Sucos funcionais: os benefícios e os cuidados antes de entrar na nova mania

As misturas funcionais nunca estiveram tão em alta quanto agora. Mas antes de pensar em aderir à onda, vale saber mais para não cultivar falsas expectativas. Conheça melhor os sucos que misturam frutas, verduras e temperos.

Publicado em 14/02/2014

Reportagem: Fernanda Morelli - Edição: MdeMulher

Apesar de parecerem leves, os sucos podem somar muitas calorias.
Foto: Getty Images

A mania do momento, em particular entre interessados em perder peso, são os sucos funcionais, que misturam frutas, verduras e temperos para combater o inchaço, a celulite e até o stress e a ansiedade. A nutricionista Anita Sachs, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), enfatiza que a principal vantagem da bebida é fornecer nutrientes que, embora presentes nos alimentos, acabam não sendo ingeridos em grande quantidade no dia a dia - caso das verduras verde-escuras, que costumam ser menos fartas em nosso prato do que deveriam. Segundo a nutricionista, é esse aporte extra de vitaminas e sais minerais que faz dos sucos funcionais bons complementos alimentares. E, sim, eles podem trazer benefícios para o emagrecimento relacionados, principalmente, a melhoras na atuação do intestino.
 

Nada de só líquidos

 
A opinião é unânime entre os especialistas: uma dieta baseada apenas em líquidos não é benéfica nem tampouco ideal para perder peso - você pode até desinchar, mas isso não significa que terá menos gordura no corpo. Um dos motivos de essa dieta não ser uma boa escolha é que precisamos da mastigação para nos sentirmos satisfeitas. "Sem contar que sucos não oferecem todos os nutrientes necessários para o organismo. Falta a proteína, por exemplo", lembra Anita Sachs. E mais: apesar de parecerem leves, eles podem somar muitas calorias. Para ter uma ideia, um copo leva, em média, três porções de fruta - e, conforme o valor dos ingredientes, um cardápio de seis copos por dia pode chegar a 1,2 mil calorias, o que equivale a muita dieta rica e balanceada. Por isso, os experts recomendam não passar mais do que dois dias ingerindo exclusivamente líquidos. A ideia de se livrar de impurezas adotando por períodos limitados uma dieta detox é válida, mas você consegue igual efeito com uma alimentação sólida saudável, livre de comidas que provocam inflamação no organismo. "Ou seja, tire glúten, leite, carne vermelha, comida processada, embutidos e enlatados do cardápio", resume a nutricionista funcional Gabriela Pereira, da Clínica de Medicina Esportiva Integrada Care Club, em São Paulo.
 

Os superpoderosos

 
Para os experts, os chamados sucos verde e rosa  são as melhores opções de reforço para o dia a dia. O primeiro, que inclui folha verde-escura, tem ação antioxidante e desintoxicante. "É indicado para quem consome muito alimento gorduroso e industrializado", diz a nutricionista funcional Andréa Santa Rosa, do Rio de Janeiro. Já o suco rosa, com beterraba, pode aumentar a disposição e ajudar na recuperação muscular pós-exercício. "Como é fonte de nitrito, elemento que se converte em óxido nítrico e promove a dilatação dos vasos sanguíneos, a beterraba melhora também a circulação sanguínea", avisa a nutricionista Mila Moraes, da Clínica Goa Health Club, no Rio de Janeiro. A dica é tomar um copo de três a quatro horas antes da malhação. Está sempre atrasada? "Deixe o suco pronto na geladeira de um dia para o outro e tome de manhã no lugar do iogurte", sugere a nutricionista Cynthia Antonaccio, sócia-diretora da Equilibrium Consultoria, em São Paulo. Ou faça cubos de gelo e bata com água quando quiser.
 

Potencialize sua bebida

 
Laranja: antioxidante, atua na renovação do colágeno.
 
Abacaxi: favorece a digestão.
 
Vegetais verde-escuros: contêm vitaminas C e do complexo B, ferro e selênio, que promovem bem-estar e previnem o acúmulo de líquidos.
 
Gengibre: é anti-inflamatório e acelera o metabolismo.
 
Pepino: a ação diurética combate o inchaço e elimina toxinas.
 
Cenoura: o betacaroteno acelera o bronzeado. 

Comente