(none)

Dicas infalíveis de emagrecimento

Respostas para 23 dúvidas que você sempre teve sobre esse tema

Publicado em 29/10/2008

Catarina Fávero

Conteúdo VIVA!MAIS
Fernanda Souza

Fernanda Souza perdeu 7kg em três meses
Foto: Divulgação



Ao contrário da maioria das mulheres, Fernanda Souza não tem o menor medo da balança, pois sabe mantê-la sob controle. Daí, em 2006, ter aceitado engordar 7 kg para viver Carola, na novela O Profeta. E daí ter perdido esse excesso em três meses para encarnar Isadora no humorístico Toma Lá, Dá Cá. “O início foi rigoroso, sem carboidratos refinados, só integrais”, revela. “Já hoje como de tudo, mas com moderação.” É, saber o que realmente ajuda emagrecer faz toda a diferença... Leia as dicas de nossos consultores e fique fera neste tema:


Como saber se sou obesa?
A mulher é considerada obesa se tiver mais do que 30% de gordura corporal. Uma boa maneira de avaliar o seu grau de obesidade é calculando o IMC (Índice de Massa Corporal), que é a divisão do peso pela altura ao quadrado ( IMC = peso / (altura)2).

Condição IMC em adultos
abaixo do peso abaixo de 18,5
peso normal entre 18,5 e 25
acima do peso entre 25 e 30
obeso acima de 30

Por que muitas pessoas que emagrecem voltam a engordar?
Porque voltam a comer como antes. Todo emagrecimento deve ser acompanhado de uma mudança nos hábitos – reeducação alimentar e prática de exercícios físicos.

Quando é preciso procurar um médico para emagrecer?
Se você estiver 5 kg acima do peso normal deve procurar ajuda profissional para elaborar uma dieta personalizada. Quem está pouco acima do peso, mas tem dificuldade em seguir uma alimentação balanceada, também pode marcar consulta com um médico ou nutricionista.

Como é a dieta ideal?
É aquela que não faz restrições de alimentos e é adaptada aos hábitos de cada um.

Por que as mulheres engordam mais do que os homens?
Ao contrário deles, a mulher tem mais gordura corporal do que massa muscular, concentrada principalmente nos quadris, bumbum e coxas. Sem falar que, enquanto o homem gasta 35 calorias por quilo durante a prática de exercícios, a mulher gasta só 25.

O que é melhor, subir na balança ou tirar medidas?
Para quem pratica exercícios físicos como musculação, tirar as medidas ajuda observar se o corpo está afinando, já que o ganho de massa muscular pode representar quilos a mais. Se não é o seu caso, confira seu peso na balança – sempre na mesma.

Faz diferença checar o peso de manhã?
Sim. Durante o dia podem ocorrer variações de até 2 kg, pois o peso aumenta depois das refeições, com a retenção de líquidos e prisão de ventre.

É mais difícil emagrecer com o passar dos anos?
Sim. O gasto energético diminui com a idade. A composição física também influencia na queima de calorias: com o tempo, há uma diminuição da massa muscular e aumento de gordura, que reduz o gasto calórico.

É mais fácil emagrecer seguindo uma alimentação vegetariana?
Não. Os vegetarianos tendem a consumir mais carboidratos e grãos (soja, feijão, lentilha). O melhor é aderir a uma alimentação variada, rica em vegetais, frutas e carnes magras.

Posso combinar proteínas e carboidratos na mesma refeição?
Deve! Uma refeição equilibrada é composta e carboidratos ricos em fibras, principalmente os integrais.

Posso comer salada à vontade?
Sim, pois elas trazem pouquíssimas calorias. Mas lembre-se: temperos à base de maionese, azeite, queijos, entre outros, são bombas calóricas e devem ser consumidas com moderação.

Qual pão engorda mais: o francês ou o de forma?
O francês, porque sua casca, por incrível que pareça, é muito calórica. O vilão não é mais o miolo. Se ingerir os de forma, dê preferência para as versões light e integrais.

Os queijos brancos são os menos calóricos?
Sim. Os queijos amarelos são mais gordurosos e mais calóricos. Em dietas é bom evitá-los. Dê preferência aos queijo minas, ricota e cottage. Atenção: mussarela de bola, apesar de branca, é calórica e gordurosa!

Se devorar uma caixa de bombom de uma vez, vou engordar no dia seguinte?
Cada quilo adquirido corresponde a um excesso de 7.700 calorias. Devorando uma caixa de bombom, você não atingirá esse limite, mas contribuirá e muito.

Emagrecer muito rápido causa alguma alteração no organismo?
Sim, pode diminuir o metabolismo e, conseqüentemente, a velocidade da queima calórica.

Dieta causa espinha?
Se a dieta for rica em carboidratos e hipergordurosa, podem ocorrer, sim, espinhas. Mas não há nenhum estudo científico que comprove essa teoria, somente a prática clínica.

Chocolate vicia?
Sim, já que ele causa bem-estar por meio do equilíbrio dos níveis da serotonina no nosso organismo, hormônio responsável pela sensação de prazer.

Dietas podem causar queda de cabelos?
Programas muito restritivos podem causar queda de cabelos pela carência de nutrientes e vitaminas.

Como evitar a retenção de líquidos na TPM?
Priorizando uma alimentação rica em proteínas, ingerindo 2 litros de água diariamente e fazendo atividades físicas.

Quais são os alimentos que fazem bem à saúde da mulher?
Alimentos integrais, oleaginosas (como nozes e castanhas), verduras e frutas, alimentos ricos em fibras e vitaminas que regularizam o intestino, melhoram a imunidade e deixam a pele, cabelos e unhas mais bonitos.

É verdade que durante a TPM eu posso comer mais?
Não. Apesar de alguns estudos mostrarem que a queima calórica aumenta durante a TPM, esse valor é muito baixo: cerca de 100 calorias por dia, o que não equivale nem a uma barrinha de 30g de chocolate, que tem aproximadamente 150 calorias.

Quais os benefícios da dieta funcional?
A dieta funcional prioriza os alimentos com substâncias ou nutrientes que beneficiam a saúde, ajudando os pacientes a prevenir ou ajudar no tratamento de doenças.

Quais os tratamentos recomendados para pessoas obesas?
Dietas hipocalóricas (com poucas calorias), mudanças de comportamento, remédios para emagrecer e até cirurgia bariatrica são opções para quem está muito acima do peso.

Consultores: Daniela Hueb, nutróloga; Filippo Pedrinola, endocrinologista; Alessandra Rascovski, endocrinologista; Alessandra Rodrigues, nutricionista; Camila Duran, nutricionista; Juliana Capatto, nutricionista; Lourença Dalcanale, nutricionista.

Comentários

Os comentários são pessoais e não refletem a opinião do MdeMulher.

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.