(none)

Como eliminar o inchaço

Descubra quais alimentos ajudam você a acabar com o inchaço do corpo e perca até 5 kg em apenas 15 dias!

Publicado em 28/04/2010

Belisa Rotondi

Conteúdo VIVA!MAIS
Destaque da Matéria

Desinche, seguindo uma dieta rica em
comidas anti-inflamatórias
Foto: Getty Images

Contar as calorias sempre foi uma boa tática para emagrecer. Mas, infelizmente, nem sempre a alimentação controlada ajuda a tirar aquele incômodo inchaço do corpo. A solução? Ter uma dieta rica em comidas anti-inflamatórias: "Elas impedem que as células inflamem e, assim, auxiliam o organismo a realizar funções importantes, como descartar toxinas, melhorar o metabolismo e evitar o envelhecimento precoce", explica a nutricionista Mariana Escobar.

A seguir, confira uma lista desses alimentos poderosos, compreenda como eles agem e faça uma dieta que ajudará você a eliminar até 5 kg em duas semanas.

Entenda como surge o inchaço

Estresse, poluição e má alimentação são algumas das causas da inflamação responsável por fazer inchar o corpo. No caso da dieta prejudicial, funciona assim: as células não conseguem metabolizar o excesso de gorduras saturadas, frituras e açúcares e, portanto, sofrem uma inflamação.

"Elas acumulam toxinas e deixam de receber bons nutrientes. Isso gera cansaço e doenças, como diabetes, artrite e alergia", explica a nutricionista Roseli Rossi, da Nutrição Clínica Funcional. E, além de provocar enfermidades, tal processo dificulta o emagrecimento. "Com a inflamação celular, o metabolismo fica prejudicado. O organismo não trabalha de forma equilibrada e gasta menos energia", diz Mariana Escobar.

Os bonzinhos x Os vilões

Destaque da Matéria

A salada é um alimento de FI positivo
Foto: Getty Images

Agora você já sabe que existem alimentos ideais para tirar o inchaço. Claro, também há aqueles que provocam o efeito contrário: os pró-inflamatórios. Primeiro, vale entender como essa classificação é feita: todas as comidas recebem um valor, chamado de fator inflamatório (FI).

Quanto maior for esse número, mais capacidade elas têm de desinchar o organismo. Por outro lado, aquelas que têm o FI negativo ajudam na inflamação. Para chegar a tal valor, conta-se "a quantidade de gordura, substâncias antioxidantes, vitaminas, minerais, fibras, calorias, açúcares, proteínas e carboidratos que há no alimento", diz Roseli. Isso significa que é mais fácil emagrecer com uma dieta cheia de comidas com FI positivo.

Alimentos pró-inflamatórios são ruins?

Não necessariamente. Aliás, você não deve excluí-los totalmente da sua dieta. "A pizza, por exemplo, tem o fator inflamatório (FI) negativo. Mas, ao consumir alimentos de FI positivo, como a salada, você compensa. A questão é dosar entre FI positivo e negativo, mas, no final do dia, o valor positivo deve prevalecer", explica Roseli. Além disso, vale explicar por que comidas saudáveis, como maçã e massas integrais, têm FI negativo: eles podem ter outros benefícios, mas não eliminam o inchaço, uma vez que o fator inflamatório classifica vários aspectos do alimento neste sentido.

 

Nesta matéria