(none)

14 Alimentos que emagrecem

À simples visão de um alimento você já se imagina cheia de gordurinhas arredondando a silhueta? Pois saiba que alguns itens não apenas não engordam como... ajudam a derreter os excessos! Difícil acreditar? Confira aqui

Atualizado em 21/08/2012

Carlos Amoedo - Edição: MdeMulher

Alimentos que queimam gordura

Alimentos que emagrecem
Foto: Reprodução revista Women`s Health

Mesmo que a sua dieta seja tão frugal quanto a dos vigiados cardápios de spas — onde até uma lâmina de tomate é encarada como um manjar dos deuses —, difícil imaginar que alguns alimentos devem entrar no cardápio para... emagrecer. Pois bem, escute esta: o processo de digestão requer uma demanda extra de energia. O organismo gasta calorias apenas para aproveitar os nutrientes vindos da comida. Alguns itens demoram mais para ser digeridos, induzindo o corpo a um gasto calórico maior. Há, ainda, alimentos que instigam o cérebro a acionar o metabolismo. Outros promovem rapidamente a saciedade, evitando que você se atire, na sequência, em direção a um pote de sorvete. Todos eles — abençoados! — têm um ponto em comum: além de fornecer nutrientes, ajudam a incinerar gordura. Quer dizer, são aliados da boa forma e não podem ficar de fora do cardápio diário.

Pimenta vermelha (Caiena)

1. Bye-bye, excessos
Esse tipo de condimento possui capsaicina, substância que atua no cérebro, estimulando o processo de queima de gordura. Um estudo do Instituto Politécnico de Oxford, nos EUA, constatou que entre 3 e 4 g diários dessa pimenta aceleram em 20% o metabolismo. Ela também é digestiva e ativa a circulação. Uma alternativa para aqueles que não gostam do sabor é consumir o item manipulado, na forma de cápsulas. A restrição é para quem tem problemas de hemorroidas: a capsaicina irrita a parede das veias, provocando ardor.

Iogurte desnatado

2. Gordura nocauteada
Iogurtes e leites desnatados são enriquecidos com cálcio, mineral que ajuda a emagrecer. “O cálcio interfere na produção de calcitriol, substância que bloqueia o processo de quebra de gordura”, diz Thiago Volpi, clínico-geral e nutrólogo de São Paulo. A função do calcitriol é ajudar o organismo a estocar gordura para que seja utilizada em períodos de jejum — daí também a necessidade de comer a cada 3 horas para emagrecer.

Gengibre

3. Temperatura nas alturas
Estudos chineses e ingleses constataram que um pedaço diário do condimento (cerca de 5 cm) também acelera em 20% o metabolismo. O gingerol, um dos princípios ativos, aumenta a temperatura corporal e exige maior demanda de calorias do organismo. Segundo pesquisa da Universidade Joseph Fourier, na França, a canela também tem o mesmo efeito, graças ao aldeído cinâmico. A indicação diária é de até 2 colheres (sobremesa).

Ovo

4. Ansiedade sob controle
Vários estudos demonstraram que esse alimento detona os excessos por induzir o organismo à saciedade. Um deles, feito pelo departamento de obesidade da Pennington Biomedical Research Center, da Universidade do Estado da Louisiana, nos EUA, revelou que o ideal é ingerir o dito-cujo logo de manhã. As voluntárias que consumiram um café da manhã composto de dois ovos mexidos, duas fatias tostadas de pão e um copo de suco se sentiram mais saciadas e comeram menos nas 36 horas seguintes.

Pera

5.Fibra milagrosa
Uma pera média tem 6 g de pectina. Trata-se da fruta com a maior quantidade desse tipo de fibra — logo depois vem a maçã, com 3 g em uma unidade média. O consumo de apenas uma pera representa 12% da necessidade diária de fibras. E o que parece ser o mais importante: um estudo do Instituto de Medicina Social da Universidade Estadual do Rio de Janeiro mostrou que, por ser fibrosa e demorar mais para ser digerida, a pera ajuda a emagrecer. A pesquisa foi realizada com 411 voluntárias. O grupo que comeu até três peras ou maçãs diariamente, durante três meses, emagreceu mais que o outro, que substituiu as frutas por bolachas.

Brócolis

6.Campeões em nutrientes
São fonte de um poderoso antioxidante, a vitamina C, além de fibras que fazem o organismo consumir mais calorias na digestão. Um estudo da Universidade Estadual Paulista, em Botucatu (SP), mostrou que a maior concentração de nutrientes está nas folhas e no talo dos brócolis. Cada 200 g dessas partes misturadas apresenta 3,71 g de fibras e 17,25 mcg de vitamina C. Bônus: os brocólis têm, ainda, sulforano, substância que combate a bactéria Helicobacter pylori, agente de úlceras e gastrites.

Linhaça

7. Faxina interna
Segundo o mesmo estudo, feito em Botucatu, a semente da linhaça concentra muito mais fibras que outros campeões desse nutriente, como a pera e os próprios brócolis. Uma xícara (135 g) tem 57,37 g de fibras. A mesma porção do cereal concentra 2,16 g de ômega 3. Esse tipo de gordura estimula o bom funcionamento do sistema nervoso, afiando a memória e o poder de concentração.

Chá-verde

8. Gás no metabolismo
Segundo pesquisa da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, 1 xícara consumida entre 5 e 10 minutos antes do café da manhã, do almoço e do jantar é capaz de acelerar o metabolismo. Ponto para a cafeína, que atua no sistema nervoso. O mesmo estudo revelou que o chá-verde reduz a absorção de açúcar no sangue, ajudando a diminuir a compulsão por doces, além de inibir a ação da amilase, enzima que atua na quebra dos carboidratos. Quando não são quebrados, os carboidratos vão sendo eliminados pelo organismo.

Sopa

9. Saciou geral
Um estudo da Universidade de Purdue, nos EUA, revelou que 1 xícara de caldo de frango é capaz de ajudar a afinar tanto quanto um filé magro. Os pesquisadores acreditam que a sopa dá sensação de saciedade. Sem falar no velho truque de ingerir uma frugal sopinha à noite para acordar no dia seguinte com o corpo sequinho. Por falar no caldo de frango, o tofu é outro alimento que provoca efeito semelhante a ele. Pesquisa da Universidade do Estado da Louisiana mostrou que consumir o item como aperitivo, antes de uma refeição, faz as pessoas comerem menos depois.

Vinagre

10. Digestão quase parando
Esse tempero deixa a digestão mais lenta, o que aumenta a queima de calorias. Um estudo sueco mostrou que pessoas que comeram um pedaço de pão molhado em vinagre antes das refeições emagreceram mais rapidamente. Os pesquisadores dizem que o ácido acético faz com que alimentos demorem mais para passar do estômago para o intestino. O vinagre de maçã também ajudaria a diminuir o açúcar do sangue, que aumenta quando você come carboidratos refinados.

Sardinha

11. Organismo a mil
Um filé concentra entre 1,5 e 2,5 g de ômega 3. O nutriente acelera o metabolismo basal, processo de produção de energia para que o organismo realize suas funções vitais.
O ômega 3 também é encontrado no salmão, no bacalhau e no óleo de prímula e ajuda a baixar os níveis de gorduras, como os triglicérides, que provocam obstruções venosas.

Feijão

12. Calorias no alvo
Estudo da Universidade da Califórnia, nos EUA, demonstrou que refeições compostas de feijão aumentam os níveis do hormônio colecistoquinina. Ele faz os alimentos permanecerem mais tempo no estômago, o que consome mais calorias para ser digeridos. Há evidências de que o pretinho aumenta os níveis de açúcar no sangue, diminuindo a fome. Outro estudo, feito na Universidade do Colorado, nos EUA, revelou que o feijão-branco faz o organismo absorver menos carboidrato, utilizando gordura para gerar energia, e induz uma queima de gordura 25% maior.

Laranja

13. Casca poderosa
Segundo o estudo da Unesp de Botucatu, a casca da fruta possui mais fibras que a própria polpa. Uma unidade (200 g) guarda 12,96 g desse nutriente na casca e 1,84 g na polpa. Não é sem motivo que os chás à base de casca de laranja são recomendados para quem quer emagrecer. A espécie amarga, ou laranja-da-terra, também concentra na casca uma substância chamada sinefrina, que acelera a queima de gordura. Duas xícaras diárias é a indicação aos que desejam emagrecer. A sinefrina é encontrada também na mostarda. Duas colheres de chá do condimento ajudam a nocautear a gordura.

Cereal matinal e aveia

14. Fome zero
Uma pesquisa da Universidade de Minnesota, nos EUA, constatou que o consumo de uma tigela pequena de cereais integrais é capaz de diminuir o apetite nas refeições seguintes. Mais: um desjejum rico em fibras deixa o corpo menos sensível à ação da insulina, hormônio responsável por levar o açúcar para dentro da célula para que seja transformado em energia. Quanto mais insulina, maiores são as chances de o organismo estocar gordura. Existem, ainda, estudos que mostram que o café da manhã acelera em 20% o metabolismo. Sem o desjejum, o organismo recebe um sinal para diminuir o ritmo da produção de energia e estocar gordura.

Comentários

Os comentários são pessoais e não refletem a opinião do MdeMulher.

<b>Gisele</b> - Não existe milagre para emagrecer, tome uma atitude comece ir na academia e comer menos e emagreça com saúde.Já perdi 20 Kg,estou muito feliz por ter criado coragem de começar e agora academia e "conciência alimentar",vai em frente que vc consegui. - 24/02/2014 19:46:58

kqozpeehlu zippo dragon http://www.jeuxselect.fr/20-heroes-militaire-briquets-zippo - 24/02/2014 18:13:48

<b>francielle basto</b> - jente essa dieta é muito boa mas eu nao gostei muito fiquei fina que nem um graveto . agora dieta pra mim nunca mais deuss me livree, eu parecia um saco de osso - 12/12/2013 15:15:33

<b>silvana</b> - fis essa diaeta, tava com 63kg agora estou com 45kg, meu deus!! e nao consigo mais engordar e estou orrivel! me arrependi. - 12/12/2013 15:07:16

<b>Paula</b> - @manoela: NÃO FAÇA INGESTÃO FREQUENTE DO VINAGRE PARA EMAGRECER. Use-o apenas como tempero de salada. Meu marido perdeu uma tia com câncer no estômago devido ao uso prolongado e contínuo do vinagre para emagrecer. Reflita! - 26/09/2013 21:17:34

<b>keyla</b> - esses alimentos pode me ajudar perde 20kg? - 12/09/2013 14:12:08

Veja todos os comentários

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.