A dieta chinesa da água morna

"Emagreci 24 kg com a dieta chinesa da água! Ao tomar água morna em jejum, driblei a fome e superei o efeito sanfona. Estou magra e maravilhosa!", conta Ulla Reis

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 17/03/2011 em

Sou+Eu

um conteúdo de

A dieta chinesa da água morna
Tanara Danilevicz. Dona da história: Ulla Reis, 36 anos, Campinas, SP

Ulla foi dos 77 kg para os 53 kg
Foto: Victor Almeida / Arquivo pessoal

"Quando cheguei aos 77 kg, chamei a atenção de todos ao meu redor. Sempre fui magrinha e desfilei manequim 36!

Meus problemas começaram com uma temporada de três anos fora do Brasil. Em 1992, aos 17 anos, fui estudar na Itália e nos Estados Unidos. Ao voltar, com 20 anos, eu estava enorme! Nos anos em que vivi no exterior, devorei todas as novidades que vi pela frente. Além disso, descontava a saudade da minha família na comida. Fui parar no manequim 46!

Só usava calças de moletom e camisas largas. Tinha vergonha de sair de casa e me escondia das pessoas. Passei esses três anos, em plena juventude, sem dar um beijo! Também não ia a festas e não queria voltar para o Brasil, por causa do meu tamanho. Mas retornei. E caí no desespero: virei vítima do efeito sanfona.

Além de detonar minha vaidade, o excesso de peso começou a interferir na minha saúde. Fiquei com o colesterol altíssimo e com muitas dores nas costas. Meu Deus, eu era tão jovem! Fiz várias dietas mirabolantes, mas não emagrecia. Resultado: acabava mais frustrada e comia mais!

Foi em 2004, com 29 anos, que recebi o chacoalhão decisivo. Eu morava sozinha e recebi a visita da minha mãe. Ela me viu no sofá, comendo sem parar, e disse que eu não tinha o perfil de uma pessoa largada. Falou ainda que eu era jovem, bonita e que precisava me amar. E terminou o sermão com a frase: "Você está se afundando".

Fiquei muito triste com essas palavras. Senti até revolta. É fácil acusar quando se é magra. Mas logo percebi que ela tinha razão. Eu precisava mudar!

A dieta chinesa da água morna

Ulla ficou linda e contou os segredos da sua dieta à revista SOUMAISEU
Foto: Reprodução revista SOUMAISEU

Procurei ajuda na medicina chinesa

No ano seguinte, 2005, decidi que ia emagrecer de vez. Comecei a estudar maneiras de perder peso com saúde. Na internet, li sobre os benefícios da tradicional medicina chinesa. Gostei dos ensinamentos sobre o equilíbrio das energias no nosso organismo. Aí, adotei o costume de tomar um copo de água morna todos os dias ao acordar, em jejum. De acordo com a filosofia oriental, esse hábito tira a fome, diminui a ansiedade e controla a gula ao longo do dia.

Ficava um pouco enjoada com a água morna, mas em poucos dias me acostumei. E percebi que conseguia driblar a fome e o desejo por doces. Depois da água, esperava dez minutos para tomar o café da manhã. Aí, fazia uma refeição rica, para não exagerar no resto do dia. Ainda preparava 2 litros de chá verde para beber entre as refeições. Essa bebida também faz parte da medicina chinesa e reduz a fome.

Para completar, diminuí a quantidade de alimentos no prato e me matriculei em aulas de dança. Em seis meses, emagreci 24 kg!

Estou magra e poderosa!

"O universo conspira a meu favor." Esse é o lema que eu carrego. Uso roupas curtas e justas e recebo muitos elogios. Além disso, tenho uma vida social bem ativa e minha saúde está impecável. Como me acostumei com as pequenas refeições, não sinto muita fome. Mas ainda tomo chá verde e água morna nos dias em que acordo com muito apetite.

Depois do sucesso da minha dieta, descobri que sou capaz de conquistar tudo que eu quiser. Afinal, sei que determinação não me falta!"

 

Mais