Saladas leves que emagrecem

Use verduras, legumes e molhos para compor um prato principal delicioso e comer menos alimentos calóricos

Basta equilibrar o sabor dos ingredientes
para criar uma salada saborosa
Foto: Dreamstime

Quando o assunto é alimentação saudável, a salada costuma ser a campeã dos cardápios. Isso porque as folhas e os legumes são ricos em carotenoides, que ajudam a prevenir o envelhecimento precoce. E tem mais: quem come salada tem uma digestão mais fácil e rápida, evitando aquela sensação de moleza que costuma surgir depois de uma refeição pesada. 

O hábito de ingerir folhas traz outras vantagens ao organismo. É o que garante Renata Maria Padovani, do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentos da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). “Começar a refeição pela salada intensifica o efeito dos alimentos, melhora a flora intestinal e, de quebra, faz você comer menos os pratos calóricos”, afirma a nutricionista.

Combinações magrinhas 

– Cores
Quanto mais colorida for a salada, mais benefícios ela trará. Combine vários tipos de folhas, como alface, agrião, acelga, rúcula e almeirão. Enriqueça o prato com lentilha, feijão ou soja cozidos. Inclua também legumes: cenoura, batata, beterraba, berinjela e abobrinha. Para ousar, acrescente frutas, como abacaxi, maçã e manga. 

– Temperos
Use azeite (mas com moderação!), vinagre balsâmico, suco de limão e molhos à base de iogurte, maionese light e mel. Abuse de ervas como coentro, manjericão, mostarda, hortelã e erva-doce. 

– Refeição completa
Monte a salada com todos os nutrientes contidos numa refeição. Além das folhas, acrescente carboidratos, como batatas cozidas ou torradinhas. Inclua também uma porção de proteína – fatias de queijo branco ou tiras de peito de frango grelhadas.

Algumas curiosidades 

– As verduras se deterioram rapidamente. Na hora de comprar, verifique se não há folhas queimadas ou amareladas. Pequenos furos podem indicar a presença de larvas e insetos. 

– Os temperos estimulam as funções digestivas, geralmente lentas em pessoas com anemia e problemas nervosos. 

– Bactérias conseguem se fixar facilmente nas folhas verdes, causando contaminação. Por isso, lave-as bem em água corrente. Depois, deixe-as de molho por 30 minutos em uma solução com ½ colher (sopa) de bicarbonato de sódio e 1 litro de água. Você também pode usar água sanitária: para 1 litro de água, 1 colher (sopa) do produto. Depois, lave em água corrente.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s