frete . as vezes penso ate em .... - 04/07/2013 21:50:57

<b>Simone.G.S.Tomasi.</b> - Venho sofrendo com o meu peso a 19 anos tenho 40 anos,tenho 1,63 de altura e 92 quilos, não tenho vontade de fazer nada de atividade física, tenho vergonha de minha aparencia parece que as pessoas me olhão com diferença eu sinto eu já estou com ataques de panico,quanto mais engordo mais eu como,só penso e comer eu sei que esta errado mais não consigo parar de comer,eu quando era criança e adolecente sempre fou magra da quelas bem seca,depois que eu casei e tive uma filha 5 meses depois que ela nasceu comecei a engordar hoje peso 92 quilos e de uma semana para outra eu vou pegando mais peso é muito triste a gente não consegui se controlar,peço a Dus que me ajude nesta caminhada - 27-04-2013 - - 27/04/2013 21:13:29

Veja todos os comentários

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.